conecte-se conosco


Internacional

Sacolas de compras que não poluem os oceanos serão vendidas no Japão

Avatar

Publicado

Uma empresa com sede no oeste do Japão desenvolveu sacolas de compras que não poluem os oceanos.

A Fukusuke Kogyo, da província de Ehime, juntamente com pesquisadores da Universidade de Gunma, desenvolveram sacolas feitas de resinas de cana-de-açúcar e milho.

Se as sacolas chegarem ao oceano, bactérias marinhas podem decompor mais de 90% de seu material em 180 dias.

China

No início desta semana, o governo chinês anunciou nova medida para combater a poluição. O país quer que as maiores cidades fiquem sem sacos de plástico descartável até o fim deste ano.

Os sacos de plástico vão ser proibidos nas principais cidades chinesas até o fim de 2020 e, até 2022, a medida vai se estender a todas as cidades e vilas.

A China é o maior fabricante de plástico do mundo, produzindo cerca de 29% dos produtos de plástico.

A Indonésia também implementou medida em que proíbe o uso de sacos plásticos descartáveis em lojas, supermercados e mercados tradicionais até junho de 2020.

*Com informações das emissoras públicas de televisão de Portugal (RTP) e do Japão (NHK)

Edição:
Fonte: EBC
Comentários Facebook

Internacional

Médico japonês conta como é seu trabalho no navio Diamond Princess

Avatar

Publicado

Um médico japonês, que lida com o surto do novo coronavírus (Covid-19) no navio de cruzeiro Diamond Princess, sob quarentena nas proximidades de Tóquio, descreveu seu trabalho a bordo.

Mineo Matsubara está no navio desde o dia 13 de fevereiro como membro da Equipe de Assistência Médica para Desastres.

Ele lidera um grupo que lida com passageiros com febre. Os membros da equipe fazem uma triagem de pacientes cujas condições pioraram e os enviam para instalações médicas.

Matsubara disse que quando chegou, a situação era bastante séria, já que muitos idosos apresentavam febre alta.

O foco de sua equipe era encontrar pessoas em estado grave, ou aqueles sob risco, e enviá-los a hospitais.

Ele afirmou que sua prioridade era salvar vidas, comprometendo de certa forma medidas de prevenção de infecções.

Acrescentou que a situação no navio está em grande parte sob controle agora, com menos pessoas apresentando febre e quase ninguém em estado grave.

O foco no momento é enviar ao hospital aqueles que testarem positivo para o vírus, mas que não apresentarem sintomas.

Matsubara informou que segue instruções de especialistas da Sociedade Japonesa para Controle e Prevenção de Infecções.

Isso significa usar roupa de proteção com duas camadas de luvas, só removendo o equipamento em áreas designadas.

Ele afirma que quando é alertado sobre alguém apresentando febre, primeiro faz perguntas sobre sua condição por telefone. Em alguns casos, pode apenas receitar medicamentos.

Quando há necessidade de ver um paciente, ele abre a porta do quarto e faz perguntas a uma distância de 1,5 metro. Se for necessário examinar o paciente, ele pede auxílio de outra equipe médica com roupa de proteção completa.

*Emissora pública de televisão do Japão

Edição: –

Fonte: EBC
Comentários Facebook
Continue lendo

Internacional

Província de Hubei registra mais 108 mortes por novo coronavírus

Avatar

Publicado

Autoridades sanitárias chinesas anunciaram mais 114 mortes em decorrência do novo coronavírus nessa quarta-feira. O total de mortes na China continental chegou a 2.118.

Segundo as autoridades, 394 novos casos foram registrados no país, fazendo com que o total de pacientes chegasse a 74.576. É a primeira vez, desde 26 de janeiro, que o número de novos casos em um único dia caiu para menos de mil.

Autoridades da província de Hubei informaram que ontem houve mais 108 mortes por causa do novo coronavírus. De acordo com elas, 9.128 pessoas na província estão em estado grave. Acrescentaram que 349 novos casos foram registrados em Hubei, a maioria na cidade de Wuhan, o epicentro do surto.

Em Wuhan, autoridades realizaram uma campanha de três dias, até essa quarta-feira, visando a monitorar os moradores, em busca de sintomas, como, por exemplo, febre. O objetivo é fazer com que o surto pare de se alastrar e garantir que qualquer um que apresente sintomas seja admitido em hospitais ou passe por quarentena de outra maneira.

*Emissora pública de televisão do Japão

Edição: –

Fonte: EBC
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana