conecte-se conosco


Mulher

Dicas de decoração: 3 ideias práticas para compor uma mesa posta para o verão

Avatar

Publicado

source
mesa posta para o verão arrow-options
Arquivo pessoal

Peças em melamina são ótimas para composição de mesas em área molhada

Vai receber os amigos em casa na estação mais ensolarada do ano? Que tal montar uma decoração criativa para curtir o momento ao lado de pessoas queridas? 

Na proposta de mesa posta para o verão, a ideia é adotar peças práticas e que se adequem às áreas molhadas, quando a proposta for montar composições na praia ou piscina.

As peças em melamina são uma ótima opção. À primeira vista, a louça em melamina se parece muito com uma porcelana. Na verdade, trata-se de um composto sintético altamente resistente, possuindo uma durabilidade superior ao vidro e à porcelana. 

Leia também: Qual o impacto do uso de celulares durante as refeições?

Outras vantagens são a não retenção de cheiro ou sabor e a resistência a quedas e atrito.

peca em bambuarrow-options
Arquivo pessoal

Utensílios feitos em bambu possuem um agente natural antibacteriano

As peças em melamina já são consagradas e bastante utilizadas nos Estados Unidos, por exemplo. No Brasil, já é possível encontrar modelos com estampas lindas. 

Aposte em peças com esse material quando a ideia for montar uma proposta descontraída de mesa posta em áreas molhadas.

Outro material que combina com a proposta de mesas para o verão e tem ganhado destaque é o bambu . Os utensílios feitos desse material possuem um agente natural antibacteriano que previne a proliferação de bactérias.

Uma outra vantagem das peças em bambu são a sua maior resistência em comparação a peças em madeira, além de serem mais leves e com design moderno.

Nas composições de mesas para o verão , é possível usar peças em bambu para dispor os talheres, servir os aperitivos ou até preparar drinks.

Em relação a elementos têxteis, aposte em jogos americanos, passadeiras ou toalhas com tecido impermeável, também chamado acquablock.

Leia também: Como usar a Classic Blue – cor da Pantone para 2020 – na decoração e na mesa posta

Tecido Acquablock da Karsten arrow-options
Divulgação

Acquablock é um tecido que protege contra a ação da luz solar e repele a água

Acquablock é um tecido com diversas propriedades e características tecnológicas. Além de proteger contra a ação da luz solar, ele repele a água. A Karsten foi a primeira marca brasileira a desenvolver um tecido exclusivo com essas características.

Existem diversas opções de estampas disponíveis no mercado, inclusive com temática verão, basta escolher o modelo que mais agrada. A passadeira ou trilho, por exemplo, pode ser usada na mesa e também decorando um aparador ou móvel de apoio. 

Leia também: Bodas de casamento: que tal comemorar montando uma mesa posta temática?

Gostaram das dicas da mesa posta para o verão? Animados para receber os amigos em casa e confraternizar durante a estação mais ensolarada do ano?

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook

Mulher

Mulher fala como é ter vício em sexo: “Desmarcava qualquer coisa para transar”

Avatar

Publicado

source

A britânica Frankie Considine, de 28 anos, diz que o vício em sexo quase destruiu sua vida. Ela conta que, desde que perdeu a virgindade – aos 14 anos – já dormiu com mais de 130 homens, chegando a transar com 4 deles em um único dia. 

mulher arrow-options
Adrian Orange/The Sun

Viciada em sexo, Frankie desabafa e diz que doença quase destruiu sua vida

“Eu só conseguia funcionar e fazer minhas obrigações do dia se soubesse que, em algum momento, haveria sexo ”, explica ela, que conta se relacionar predominantemente com amigos de amigos e ex-namorados, mas também com pessoas que conhece em aplicativos de encontros. 

Frankie foi diagnosticada como viciada sexual há apenas dois anos, mas convive com o distúrbio desde que consegue se lembrar da sua vida sexual. “Perdi minha virgindade aos 14 e, aos 16, iniciei um namoro de quatro anos. Mesmo que eu o amasse, não conseguia evitar as traições ”, recorda ela, em entrevista ao portal The Sun

Leia mais: Viciada em sexo dá detalhes sobre como problema atrapalha sua vida

O quadro, então, piorou após o falecimento da sua mãe. “Quando minha mãe morreu eu tinha 20 anos. Terminei o namoro e comecei a usar o sexo para lidar com o luto. Eu estava desesperada por atenção e contato com outras pessoas e essa foi a maneira que encontrei de lidar”, diz.

Foi nessa fase que Frankie conta ter se envolvido com a maior quantidade de homens. Foi quando viveu o episódio de quatro transas em um único dia. “Eu tive um encontro pela manhã, nós ficamos e depois eu levei meu carro para o mecânico. Naquele dia eu ainda dormi com o mecânico e um amigo e, logo depois, saí para outro encontro”, relembra ela. 

Além da forma como o sexo absorveu sua vida prática, a mulher diz que as outras relações interpessoais também ficaram de lado, trazendo problemas. “Eu desmarcava qualquer coisa com amigos se fosse para transar. Eu inventava doenças no trabalho. Me tornei ausente”, diz. 

Como praticava todas as relações sem proteção ou anticoncepcionais – conta ela – as infecções também não demoraram a aparecer. “Tive muitas IST’s . Fui infectada com o vírus HPV em 2013 e depois cheguei a ter clamídia duas vezes”, conta ela. 

Leia mais: Viciado em sexo descreve processo difícil em busca de cura

O maior problema, porém, surgiu em 2014, quando Frankie descobriu que estava grávida . “Eu não fazia ideia de quem poderia ser o pai. Tinha cinco ou seis opções e não poderia recorrer a ninguém. Foi quando tomei a decisão de um aborto”, conta. Para Frankie, o episódio foi decisivo para que ela procurasse ajuda. 

Na terapia, ela entendeu a raiz de alguns dos seus problemas e recebeu o diagnóstico de vício em sexo. “Foi um alívio para mim perceber que eu não era um monstro, que muitas das coisas não eram minha culpa”, explica ela. Segundo Frankie, o principal motivador para o seu vício era a necessidade de atenção. 

“Meus pais se divorciaram quando eu tinha 13 anos. Fiquei com meu pai, que é taxista e passava o dia inteiro fora de casa. Eu lembro de procurar chats na internet para conseguir conversar com alguém”, lembra. 

Hoje, Frankie diz que seu tratamento envolve mais calma e consciência nas relações. “O sexo funciona como uma droga pra mim, eu sei que me faz mal. Por isso, quando conheço alguém, vou com calma, quero conhecer a pessoa”, diz ela. 

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Já aproveitei, mas tem mais! Como não perder o pique no carnaval?

Avatar

Publicado

source

O carnaval com certeza é a festa mais animada do ano: todo mundo dança, pula e se diverte. Isso pode fazer com que, no meio do feriado, você sinta muito cansaço. Mas não vai desistir de aproveitar, né? Por isso, saiba como não perder o pique do carnaval quando bater aquela exaustão depois dos primeiros dias.

Leia mais: No Carnaval, Google Maps mostra blocos de rua e vias interditadas

Manter-se hidratado é essencial para aguentar todos os dias de carnaval arrow-options
Elena Fragoso/Shutterstock

Manter-se hidratado é essencial para aguentar todos os dias de carnaval

Antes de mais nada, o carnaval já é uma atividade aeróbica, segundo o educador físico Robson Caetano. Por isso, o ideal é que nos preparemos para a chegada dele. Mas, quando isso não acontece, ainda existem formas de melhorar a disposição.

Se você está pensando nos energéticos , essa não é a aposta de Robson: “Os energéticos são ricos em carboidratos e possuem um alto teor de açúcar. Quando misturados com outras bebidas, principalmente alcóolicas, normalmente te levam a uma falsa sensação de bem estar e energia”.

Ao invés disso, o corpo, na verdade, está se forçando a reter uma energia para qual não está totalmente condicionado.

O educador diz que para aguentar os dias de folia, é preciso ter bastante força nas pernas. Então uma dica é fazer alguns alongamentos . Por exemplo, ele explica que dá para alongar a parte de trás das pernas, apenas apoiando as mãos numa parede e levantando as panturrilhas.

Outro alongamento indicado por Robson é para o quadríceps, realizando uma flexão dos joelhos em pé (apenas descendo e subindo).

Ele também recomenda alongar a parte posterior da coxa, e para isso o ideal é flexionar o joelho da perna que ficará na frente, enquanto estica totalmente a outra perna.

Leia mais: Pabllo Vittar, Michel Teló e mais blocos de Carnaval invadem São Paulo

Esses exercícios devem ajudar a ter mais resistência para a festa, pois com a musculatura flexível, há uma melhora da nossa performance corporal.

Mas além deles, Robson diz que ingerir alimentos ricos em carboidratos ajuda muito, pois assim evitamos as contrações musculares involuntárias. Ou seja, se alimentar bem é essencial para não ser surpreendido por aquela famosa cãimbra.

Como o gasto energético durante o carnaval é bem alto, há uma exigência maior para que o nosso corpo reponha energia. Pensando nisso, o principal é manter-se hidratado e alimentado de muitos nutrientes, fugindo dos industrializados.

O outro ponto de destaque que o educador coloca é dormir bem . Se você está muito cansado, deve dormir de 6 a 8 horas para aproveitar o outro dia. Isso ajuda na multiplicação de células no nosso corpo, o que mantém a disposição e melhora o humor.

Leia mais: Carnaval em São Paulo: confira o que abre e o que fecha durante o feriado

Portanto, já sabe: nada de energéticos, mas sim fazer alongamentos, boa alimentação e bom sono para recarregar as forças. Com essas dicas, você irá aproveitar bastante e não vai perder o pique do carnaval.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana