conecte-se conosco


''Uma dose de amor

Assistência Social fecha 2019 com saldo positivo das ações e mais de 100 mil atendimentos

Avatar

Publicado

Vicente Aquino

 

Clique para ampliar

A Secretaria Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano (SMASDH) encerra mais um ano da gestão Emanuel Pinheiro com saldo positivo das ações. Os atendimentos na rede, formada por 60 unidades, chegaram a mais de 100 mil.

Cotidianamente, a equipe da Assistência Social desenvolve serviços que contemplam atividades individuais e coletivas, como: acolhimentos, visitas domiciliares, oficinas, palestras, abordagens sociais, participações em ações de cidadania aos sábados, entre outros.

De acordo com a avaliação do secretário municipal de Assistência Social, Wilton Coelho, o ano de 2019 foi de muitos desafios, mas também de muitos resultados exitosos. “Dentre as realizações alcançadas esse ano, tivemos o primeiro concurso público voltado especificamente para atender a Pasta. Mais de 288 candidatos aprovados serão convocados até o final de dezembro e serão empossados já no mês de fevereiro. Esse é o primeiro concurso voltado especificamente para atender da Secretaria”, declarou.

CRAS – Muitas unidades totalmente reformadas e revitalizadas foram entregues à população. Até o final da atual administração, todas as unidades dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) passarão por reforma completa da estrutura, sendo essas as portas de entrada para o acesso e inclusão nos programas sociais ofertados pelo Governo Federal.

As unidades que já receberam as obras de revitalização predial que compreendem serviços de pintura, adequação das salas de atendimento, banheiros adaptados para atender as Pessoas com Deficiência (PCD), além de instalações elétricas novas foram dos bairros Tijucal, Osmar Cabral, Pedra 90, Jardim União, Novo Colorado e Pedregal. Agora faltam as unidades do Getúlio Vargas, Nova Esperança, Planalto, Novo Colorado, CPA, Dom Aquino, Praeiro, Jardim Araçá e Dr. Fábio que serão entregues em 2020.

CREAS – Além dos CRAS, a população pôde procurar o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS).  Os Centros Especializados cuidam especialmente de pessoas vítimas de violência e adolescentes em conflito com a lei.

A unidade que fica na região do centro de Cuiabá foi reformada e entregue à população, com um espaço todo equipado, com salas multiuso, refeitório, cozinha, administração, recepção, área para funcionários e banheiros femininos e masculinos. Já a unidade da região Norte, que fica no bairro Morada do Ouro, as obras estão em andamento, com previsão de entrega no primeiro semestre do próximo ano.

CCI – Mais de 1.500 idosos foram atendido na rede que é composta por quatro CCI’s, sendo eles o Padre Firmo, localizado no centro, o João Guerreiro, na região do Coxipó, Maria Ignês, no CPA e o Aidee Pereira, no bairro Novo Horizonte. Apenas a unidade do CPA, Aidee Pereira ainda não foi reformado, com as obras em andamento.

As unidades passaram por reforma completa, sendo realizados serviços de pintura, troca de telhado, piso, troca da parte elétrica, portas e janelas, melhorias nos banheiros e acessibilidade. Além disso, foram realizados serviços de jardinagem, calçadas e meio-fio e a instalação de novos equipamentos para a prática de exercícios físicos e de lazer.

SIMININA- Cerca de 1,2 mil meninas são atendidas nas 16 unidades e uma série de atividades que foram implantadas: aulas de inglês, balé, reforço escolar, cuidados médicos e psicológicos reforçados e entrega de óculos. Agora, o programa conta também com o Jovem Siminina, trazendo o atendimento para as meninas na faixa etária acima dos 14 anos, preparando-as para o mercado de trabalho.

As meninas são preparadas para um futuro em que elas sejam as protagonistas de suas histórias, sendo uma das características mais marcantes. Atividades lúdicas e desafiadores têm levado as pequenas participantes a se descobrirem de diversas formas, a partir da valorização da beleza particular de cada uma, bem como dos sonhos que almejam conquistar já na vida adulta.

QUALIFICA CUIABÁ 300 – Com objetivo de Trabalhar a educação profissionalizante nas comunidades mais carentes, levando inclusão social e gerando profissionais qualificados para o mercado, foi lançado o projeto ‘Qualifica Cuiabá 300’ em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Ao todo já foram entregues 1.171 certificados, sendo 469 participantes da 1ª e 702 da 2ª etapa. Ao todo serão mais de 100 turmas dentre os cursos ofertados. A 3ª etapa inicia no mês de fevereiro. “Um fato que merece destaque nesse projeto de qualificação profissional são as vagas destinadas aos imigrantes presentes na Capital. Mais de 30 pessoas, entre venezuelanos, haitianos, japoneses, entre outros já foram capacitados e muitos desses já estão no mercado de trabalho”, ressaltou Coelho.

Além da parceria com o Senai, uma edição especial voltada para as mulheres com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) foi realizado. Foram 39 turmas, com uma média de 20 participantes em cada sala, nas áreas da beleza e alimentação e com a carga horária média de 90 horas. Apesar de cursos de curta duração, em diferentes áreas como produção de salgados, bolos, pães, técnicas de depilação em cera e egípcia, designers de sobrancelhas, manicure e pedicure e pintura em tecido. Ao todo, quase 5 mil pessoas serão atendidas pelo programa.

CASA DE AMPARO- A Prefeitura de Cuiabá entregou a reforma inédita da nova Casa de Amparo – Vilma Benedita Rodrigues. A unidade de acolhimento institucional que funcionava temporariamente em outro endereço atendeu, até o momento, 63 mulheres, além de 75 crianças num total de 138 auxílios sociais efetuados em 2019. A capacidade da sede é de 22 mulheres vítimas de violência doméstica, acompanhas ou não de seus filhos.

São 29 espaços, com novas mobílias e estrutura física amplamente reformulada na parte estrutural que passa a contar com salas de coordenação, acolhimento, administrativo, psicossocial, brinquedoteca, refeitório, cozinha, dispensa, lavanderia, salão multiuso, refeitório, cozinha, almoxarifado, seis quartos, seis banheiros, horta, parque infantil e academia ao ar livre.

NATAL SEM FOME- Como encerramento das atividades, desenvolvida também pela primeira-dama Márcia Pinheiro, a campanha Natal sem Fome, que pelo terceiro ano de realização, arrecadou em torno de 12 mil cestas, equivalente a mais de 200 mil quilos, os quais são direcionados a famílias em vulnerabilidade social.

“O sentimento é de dever cumprido, mas com a certeza de que ainda há muito que ser feito para essa faixa da população que precisa dos cuidados da administração pública. Entendemos que não é fácil, são vários caminhos a serem percorridos. É o bem comum que nos move a continuar lutando por melhorias e qualidade de vida. Em 2020 continuaremos trabalhando para oferecer serviços, ainda com mais qualidade, à população, finalizou Wilton Coelho.

Comentários Facebook

''SOLIDARIEDADE''

SOLIDARIEDADE: UCT de Sinop precisa de sangue

Fernando Da Redação

Publicado

A Unidade de Coleta e Transfusão de Sangue de Sinop (UCT) está com estoque de sangue reduzido devido à baixa procura por conta da pandemia do coronavírus. A unidade está organizando os atendimentos por meio de agendamentos via telefones (66) 3531-7325 e (66) 9 9292-2634.

As doações são realizadas de segunda-feira a sextas-feira, das 7h às 12h. É necessário levar documento com foto, CEP atualizado e cartão SUS.

Conforme a coordenadora da UCT, Rúbia Vanesca Dal Maso, todos os protocolos de não aglomeração no espaço estão sendo seguidos e, por isso, a necessidade de se intercalar períodos para recebimento do cidadão. “Estamos vivendo em cenário onde toda precaução é necessária por conta do COVID-19. No entanto, agora, mais do que nunca, precisamos que os doadores continuem contribuindo com o banco de sangue. Então, pedimos encarecidamente que continuem doando. Estamos à disposição nos telefones disponibilizados para esclarecer qualquer dúvida e também agendar a doação. Nossa equipe está preparada para atender de forma segura e responsável”, frisa.

A coordenadora pontua, ainda, que pessoas com os sintomas da doença como tosse, febre e dificuldades para respirar não podem realizar a doação.

QUEM PODE DOAR – Qualquer pessoa que esteja bem de saúde, na faixa etária de 16 a 69 anos, pode ser um doador de sangue. Os interessados devem comparecer à UCT, munidos de um documento pessoal com foto, e estar com peso superior a 50 quilos.

RECOMENDAÇÕES NO DIA DA DOAÇÃO – não ir doar em jejum, não ingerir bebida alcoólica nas 12 horas anteriores à doação, evitar fumar duas horas antes e evitar ingerir alimentos gordurosos.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o ato de doar sangue pode salvar até três vidas, isso porque todo sangue recebido é separado em diferentes componentes (hemácias, plaquetas, plasma e outros) e, assim, beneficiar mais de um paciente com apenas uma unidade coletada.

Fonte: Assessoria da Prefeitura de Sinop.

Comentários Facebook
Continue lendo

''Uma dose de amor

Jovem com vitiligo promove autoaceitação criando ilustrações sobre a pele

Avatar

Publicado

Ash Soto, da Flórida, Estados Unidos, foi diagnosticada com vitiligo – condição que causa despigmentação na pele – aos 12 anos. Ela conta que, na época, ouviu diversos comentários maldosos sobre as manchas. Isso a deixou insegura a ponto de parar de usar biquínis e outras peças de roupa que deixavam o corpo à mostra. Hoje aos 24 anos, a jovem está superando essa questão com um projeto viral no Instagram.

Leia também: Modelo com vitiligo dá lição de autoestima: “Não estou sofrendo”

Ash Soto
Reprodução/Instagram/radiantbambi

Por causa do vitiligo, Ash sofreu bullying durante a infância e deixou de usar roupas que mostrassem o corpo

“Quando as manchas nos meus cotovelos e braços começaram a ficar maiores, me senti indefesa. [As crianças] agiam como se eu fosse contagiosa. Já fui chamada de vaca e perguntavam se eu estava tentando ser branca”, conta em entrevista à  Barcroft TV .

O bullying afetou a autoconfiança de Ash, que mesmo vivendo em uma região tropical dos EUA, começou a usar casacos e blusas de manga comprida até no verão para esconder as manchas causadas de  vitiligo . “Eu era uma concha da pessoa que costumava ser, não me reconhecia mais”, explica ela.

A relação da jovem com a própria pele mudou quando ela decidiu postar fotos nas redes sociais. “Estava cansada de olhar para a minha pele de uma maneira negativa, não queria ficar triste. Senti que, se pudesse me fortalecer e ter confiança, poderia ensinar aos outros. E se isso significasse me colocar nas redes sociais, eu faria isso”.

Leia também: Revista “Sports Illustrated” traz pela primeira vez modelo com vitiligo

Construindo a autoconfiança pelas redes

Ash com ilustrações inspiradas em Rick e Morty
Reprodução/Instagram/radiantbambi

Ash acumulou 162 mil seguidores no Instagram por causa do projeto com ilustrações sobre as manchas de vitiligo

Ash conta que ficou tão nervosa com a ideia, já que tinha medo de ser criticada, que publicou a primeira foto com as mãos tremendo. Porém, a resposta dos internautas não foi como ela esperava. “Outras pessoas começaram a me escrever, dizendo que também têm essa condição de pele, então nós começamos a compartilhar histórias e eu pensei ‘ai meu Deus, não estou sozinha’”, lembra.

Foi a partir disso que ela começou um novo projeto: criar ilustrações digitais sobre as próprias fotos, desenhando por cima das manchas e “transformando em arte a pele que ela costumava odiar”. No Instagram, ela já acumula 162 mil seguidores e recebe, em média, 12 mil curtidas por imagem.

Isso a ajudou a se tornar ainda mais confiante sobre o próprio corpo – apesar de ainda não se sentir bem para sair das redes e se expor no “mundo real”. “Fico nervosa quando as pessoas veem minha pele, porque muitas ainda encaram. Isso me traz muitas memórias do que passei antes.”

Leia também: Mulher com vitiligo se aceita depois de 30 anos escondendo manchas com maquiagem

E ela afirma ainda estar vivendo essa jornada de aprender a se amar. “Preciso ensinar a mim mesma que não tem problema em ser diferente. Agora, quando me olho no espelho não vejo mais minha pele como a de um monstro, mas como algo que me torna única. Tento me lembrar de todas as coisas que me trouxeram até aqui”, finaliza.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana