conecte-se conosco


''A ponte caiu''

Quatro são presos por violentar menor e mantê-la presa

Avatar

Publicado

Quatro homens foram presos suspeitos de abusar sexualmente e manter uma adolescente de 17 anos em cárcere privado em Confresa, a 1.160 km de Cuiabá, neste sábado (14). Uma outra mulher também foi presa suspeita de dar apoio ao crime.

De acordo com a Polícia Militar, a vítima é de Santa Cruz do Xingu, a 931 km de Cuiabá, e estava em Confresa há alguns dias. Neste sábado, ela tentava voltar para casa quando os suspeitos ofereceram ajuda e a prenderam em uma casa.

O tenente Marcelo Conde disse que a polícia foi ao local após receber uma denúncia anônima. Segundo ele, foi preciso arrombar a porta da casa para conseguir socorrer a menina.

“Usaram da fragilidade dela por não ser da região para se aproveitar dela sexualmente”, disse.

Ao entrarem na casa, os policiais encontraram os quatro suspeitos deitados com a adolescente em um colchão. A suspeita de dar apoio aos homens chegou na residência em uma moto quando os policiais faziam buscas.

Segundo a polícia, ela tentou fugir, mas foi detida, em seguida. Todos os suspeitos foram encaminhados à delegacia.

A família da adolescente não foi localizada, segundo a polícia. A vítima foi entregue ao Conselho Tutelar.

Comentários Facebook

''A ponte caiu''

Polícia Civil prende três pessoas suspeitas de latrocínio em Aripuanã

Avatar

Publicado

Assessoria/PJC-MT

Três pessoas (um homem e duas mulheres, sendo uma delas adolescente) envolvidas no latrocínio que vitimou um casal no município de Aripuanã (1.002 km a noroeste) foram detidas pela Polícia Judiciária Civil do município com apoio da Polícia Militar do estado de Rondônia na quinta-feira (23.01), quando chegavam à cidade de Cacoal. Com os suspeitos foram apreendidas duas caminhonetes subtraídas durante o roubo às vítimas.

As investigações iniciaram na manhã de quinta-feira (23) após o encontro de um cadáver no Mirante da Cachoeira Salto das Andorinhas. O corpo, posteriormente identificado como de Luiz Sérgio da Silva Lechuga foi encontrado com os braços para trás, mãos amarradas, com uma mordaça de pano na boca e um nó atado no pescoço. A vítima tinha também um ferimento na testa, possivelmente causado pela queda ao ser jogado do mirante.

Durante as diligências, os policiais tiveram a informação de que a esposa da vítima também estava desaparecida e que o casal possuía duas caminhonetes, sendo uma Toyota Hilux e uma Ford F-1000, que também não estavam mais na residência. Diante dos fatos, os policiais retornaram ao mirante (onde foi localizado o primeiro corpo) e em local de difícil acesso, localizaram o corpo da segunda vítima.

Em continuidade ao trabalho investigativo, os policiais receberam denúncias sobre duas garotas que estavam conduzindo caminhonetes com características semelhantes aos veículos roubados das vítimas, já entrando na cidade de Cacoal. Com base nas informações, policiais de Aripuanã entraram em contato com a delegacia do município de Rondônia que conseguiu realizar a abordagem dos suspeitos (um homem e duas mulheres) em posse dos dois veículos.

Questionados, um dos suspeitos revelou que as caminhonetes eram produtos do roubo seguido de morte na cidade de Aripuanã, praticado na noite de quarta-feira (22) e confessou que após matar as vítimas jogou os corpos na cachoeira. O suspeito ainda passou informações sobre um quarto envolvido no crime, que seria o responsável pela morte do casal.

As diligências estão em andamento.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

''A ponte caiu''

Operação cumpre mandados em Cuiabá contra quadrilha de roubos/furtos de veículos de locadoras

Avatar

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil, através da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF) de Barra do Garças (509 km a Leste de Cuiabá), com o apoio operacional da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), deflagrou nesta quarta-feira (22.01), a Operação Localiza, que investiga uma associação criminosa responsável por subtrair, mediante fraude, veículos de propriedade de locadoras em todo o Estado Mato Grosso.

Na operação, as equipes da GCCO ficaram responsáveis por três ordens judiciais, expedidas pela comarca de Barra do Garças com base nas investigações da DERF, do município, sendo cumpridos um mandado de prisão preventiva e dois de busca e apreensão domiciliar em Cuiabá.

De acordo com o delegado da DERF Barra do Garças, Nélder Martins Pereira, responsável pelas investigações, somente no mês de julho de 2019, os integrantes da quadrilha subtraíram uma pick-up Fiat Strada e um Volkswagen Voyage de uma empresa da cidade de Barra do Garças e, em seguida, fugiram para a capital mato-grossense.

Há também fortes indícios de atuação do grupo criminoso nas cidades de Nova Mutum, Jaciara, Sorriso e até mesmo no município de Aragarças, estado de Goiás.

As investigações indicam que a quadrilha, em clara divisão de tarefas, simulava o roubo/furto de um veículo segurado (registrando boletim de ocorrência do sinistro) e acionava a empresa seguradora, solicitando, inclusive, um veículo reserva junto a uma empresa de locação.

“Geralmente, usando documentos pessoais e ‘cheques caução’ falsos, um integrante fazia, sem grandes dificuldades, a retirada/subtração do veículo locado. Dias depois, registravam o boletim de ocorrência de recuperação do veículo segurado e o transferiam a terceiro”, explicou o delegado.

As diligências continuam para localizar e prender outros suspeitos. As investigações prosseguem na DERF de Barra do Garças, sendo os investigados responsabilizados pelos crimes de furto mediante fraude e associação criminosa, sem prejuízo de apuração de outras infrações penais conexas.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana