conecte-se conosco


Policial

Arma utilizada pra matar professor é apreendida pela polícia civil em Nova Ubiratã

Daniel da Silva

Publicado

Arma de fogo utilizada para matar professor de educação física, João Cláudio Lemos de 36 anos é apreendida pela Polícia Civil de Nova Ubiratã na manhã desta sexta feira (13).

De acordo com o investigador de Polícia Civil, Reinaldo Pereira, o advogado do autor do homicídio indicou o local aonde estaria escondida a arma de fogo, sendo um revólver calibre 38.

Arma de fogo, não possui registro, e foi encontrada na residência do acusado em Nova Ubiratã.

PRISÃO:
Autor de homicídio contra professor de educação física em Nova Ubiratã, se apresenta com advogado na delegacia de polícia judiciária civil de Sorriso na tarde dessa quinta feira (12).

Édson Padilha Godinho, teve a prisão preventiva decretada pela comarca de Nova Ubiratã, e permanece preso até momento a disposição da justiça de acordo com o delegado de Polícia Civil, André Ribeiro.

CASO:
Professor de educação física foi morto a tiros na noite dessa terça-feira (10) em Nova Ubiratã, a 506 km de Cuiabá.

João Claúdio Lemos, de 36 anos, morreu a após dar entrada na unidade de atendimento médico após ser atingido por dois tiros.

O crime aconteceu em frente a um bar localizado na Avenida Getúlio Vargas, no Centro de Nova Ubiratã.

Fonte e fotos: TV Ubiratã/Lapada Site

Comentários Facebook

Policial

PRF apreende adolescente com drogas em ônibus

Avatar

Publicado

Jovem de 16 anos viajava com identidade falsa transportando maconha dentro do coletivo

Uma apreensão de 17 quilos de maconha foi realizada pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) na madrugada desta segunda-feira (20), em Itiquira/MT.

A droga era transportada em um ônibus, de linha Campo Grande a Cuiabá, que levava 51 passageiros. Em fiscalização no interior do coletivo, os agentes encontraram na mochila de um adolescente de 16 anos, quatro tabletes da droga. Na mala dele, que estava no bagageiro, havia outros 19 tabletes. No total, o entorpecente pesou 17 quilos.

O adolescente, morador de Goiás, viajava com identidade falsa, tentando se passar por outra pessoa. Ele foi conduzido à Polícia Civil de Rondonópolis.

Neocleciana Gonçalves – SECOM PRF MT

Fonte: PRF MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende estelionatários envolvidos em golpes aplicados pela Internet

Avatar

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Dois homens acusados de aplicar golpes através de sites e redes sociais da Internet foram presos em flagrante pela Polícia Judiciária Civil, no sábado (18.01), em Rondonópolis (212 km ao Sul). A ação resultou na recuperação de objetos subtraídos da vítima avaliados em R$ 6,5 mil.

A prisão dos estelionatários ocorreu após investigadores da 1ª Delegacia de Rondonópolis receberem informações sobre uma quadrilha especializada em golpes com a utilização dos aplicativos WhatsApp, Facebook e OLX.

Os suspeitos escolhiam vítimas que anunciavam produtos para venda através desses aplicativos, demonstrando interesse na mercadoria. A negociação geralmente era realizada durante o final de semana, quando não há expediente bancário, ocasião em que os suspeitos enviavam falsos comprovantes de pagamento (DOC ou TEC) às vítimas.

Acreditando terem recebido o valor, o vendedor fazia a entrega dos produtos e somente mais tarde descobria que foi vítima de golpe.

Com a informação de que os suspeitos estavam a caminho da cidade de Pedra Preta para buscar objetos, os policiai realizaram a abordagem dos suspeitos, no momento recebiam os produtos. Ao perceber a presença dos policiais um dos suspeitos tentou fugir porém foi detido.

Os produtos da vítima foram apreendidos, assim como o veículo Volkswagen Golf utilizado pelos estelionatários. Na delegacia, um dos suspeitos jogou o seu aparelho celular contra a parede para que o objetovo não fosse apreendio.

Segundo o delegado, Santigago Rozeno Sanches e Silva, esse tipo de atitude é comum entre as organizações criiminosas para dificultar o trabalho policial na identificação de outros integrantes do grupo e de outros crimes.

“Os suspeitos são apontados como integrantes de uma quadrilha envolvida em crimes de estelionato, que está envolvida em pelo menos 5 golpes semelhantes, aplicados entre dezembro e janeiro, com vítimas em Rondonópolis e região”, disse o delegado.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana