conecte-se conosco


Sem categoria

AÇÚCAR/RETRO 2019: Preço do cristal na safra 2019/20 sobe 3,3% em SP

Publicado

Sem categoria

Clique aqui e baixe o release completo em word.

Cepea, 07/01/2020 – A safra 2019/20 foi a segunda consecutiva em que usinas do estado de São Paulo direcionaram maior quantidade da cana-de-açúcar para a produção do etanol em detrimento do açúcar. No entanto, ao contrário do que aconteceu em 2018 – quando os preços do cristal não subiram frente à queda na produção –, em 2019, houve pequeno aumento no preço médio negociado no mercado à vista, segundo dados do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP.

 

De abril/19 a dezembro/19, a média do Indicador CEPEA/ESALQ do açúcar cristal foi de R$ 65,46/saca de 50 kg, alta de 3,3% em relação à da temporada anterior (de R$ 63,36/saca de 50 kg de abril/18 a dezembro/18), em termos reais – os valores foram deflacionados pelo IGP-DI de novembro/19.

 

Segundo a Unica (União da Indústria de Cana-de-Açúcar), de abril/19 a novembro/19, usinas paulistas moeram 337,332 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, volume 4,63% superior ao processado em igual período da safra anterior. Desse total, 58,93% foram direcionados à produção de etanol e 41,07%, ao açúcar. A produção de açúcar somou 18,33 milhões de toneladas, 2,86% acima do registrado no mesmo período da temporada passada.

 

A moagem da cana-de-açúcar da safra 2019/20 teve início em abril/19 nas usinas paulistas, com atraso de cerca de uma semana frente a 2018/19. De acordo com levantamento do Cepea, naquele período, a ocorrência de chuvas dificultou a colheita nas lavouras. Nos meses seguintes, o volume de precipitações foi menor, favorecendo a produção, que seguiu sem muitas interrupções. Com isso, até o final de novembro, 88% das usinas de São Paulo já haviam encerrado a moagem, antecipando em aproximadamente 11 dias em relação ao final da temporada passada.

Veja Também  SOJA/CEPEA: China volta a comprar nos EUA e demanda externa por produto do BR diminui

 

Segundo pesquisadores do Cepea, como de costume, os primeiros lotes da cana colhidos foram utilizados para a produção do etanol, de forma que a oferta do açúcar para o mercado spot foi baixa até o mês de maio. A disponibilidade no mercado spot começou a aumentar somente a partir de junho, e o período de maior liquidez foi entre julho e setembro, voltando a ser mais abundante nas primeiras semanas de dezembro. No geral, a demanda esteve mais aquecida em 2019 frente ao ano anterior. Dados do Cepea mostram que as vendas totais de açúcar (contrato, spot e varejo) das usinas do estado de São Paulo na safra 2019/20 (até novembro/19) foram 8,41% maiores se comparadas às do mesmo período de 2018.

 

Quanto aos preços, as médias mensais do Indicador CEPEA/ESALQ de abril/19 a agosto/19 estiveram acima das registradas nos mesmos períodos de 2018. Já de setembro/19 a dezembro/19, as médias estiveram inferiores às verificadas de setembro/18 a dezembro/18.

 

INTERNACIONAL – A safra internacional do açúcar 2018/19 (finalizada em setembro/19) foi estimada com superávit de 1,83 milhão de toneladas pela a OIA (Organização Internacional do Açúcar). Já para a temporada 2019/20 (iniciada em outubro/19), a OIA estima déficit de 6,11 milhões de toneladas.

 

Segundo a Secretaria de Comércio Exterior, de janeiro a dezembro de 2019, o Brasil exportou 18,432 milhões de toneladas de açúcar, gerando receita de US$ 5,346 bilhões. No mesmo período do ano passado, o volume embarcado somou 21,438 milhões de toneladas e a receita, US$ 6,559 bilhões.

 

NORDESTE – Os preços de açúcar no spot estiveram em alta em quase todo primeiro semestre de 2019, especialmente de maio a junho, quando a oferta esteve baixa, devido à entressafra. Nestes meses, compradores adquiriram açúcar de outros estados, especialmente do Centro-Sul do País, o que é comum para o período. Ainda assim, a disponibilidade do adoçante esteve restrita, uma vez que mais cana foi direcionada à produção de etanol em todo o Brasil.

Veja Também  Dias da árvore e limpeza têm distribuição de mudas, plantio e mutirão.

 

Já em julho, a transferência do açúcar do Centro-Sul ao Nordeste ocorreu de maneira mais expressiva. Algumas usinas – que começariam a moagem da nova safra 2019/20 na primeira semana de agosto e outras em setembro – adiaram as atividades por alguns dias, devido às chuvas na região. O início da moagem da nova safra, por sua vez, priorizou a produção de açúcar VHP. Com a safra evoluindo bem, os volumes de açúcar cristal negociados em setembro aumentaram, mas os preços seguiram estáveis.

 

A partir de outubro, a oferta do adoçante aumentou. Algumas unidades produtoras estavam com necessidade de “fazer caixa”, fazendo com que estas cedessem em suas ofertas. No início de dezembro, as cotações voltaram a se estabilizar, mas parte dos vendedores aumentou os valores de suas ofertas, fundamentada nos preços firmes no Centro-Sul e no mercado internacional.

 

De acordo com o Sistema de Acompanhamento da Produção Canavieira (Sapcana), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), de 1ª de abril a 15 de novembro de 2019, o Nordeste do País produziu 21,87 milhões de cana-de-açúcar e 1,11 milhão de toneladas de açúcar, aumentos respectivos de 7% e de 3% em relação ao mesmo período da safra passada.

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA: Outras informações podem ser obtidas por meio da Comunicação do Cepea: (19) 3429 8836 / 8837 e [email protected]

Comentários Facebook

Sem categoria

PRTB lança pré-candidatura de Neninho da Nevada e Adilsinho (PODEMOS) à Prefeito e Vice. Pré-candidatura foi oficializada na noite desta terça-feira (15).

Kayan Henrique

Publicado

O Empresario Edegar José Bernardes (PRTB) apresentou, na noite desta terça-feira (15)o então presidente da câmara Adilsinho (PODEMOS), como pré-candidato a vice-prefeito de Nova Ubiratã (MT) em sua futura chapa que disputará as eleições municipais deste ano.

O lançamento da pré-candidatura do Neninho da nevada acontece após diversos partidos políticos realizarem pré-convenções e demonstrarem total apoio à candidatura do empresário . “Nós ficamos muito felizes com o apoio demonstrado pelos partidos e queremos retribuir o carinho que recebemos do povo de Nova Ubiratã”, afirmou o empresário.

 A futura coligação, à frente da qual o empresário Edegar José Bernardes e Adilsinho disputarão o pleito ao cargo majoritário, será formada pelos partidos
PRTB – Podemos (majoritária)
PSL – PROS – PSD – PP – PL-PSB(proporcionais) que já apresentaram seus pré-candidatos a vereador.

Edegar José Bernardi, tem 50 anos, atua como comerciante em Nova Ubiratã. Edegar conhecido como Neninho já trabalhou em serraria e lavouras em pequenas e grandes propriedades rurais do município. 
“Estou à disposição da comunidade para continuar servindo a esta cidade que me deu tudo. Sou um homem feliz, e quero retribuir com trabalho, honestidade e seriedade ao povo Ubirataense”, disse o pré-candidato

Veja Também  Desenho de aluno da EMEB Manoel João de Arruda é eleito para Selo em 2021

Como pré-candidato a vice-prefeito, o Adilsinho da Obras ainda então vereador entre os anos de 2016 e 2020, além de ter trabalhado na Secretaria de Obras desde o ano 2000. “É uma honra estar ao lado do Neninho da Nevada . Temos uma equipe unida com o propósito de fazer uma nova política e dar o melhor para Nova Ubiratã. Servir à população entendendo suas necessidades e sonhos”, comenta Adilsinho.  

Comentários Facebook
Continue lendo

Sem categoria

TCE-MT promove live com Mandetta, Nogueira e Maluf nesta quinta-feira, 17

Avatar

Publicado


.

A Escola Superior de Contas do Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) promove, às 14h da próxima quinta-feira (17), a live “O SUS e a Pandemia – experiências e perspectivas”. O tema será abordado pelo ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta e pelo presidente da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), conselheiro Fábio Túlio Nogueira (TCE-PB), tendo como debatedor o presidente do TCE-MT, conselheiro Guilherme Antonio Maluf.

Supervisor da Escola Superior de Contas, o conselheiro Luiz Henrique Lima fará a abertura do debate, que será transmitido pelo canal do TCE Mato Grosso no YouTube e no perfil do Facebook.

Iniciativa da Escola Superior de Contas, a realização da live conta com o apoio das Secretarias de Articulação Institucional (SAI), de Tecnologia da Informação (STI) e de Comunicação (Secom) do TCE-MT.

Os vídeos de todas as lives estão disponíveis no canal do TCE Mato Grosso no YouTube (Clique aqui).

 

Secretaria de Comunicação/TCE-MT
E-mail: [email protected]

Fonte: TCE MT

Comentários Facebook
Veja Também  SOJA/CEPEA: China volta a comprar nos EUA e demanda externa por produto do BR diminui
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana