conecte-se conosco


Internacional

Chanceles do Brasil e de Angola assinam acordo bilateral de segurança 

Publicado

Internacional

 Na quarta e última etapa de sua visita a países da África Ocidental, o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, assinou hoje (12), em Luanda, o Acordo de Segurança e Ordem Interna com o chanceler angolano, Manuel Domingos Augusto.

Araújo também foi recebido pelo presidente de Angola, João Manuel Gonçalves Lourenço, a quem entregou convite do presidente Jair Bolsonaro para visitar o Brasil em 2020. O ministro esteve com ministra das Finanças, Vera Daves de Sousa.

O acordo, segundo o chanceler brasileiro, constitui importante passo para combater o crime organizado, o terrorismo e o narcotráfico em solo e nas áreas marítimas dos dois países. “O projeto do novo Brasil nos entusiasma”, disse Araújo.

Segundo o diplomata, o Brasil quer uma “visão nova” para a sua relação com a África, mais produtiva e com um nível de relacionamento mais elevado. Ernesto Araújo disse que essa nova visão engloba o estabelecimento de uma estrutura de comércio e investimentos no continente africano.

“Estamos mostrando a verdadeira dimensão da nossa política, que tenta ser criativa”, disse. Ele afirmou que essa nova dimensão responde aos “anseios das nossas sociedades”, que exige mais contatos com a África. O chanceler afirmou que a África “é uma prioridade” para o Brasil.

Veja Também  Celebração do ano-novo na Times Square, em Nova York, será virtual

Indústria de defesa

Araújo participou, na capital angola, da abertura de um seminário sobre a Base Industrial de Defesa do Brasil. Durante o evento, representantes de empresas de defesa disponibilizaram informações sobre a tecnologia dos produtos brasileiros.

O diplomata brasileiro disse, em seus encontros, que o Brasil espera intensificar laços com o governo e o povo angolano nos planos econômico-comercial, de defesa e segurança e de cooperação para o desenvolvimento.

Engajamento

Depois de visitar Cabo Verde, Senegal e Nigéria, Ernesto Araújo disse que a visita a Angola constitui a “coroação de um périplo africano, que testemunha o desejo do governo brasileiro de um maior engajamento com esse continente”.

De janeiro a novembro deste ano, o Brasil exportou US$ 408,4 milhões para Angola. As importações daquele país somaram US$ 140, 5 milhões. O saldo brasileiro nos 11 primeiros meses do ano é US$ 268 milhões.

Cooperação

Durante os encontros com as autoridades angolanas, Araújo mencionou a intensa cooperação bilateral que se desenvolve desde a independência angolana, em 1975. Ele citou que a atual visita é a terceira oportunidade de encontrar o chanceler angolano Manuel Domingos Augusto, com quem manteve o primeiro encontro de trabalho logo após a posse do presidente Bolsonaro.

Veja Também  França tem mais de 10 mil novos casos de covid-19 em um dia

Araújo também apresentou o compromisso brasileiro de trabalhar para intensificar os contatos humanos entre os dois países, buscando aprimorar instrumentos existentes para cooperação em educação e saúde. Ele citou como exemplo de sucesso dessa parceria o programa de instalação de bancos de leite humano em diversos países africanos.

O ministro afirmou que a capacitação de profissionais e o intercâmbio de conhecimentos serão elementos determinantes para uma parceria bilateral e para a formação de um “conjunto de práticas e informações” a serem colocadas em práticas por angolanos e brasileiros.

Edição: Fábio Massalli
Comentários Facebook

Internacional

Celebração do ano-novo na Times Square, em Nova York, será virtual

Avatar

Publicado


.

A Times Square, em Nova York, vai se despedir de 2020 sem as tradicionais aglomerações de pessoas que marcam a véspera do Ano Novo, com os organizadores da celebração anunciando nesta quarta-feira (23) planos para a realização de um evento menor e virtual em resposta à pandemia de covid-19.

Em um teaser (trailer promocional) preliminar sobre o que deve acontecer em 31 de dezembro, a Times Square Alliance disse que assistir à famosa queda da bola em 2021 será um evento digital para todos, com exceção de um grupo muito limitado de homenageados, que estarão presentes fisicamente com distanciamento social.

“Pessoas de todo o mundo estão prontas para se juntar aos nova-iorquinos nas boas-vindas ao ano novo, com a icônica queda da bola”, disse o prefeito Bill de Blasio em um comunicado. “Um novo ano representa um novo começo, e nós estamos animados para celebrar.”

A comemoração da véspera de Ano Novo na Times Square está entre as maiores do mundo, geralmente atraindo cerca de 1 milhão de pessoas, enquanto mais de 1 bilhão de pessoas assistem pela televisão à queda da bola do topo do One Times Square no momento da chegada do ano novo.

Veja Também  Em discurso para líderes mundiais, Bolsonaro fala sobre meio ambiente

Muitos dos detalhes e o entretenimento ao vivo, que compõem boa parte das horas de celebração que antecedem a contagem regressiva, ainda estão sendo determinados, afirmou a Times Square Alliance, coprodutora do evento.

Mas o presidente da aliança, Tim Tompkins, prometeu aos espectadores “ofertas virtuais, visuais e digitais significativamente novas e aprimoradas”, em uma celebração dos “espíritos corajosos e criativos” que ajudaram as pessoas a superar um ano que muitos prefeririam esquecer.

Edição: Denise Griesinger

Comentários Facebook
Continue lendo

Internacional

Torre Eiffel é esvaziada em Paris

Avatar

Publicado


.

A Torre Eiffel, em Paris, foi esvaziada, disse uma fonte de segurança à Reuters nessa quarta-feira (23).

A fonte não pôde confirmar se o esvaziamento ocorreu após uma ameaça de bomba, como noticiaram alguns veículos de comunicação.

A equipe de imprensa da Torre Eiffel confirmou que ela foi esvaziada, mas não detalhou o motivo.

 

Comentários Facebook
Veja Também  Fed explicará ao Congresso dos EUA ações contra a pandemia
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana