conecte-se conosco


Internacional

China constata mais 17 casos de pneumonia viral

Avatar

Publicado

As autoridades chinesas anunciaram neste domingo (19) que identificaram mais 17 pessoas infectadas no país com uma nova forma de pneumonia viral, que matou duas vítimas e colocou outros países em alerta.

No total, 62 casos do novo coronavírus foram registrados pela Comissão Municipal de Saúde da cidade de Wuhan, mas 19 receberam alta de um hospital, enquanto dois homens na faixa dos 60 anos morreram. Pelo menos meia dúzia de países da Ásia adotaram medidas excepcionais para evitar a doença.

Sintomas

Investigadores do Centro de Análise Global de Doenças Infecciosas, que assessora instituições como a Organização Mundial de Saúde (OMS), estimam que ” 1.723 casos” em Wuhan apresentavam sintomas da doença desde o último dia 12.

FILE PHOTO: People walk past newly built residential flats in Shenzhen, Guangdong Province, China October 26, 2019. REUTERS/Tyrone Siu/File Photo

Pneumonia viral deixa grande parte da população da China preocupada com efeitos da doença               Tyrone Siu/Reuters/direitos reservados

O alerta de disseminação do vírus foi dado esta semana pela OMS, depois que os três primeiros casos constatados fora da China foram conhecidos na Tailândia e no Japão. As três vítimas haviam visitado a cidade de Wuhan, na China, recentemente.

Os casos de pneumonia viral alimentaram receios sobre uma potencial epidemia, depois de uma investigação ter identificado a doença como um novo tipo de coronavírus, uma espécie de vírus que causa infecções respiratórias em seres humanos e animais e são transmitidos através da tosse, espirros ou contacto físico.

Os Estados Unidos anunciaram que vão monitorizar os passageiros dos voos provenientes de Wuhan para nos aeroportos em Los Angeles, São Francisco e Nova Iorque.

Edição:
Fonte: EBC
Comentários Facebook

Internacional

Órgão do Parlamento chinês pode adiar sessão por causa do coronavírus

Avatar

Publicado

O Comitê Permanente da Assembleia Popular Nacional (APN), o mais alto órgão legislativo da China, vai se reunir no fim deste mês para deliberar sobre um projeto de adiamento e sua sessão anual.

O tema foi proposto nesta segunda-feira (17), em reunião do Conselho dos Presidentes do Comitê Permanente da APN.

O porta-voz da Comissão dos Assuntos Legislativos da APN, Zang Tiewei, informou que a terceira sessão anual da 13ª APN estava originalmente planejada para ser aberta em 5 de março, em Pequim, e os preparativos para a sessão chegaram a ser feitos, mas, depois do surto de Covid-19, a prevenção e o controle da epidemia se tornaram o mais importante trabalho. Zang Tiewei disse que agora o momento é crucial para controlar a propagação e vencer a batalha, então nenhum esforço deve ser poupado.

Muitos dos quase 3 mil deputados da APN, incluindo funcionários dirigentes nos níveis municipais e provinciais e em outras áreas, estão combatendo nas linhas de frente da batalha contra a epidemia.

Após avaliação cuidadosa, o Conselho dos Presidentes entendeu que é necessário adiar a sessão legislativa anual para permitir que os esforços sejam concentrados na contenção da epidemia. Isso está de acordo com a colocação da vida e saúde da população na máxima prioridade.

Segundo a Constituição e leis relevantes, a APN se reúne em sessão uma vez por ano e é convocada pelo seu Comitê Permanente. A decisão de adiar a sessão precisa ser tomada pelo mesmo órgão.

O Comitê Permanente da APN deve se reunir em 24 de fevereiro em Pequim,  e um dos itens na agenda é deliberar o adiamento da sessão legislativa anual, como foi definido na reunião do Conselho dos Presidentes nesta segunda-feira.

Ao mesmo tempo, o Comitê Permanente da APN também se preparará para revisões das leis relacionadas à prevenção e controle da epidemia.

Fonte: EBC
Comentários Facebook
Continue lendo

Internacional

Saudações do imperador japonês em seu aniversário são canceladas

Avatar

Publicado

Em razão da disseminação do coronavírus, a Agência da Casa Imperial do Japão cancelou a aparição em balcão do palácio do imperador Naruhito, que receberia as saudações do público no seu aniversário, dia 23.

A aparição seria a primeira a se realizar no aniversário de Naruhito desde a sua ascensão ao trono de imperador em maio.

Todos os anos, saudações públicas são realizadas no aniversário do imperador e em 2 de janeiro. Mais de 68 mil pessoas aglomeraram-se junto a um dos portões do Palácio Imperial no segundo dia do ano para receber saudações do monarca.

Este será o segundo cancelamento de saudações públicas em data de aniversário de imperadores.

O cancelamento anterior foi em 1996, no período da crise dos reféns na Embaixada do Japão no Peru. 
 

Edição: –

Fonte: EBC
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana