conecte-se conosco


ATUALIZAÇÃO

Volta às aulas exige atenção dos beneficiários do Bolsa Família para que atualizem as informações para não perder o beneficio

Avatar

Publicado

Educação é oportunidade para conquistar uma vida melhor. Por isso, o Ministério da Cidadania acompanha a frequência escolar das crianças e adolescentes que fazem parte do programa Bolsa Família. Em caso de mudança de colégio, é necessário procurar o setor responsável pelo Cadastro Único no município e atualizar os dados. 


Além disso, é importante avisar na nova escola que a família é beneficiária do programa. Sem a informação de onde o aluno está matriculado, o governo federal não consegue fazer o acompanhamento escolar e a família pode ter o benefício bloqueado. 

O secretário especial do Desenvolvimento Social do Ministério da Cidadania, Lelo Coimbra, defende que a educação influencia diretamente no desenvolvimento das famílias.

Em todo o Brasil, aproximadamente 140 mil escolas possuem, pelo menos, um aluno beneficiário do Bolsa Família. Para estudantes entre 6 e 15 anos, a frequência escolar mensal deve ser de, no mínimo, 85%.  Já os adolescentes a partir de 16 anos que recebem o Benefício Variável Vinculado ao Adolescente, o BVJ, devem frequentar ao menos 75% das aulas.

Crianças que completaram seis anos a partir de abril de 2018 ou as que vão chegar a essa idade até 31 de março passam a ingressar o perfil para acompanhamento de condicionalidades de educação do ano letivo de 2019. O governo federal já informou as famílias por mensagem de extrato em janeiro para que atualizem a informação de escola.

Para fazer a atualização, a pessoa responsável pela família deve levar documento com CPF ou Título de Eleitor até o setor responsável pelo Cadastro Único e nos CRÁS do município.

TIRE SUAS DUVIDAS 

Quem pode receber o Bolsa Família?

Podem se beneficiar com o programa famílias em situação de pobreza (renda por pessoa entre R$ 89,01 a R$ 178,00) ou extrema pobreza (renda por pessoa de até R$ 89,00 por mês) e que tenham em sua composição gestantes, nutrizes (mães que amamentam), crianças ou adolescentes entre 0 e 17 anos.

A Prefeitura da sua cidade é quem faz o cadastro, atualiza os dados e auxilia nas ações que ajudam no desenvolvimento das famílias pobres do município.>

Será enviada uma carta para sua residência comunicando que sua família foi selecionada. Caso não tenha recebido, procure o setor responsável pelo Bolsa Família no CRAS – Centro de Referência de Assistência Social ou Prefeitura de sua cidade. É possível também consultar a situação do benefício através do Atendimento Caixa ao Cidadão no 0800 726 02 07.​
Após sua família ter sido selecionada pelo Programa, o cartão é enviado para sua residência. Se sua família já foi selecionada e ainda não recebeu o cartão, é possível consultar sua situação através do Atendimento Caixa ao Cidadão no 0800 726 02 07.
Ligue para o Atendimento Caixa ao Cidadão no 0800 726 02 07. Tenha em mãos o seu NIS, carteira de identidade e CPF para digitar os números solicitados. Após realizar os procedimentos no 0800, compareça em qualquer lotérica levando um documento de identificação para finalizar o cadastramento/recadastramento.
Eu já tenho o cartão e cadastrei a senha. Onde posso efetuar o saque?

Nos caixas eletrônicos da Caixa, correspondentes Caixa Aqui e Lotéricas.

​​ ​Estou sem o cartão, como faço para sacar o benefício?

Compareça em qualquer agência da Caixa levando seu documento de identificação oficial e informe que você deseja fazer o saque do Bolsa Família, mas que não está com o seu cartão.

​​ Como consultar se o meu benefício está disponível para saque?

Ligue para o Atendimento Caixa ao Cidadão no 0800 726 02 07, digite 2 e em seguida 2 novamente. Depois digite o seu NIS.
O que devo fazer se o meu benefício estiver bloqueado, suspenso ou cancelado?

Procure o setor responsável pelo Bolsa Família no CRAS – Centro de Referência de Assistência Social ou Prefeitura de sua cidade para verificar por que não recebeu o benefício. Lembre-se que para sua família continuar recebendo o Bolsa Família é preciso cumprir as regras do Programa. Leia sempre a mensagem no seu extrato para ficar sabendo as informações importantes sobre o recebimento do seu benefício.

Como solicitar 2ª via do Cartão do Bolsa Família?

Pela central de atendimento Caixa ao Cidadão no 0800 726 0207 ou na agência da CAIXA.

Como gerar a senha para o Cartão do Bolsa Família?

Para cadastrar ou recadastrar a senha, o beneficiário deve ligar para a central de atendimento Caixa ao Cidadão no 0800 726 0207 e solicitar autorização para cadastramento da senha nas casas Lotéricas. Depois, ir até uma Lotérica e cadastrar a senha. Se preferir, também pode cadastrar ou recadastrar a senha em uma agência da CAIXA.

 

As famílias saem do Programa Bolsa-Família por não atualizarem as informações cadastrais ou porque melhoraram de renda, não se adequando mais ao perfil para receber o benefício.O descumprimento dos compromissos nas áreas de educação e de saúde também pode levar ao cancelamento do benefício. Há ainda a possibilidade de as famílias saírem por conta própria; para isso, elas precisam ir ao setor do Bolsa-Família e do Cadastro Único do município e solicitarem o Desligamento Voluntário. Nesses casos, a família conta com o Retorno Garantido; num prazo de 36 meses depois do desligamento, a família poderá voltar a receber o benefício do Bolsa-Família sem passar por um novo processo de seleção.

Comentários Facebook

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana