conecte-se conosco


Saúde

OMS diz que é cedo para declarar emergência global por coronavírus

Avatar

Publicado

A Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou que ainda é cedo para declarar emergência global em virtude da contaminação de coronavírus em alguns países. O comitê da OMS se reuniu ontem (22) e hoje (23) para definir o nível de gravidade da doença. “Vários membros consideraram que é ainda muito cedo para declarar Emergência de Saúde Pública de Interesse Internacional, dada sua natureza restritiva e binária”, declarou a OMS hoje (23) em nota.

O vírus foi registrado primeiramente na China, na região de Wuhan. As autoridades chinesas reportaram um aumento no número de casos, de casos suspeitos, de províncias afetadas e da proporção de mortes em relação aos casos confirmados, 23 de 610 infectados. O Comitê de Emergência da OMS também foi informado da evolução dos casos no Japão, Coreia do Sul, Tailândia e um possível caso em Singapura.

A OMS entende que o sistema de alerta de surtos não é o ideal e que deveriam existir estágios intermediários de alerta. A entidade alerta aos países não afetados que estejam preparados para eventuais providências de contenção, vigilância ativa e medidas de isolamento.

Segundo o Ministério da Saúde do Brasil, os coronavírus são uma grande família viral que causa infecções respiratórias em seres humanos e em animais. Os coronavírus humanos causam doença respiratória, de leve a moderada, no trato respiratório superior. Os vírus receberam esse nome devido às espículas na sua superfície, que lembram uma coroa.

A fonte do vírus ainda é desconhecida, sendo possivelmente de uma reserva animal, e a extensão da transmissão entre humanos ainda não é clara. Na manhã de hoje, o Ministério da Saúde afastou a existência de casos de coronavírus no país.

Edição: Aline Leal
Fonte: EBC
Comentários Facebook

Saúde

Coronavírus: Brasil atualiza critérios de doação nos bancos de sangue

Avatar

Publicado

Com o surgimento do novo coronavírus, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e o Ministério da Saúde atualizaram os critérios de doação nos bancos de sangue como uma ação preventiva em todo país.

A triagem clínica já incluía a verificação de dengue, chikungunya e zika. A atualização deste ano incluiu o Covid-19 e outras variações como a Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars) e a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (Mers).

Ouça na Rádio Nacional:

Pessoas que estiveram em regiões com casos confirmados de coronavírus não poderão doar sangue pelo prazo de 30 dias, a contar do retorno das áreas afetadas pela epidemia. O prazo também será aplicado a quem teve contato com paciente infectado ou com suspeita da doença.

Aqueles pacientes que tiveram a doença, só poderão doar sangue 90 dias depois da completa recuperação.

A regra não se aplica a doadores que tiveram resfriado comum ou infecções de vias respiratórias causadas eventualmente por coronavírus, sem histórico de viagem para as regiões epidêmicas ou sem contato com pessoas desses lugares.

As autoridades informam ainda que não existe evidência de transmissão de coronavírus por transfusão de sangue.

Em casos de dengue e chikungunya, o prazo também é de 30 dias. Para zika, são 120 dias até que o candidato possa ser considerado apto para doar sangue.

Edição: Liliane Farias

Fonte: EBC
Comentários Facebook
Continue lendo

Saúde

Itália, Coreia do Sul e Irã confirmam novas mortes causadas pelo coronavírus

Avatar

Publicado

coronavírus arrow-options
REPRODUÇÃO/AGÊNCIA BRASIL

Coronavírus segue se espalhando por diversos países.

Os governos da Itália, Coreia do Sul e Irã confirmaram novas mortes causadas pelo coronavírus nesta segunda-feira (24). Especialistas temem que aumento do número de países com registros da doença possa gerar uma pandemia.

Leia também: Médico japonês conta como é seu trabalho no navio isolado por coronavírus

Na Itália , foram registrados 190 casos e cinco mortes causadas pelo coronavírus . Isso fez com que o governo criasse pontos de controle em onze cidades que estão em quarentena. Existem 43 locais com restrições de entrada e saída e quem descumprir as regras pode pegar até três meses de prisão.

Coreia do Sul informou um aumento súbito no número de infectados: de 602 para 833. Maior parte dos casos foi registrada na cidade de Daegu, que está sendo isolada. A sétima morte causada pela doença também foi confirmada nesta segunda. 

Já o Irã confirmou a 12ª morte causada pela doença. Ao todo, foram registrados 61 infecções. Um parlamentar contestou os dados apresentados pelo governo, afirmando que mais de 50 pessoas já morreram. Na China , foram registradas mais de 77 mil infecções e 2.595 mortes.

Leia também: Coronavírus: número de casos suspeitos no país cai para dois

Outros países do Oriente Médio, como Kuwait, Bahrein e Líbano, registraram os primeiros casos de coronavírus no último final de semana. O aumento no número de países que registraram casos de coronavírus colocou os especialistas em alerta para o risco de uma pandemia da doença. 

Fonte: IG Saúde
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana