conecte-se conosco


Nacional

Em meio à crise no Rio, Cedae exonera um chefe de Estação de Tratamento de Água

Publicado

Nacional

fachada de estação de tratamento de água arrow-options
Cedae / Reprodução

Cedae

Após 12 dias de crise no fornecimento de água, com críticas de moradores quanto à sua qualidade, a Cedae decidiu exonerar o chefe da Estação de Tratamento de Água (ETA) Guandu, Júlio César Antunes, que acumula 30 anos na empresa.

A decisão foi tomada no mesmo dia em que o governador Wilson Witzel, por meio de suas redes sociais, criticou a companhia: “São inadmissíveis os transtornos que a população vem sofrendo por causa do problema na água fornecida pela Cedae”. Witzel disse ainda que determinou “apuração rigorosa tanto da qualidade da água quanto dos processos de gestão da companhia”.

Leia também: Witzel diz que pediu apuração rigorosa da qualidade da água da Cedae

Nesta quarta-feira (15), o presidente da Cedae, Hélio Cabral, concederá entrevista coletiva junto ao corpo técnico da empresa para detalhar que outras medidas serão tomadas.

Comentários Facebook
Veja Também  Mais de 30 detentos com Covid-19 usam túnel para fugir de cadeia no Paraná

Nacional

Boate Kiss: Bombeiros são condenados por concessão irregular de alvará

Avatar

Publicado


source
Boate Kiss
Wilson Dias/Arquivo Agência Brasil

Incêndio na Boate Kiss completará 8 anos em 27 de janeiro de 2021.

Dois bombeiros foram condenados pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul pela concessão irregular de alvará para a Boate Kiss , na cidade de Santa Maria. O estabelecimento ficou conhecido depois que um incêndio no local matou 242 pessoas e deixou outras centenas feridas em 27 de janeiro de 2013.

Inicialmente, Daniel da Silva Adriano e Altair de Freitas Cunha tinham sido inocentados na primeira instância. O Ministério Público (MP) recorreu da decisão.

A decisão de condenação foi publicada na última sexta-feira (18) e divulgada ontem (22). Segundo o acórdão, Daniel, ex-chefe da seção de Prevenção de Incêndio do Corpo de Bombeiros, e Altair, ex-comandante do 4º Comando Regional de Bombeiros, tiveram seus direitos políticos suspensos por três anos, foram proibidos firmar contratos e de receber benefícios e incentivos fiscais do poder público. Além disso, eles terão que pagar multa.

Veja Também  Ciro Gomes não acredita na eleição de bolsonaristas explícitos

Em nota, o Ministério Público disse que as condenações são frutos da prática de atos de improbidade administrativa. “As condenações decorrem do reconhecimento da prática de atos de improbidade administrativas por adoção indiscriminada de software para expedição de alvarás de prevenção contra incêndio em desacordo com a legislação, tendo os réus assumido, portanto, o risco de implantação de sistema deficiente para a finalidade a que se destinava em nome de maior produtividade e sem amparo legal”, afirmou.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Homem assume assassinato de ex-companheira e bebê de 3 meses por ciúmes

Avatar

Publicado


source
undefined
O Dia

Homem confessa ter matado ex-companheira e bebê de 3 meses por ciúmes

Um homem confessou à polícia ter matado a ex-companheira e o bebê , de três meses, após ser preso em Itapema, no Litoral Norte de Santa Catarina, na madrugada desta quarta-feira (23). As informações são do G1

Os corpos foram encontrados enterrados em uma mata  em Rio dos Cedros, no Vale do Itajaí, uma semana depois de terem desaparecido. A principal suspeita é que o homem, de 34 anos, tenha colocado v eneno em um pedaço de carne servido à ex-companheira Josieli Lopes, 36. O bebê teria ingerido o veneno ao mamar.

De acordo com o delegado que acompanha o caso, o crime teria sido premeditado e a motivação, segundo depoimento do próprio homem, foi ciúmes, após descobrir que ela estaria em outro relacionamento

Veja Também  Ciro Gomes não acredita na eleição de bolsonaristas explícitos

“Ele arrumou um veneno e colocou na carne para a ex-companheira. O bebê mamou. A mãe começou a passar mal e o ex-companheiro, a pretexto de socorrê-la, colocou os dois no carro e foi até a cidade de Rio dos Cedros e ocultou o cadáver dessas duas pessoas que já estavam mortas, provavelmente, dentro do carro”, contou o delegado Diogo Medeiros, em depoimento ao portal.

A polícia foi acionada pelo filho mais velho da vítima, de 17 anos, após receber mensagens estranhas do celular da mãe e desconfiar que não foram escritas por ela. Josieli estava desaparecida desde o dia 15 de setembro.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana