conecte-se conosco


Cuiabá

Emanuel Pinheiro lança obra do primeiro hospital veterinário municipal público de MT

Avatar

Publicado

Prefeitura de Cuiabá

Clique para ampliar

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, realiza na próxima segunda-feira (17), às 9h, o lançamento das obras do primeiro Hospital Veterinário Municipal – ‘Manchinha’. A unidade vai atender gatos e cachorros gratuitamente, com exames laboratoriais, consultas e cirurgias.

O prédio – que tem prazo de entrega de 150 dias – será construído em terreno em frente ao Cemitério Parque Bom Jesus, instalado na  Rodovia Palmiro Paes de Barros.

A criação do Hospital Veterinário Municipal é mais um compromisso cumprido pela gestão Emanuel Pinheiro. “Já implantamos uma Diretoria de Bem-Estar Animal que trabalha no resgate, fiscalização de maus-tratos e na promoção da adoção responsável. Agora, daremos início a uma obra que será referência no país, com atendimento 100% público”.

No total, explica, o HVM contará com três etapas para sua instalação completa: a primeira destina-se à implantação do pronto-socorro. Já na segunda fase será criado um centro veterinário com a implantação de canil e gatil. Já a terceira etapa irá contemplar um espaço destinado ao lazer da população.

O local também se tornará a sede da Diretoria de Bem-Estar Animal, que é vinculada à Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano. A estrutura vai contar com três consultórios, área para animais hospitalizados, área de controle emergencial, sala de raio-x, laboratório de análises clínicas e sala de cirurgia.

Só no ano passado, por meio do Disque Denúncia (0800 647 7755), a Diretoria de Bem-Estar recebeu no primeiro semestre de 2019, 559 denúncias de maus-tratos, abandono e pedidos de resgate de animais atropelados em vias públicas.

SERVIÇO:

O que: Lançamento de obra do primeiro Hospital Veterinário Municipal – ‘Manchinha’

Quando: Segunda-feira (17), às 9h.

Onde: Rodovia Palmiro Paes de Barros, em frente ao Cemitério Parque Bom Jesus.

 

Comentários Facebook

Cuiabá

Nas academias dá para estabelecer um controle, que nos parques não é possível, explica Pinheiro

Avatar

Publicado


.

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, explicou o motivo de ter liberado o funcionamento das academias academias de musculação, ginástica, natação e congêneres, ao mesmo tempo em que manteve suspensas as atividades em parques e outros equipamentos públicos municipais. Os atos constam no decreto nº 8.020 e estão em vigor na Capital desde o dia 27 de julho. 

Em entrevista concedida a rádio Mega FM, na quarta-feira (05), o chefe do Executivo destacou que as medidas seguem as recomendações das entidades de saúde, que determinam a coibição da aglomeração de pessoas. Segundo Pinheiro, diferentes dos parques e outros espaços públicos de lazer, nas academias é possível manter um maior controle sobre isso. 

“Nas academias dá para estabelecer um controle, que nos parques não é possível. O distanciamento, limite no acesso de pessoas e higienização constante dos equipamentos. Nas áreas públicas, não é possível por conta do grande fluxo de pessoas. Tanto é que, mesmo com a suspensão, a população continua indo e não quer saber se está ou não proibido. Com isso, os espaços acabam tornando-se focos de propagação do vírus”, explicou. 

O gestor argumentou ainda que as atividades de lazer provocam um relaxamento natural nas pessoas, fazendo com que a atenção com as medidas de biossegurança diminua. “Muitas vezes acontece o contato entre as pessoas de forma mais próxima. É nesse contato que corremos o risco de transformar um momento de lazer em um ato de proliferação da Covid-19”, ressaltou.

O Município é responsável por quatro parques, sendo eles o Parque das Águas, Parque Tia Nair, Parque da Família e Parque da Nascente — Yone de Azevedo Campos. Em todos eles, junto com a colocação de faixas informando a suspensão das atividades, foi adotada a desativação de todos os equipamentos que compõem os espaços como banheiros, quadra de esportes, academia ao ar livre, playground, fonte luminosa, splash zone, show das águas e ParCão.

A norma abrange ainda outros equipamentos públicos como, por exemplo, quadras poliesportivas, mini estádios, ginásios de esportes e congêneres. “Mantemos esse proibição com dor no coração, pois somos uma gestão que tem investido muito no lazer à população. Todavia, isso é feito por um bem maior, que é a saúde pública. Temos a certeza que, com cada um fazendo sua parte, vamos voltar a normalidade”, disse. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

Veja os dados do painel Covid-19 desta quinta-feira (6)

Avatar

Publicado


.

Nesta quinta-feira (6), Cuiabá tem 13.403 casos confirmados de Covid-19 de residentes no município e 2.636 de não residentes, mas que estão sendo atendidos na capital. Dos confirmados, 3.176 já estão recuperados da doença e houve 591 óbitos de residentes e 275 de não residentes.

Na rede hospitalar há 280 pacientes confirmados com Covid-19 internados, sendo 183 na UTI e 97 em enfermaria. Também estão internados 174 pacientes com suspeita da doença, sendo 76 na UTI e 98 em enfermaria. Do total de pessoas internadas em UTI, 161 são de residentes em Cuiabá e 98 de residentes de outros municípios. Do total de internados em enfermaria/isolamento, 144 pessoas são de Cuiabá e 51 de outros municípios.

Hoje Cuiabá registrou mais 3 óbitos, chegando a um total de 591 mortes. O prefeito Emanuel Pinheiro e o secretário municipal de Saúde, Luiz Antonio Pôssas de Carvalho lamentam profundamente estes óbitos.

Segue abaixo a relação dos óbitos de residentes em Cuiabá:

-Homem, 77 anos, internado em hospital público. Tinha problema pulmonar e renal. Foi a óbito em 05/08.

-Homem, 69 anos, internado em hospital privado. Tinha diabetes e problema cardiovascular. Foi a óbito em 05/08.

-Homem, 66 anos, internado em hospital público. Tinha hipertensão. Foi a óbito em 05/08.

 

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana