conecte-se conosco


Política Nacional

Se as eleições de 2022 fossem hoje, Bolsonaro e Lula iriam para 2º turno

Publicado

Política Nacional

Bolsonaro e Lula arrow-options
iG Arte

Bolsonaro e Lula

Caso as eleições presidenciais de 2022 acontecessem hoje, o  presidente Jair Bolsonaro (sem partido) lideraria o 1º turno, com 29,1% das intenções de voto, seguido de Lula (PT) com 17%.  

Leia também: Homem mata a esposa, os três filhos e o cachorro e ‘esconde’ corpos por 15 dias

Foi o que mostrou uma pesquisa, divulgada nesta quarta (22), do Instituto MDA, encomendada pelo Confederação Nacional do Transporte. Durante os dias 15 e 18 de janeiro, 2.002 pessoas  de 137 municípios espalhados por todos os estados foram questionadas sobre quem votariam se as eleições fossem agora. 

Bolsonaro e Lula foram os mais citados pelos entrevistados. Como nenhum dos dois teve mais de 50% dos votos válidos (maioria simples necessária para ganhar as eleições em 1º turno), eles disputariam o 2º turno. Mas entre os entrevistados, 30,2% respondeu que ainda não sabia ou não responderia em quem votaria para presidente, o que poderia mudar o resultado.

Leia também: Jovem morre afogada em cachoeira após tirar selfie com amiga

Veja Também  Projeto de Lei de autoria do vereador Dilmair Callegaro concedeu ao Presidente Bolsonaro o título de cidadão sinopense.

Na pesquisa, nenhum nome foi mencionado previamente. Assim as pessoas poderiam responder qualquer político, sem serem direcionados a escolher candidatos pré-definidos pela pesquisa. Segundo o instituto, a margem de erro é de 2,2 pontos percentuais. Confira o resultado: 

  • Jair Bolsonaro – 29,1%
  • Lula – 17%
  • Ciro Gomes – 3,5%
  • Sergio Moro – 2,4%
  • Fernando Haddad – 2,3%
  • João Amoedo – 1,1%
  • Luciano Huck – 0,5%
  • Marina Silva – 0,4%
  • Dilma Rousseff – 0,3%
  • João Doria – 0,3%
  • Outros – 2,4%
  • Branco/Nulo – 10,5%
  • Não sabe/não respondeu – 30,2%
Comentários Facebook

Cidades

Projeto de Lei de autoria do vereador Dilmair Callegaro concedeu ao Presidente Bolsonaro o título de cidadão sinopense.

Kayan Henrique

Publicado

Projeto de Lei de autoria do vereador Dilmair Callegaro concedeu ao Presidente Bolsonaro o título de cidadão sinopense.

A honraria foi entregue pelo Sindicato Rural de Sinop, na pessoa do Presidente Redivo, durante evento em Sinop na Impasa.

Comentários Facebook
Veja Também  Por conta da pandemia, MP proíbe distribuição de "santinhos" em MT
Continue lendo

Política

Por conta da pandemia, MP proíbe distribuição de “santinhos” em MT

Kayan Henrique

Publicado

Por conta da pandemia, MP proíbe distribuição de “santinhos” em MT

or conta do atual cenário de pandemia algumas medidas deverão ser tomadas pelos partidos e candidatos na corrida eleitoral deste ano. As recomendações que foram assinadas pelo procurador regional eleitoral, Erich Masson e pelo procurador-geral de Justiça, José Antônio Borges Pereira, vão da proibição de distribuição dos populares “santinhos” até a recomendação de que não sejam feitos comícios e outros tipo de eventos.
As recomendações determinadas pelos juízes começam já daqui há alguns dias quando se inicia o período de propaganda eleitoral gratuita, assim é pedido por eles que sejam evitados qualquer tipo de evento político como exemplo, passeatas, caminhadas, comícios, entre outros, entrevistas coletivas. Isso porque essas situações são típicas de aglomerações.
Se por ventura os candidatos venham a realizar algum tipo de reunião é solicitado ainda que todos acompanhem e respeitem as restrições impostas para realização de eventos de cada município, como distanciamento social e uso de máscara. Já que cada local tem sua sanção e pareceres técnicos emitidos.
Diferentemente dos outros anos onde os “santinhos” sempre são distribuídos, neste pleito é pedido para que os partidos políticos não façam uso dele como de outros meios, como jornais e afins.
No dia da votação é reiterado ainda pelos juízes que os candidatos evitem qualquer tipo de contato físico com os eleitores e também proíbem a entrega de qualquer material impresso, já prevista anteriormente na Lei 9.504-1997. Além da obrigatoriedade do uso das máscaras.
Todas as determinações deverão ser passadas as siglas por meio de um arquivo complementar elaborado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) denominado “Plano de Segurança Sanitária – Eleições Municipais de 2020”.
As eleições para a escolha de vereadores e prefeitos, além da suplementar para senador, deverão ser realizadas no dia 15 de novembro e 29 do mesmo mês caso haja segundo turno.

Comentários Facebook
Veja Também  Projeto de Lei de autoria do vereador Dilmair Callegaro concedeu ao Presidente Bolsonaro o título de cidadão sinopense.
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana