conecte-se conosco


Esportes

Secretário especial defende Lei de Incentivo ao Esporte

Publicado

Esportes

O secretário especial do Esporte, Décio Brasil, defendeu hoje (11) a Lei de Incentivo ao Esporte (LIE), em vigor desde 2007. Décio Brasil destacou que a legislação tem favorecido o combate à violência e criminalidade nos municípios mais vulneráveis do país. De acordo com o secretário, apenas no ano passado, a LIE captou, como dedução fiscal, R$ 254,2 milhões, atendendo diretamente a cerca de 1 milhão de pessoas.

“O esporte é a ferramenta principal que possibilita a inclusão social, possibilita desviar nossas crianças e jovens do mau caminho, que afasta as ilicitudes que estão afetando as nossas sociedades e ajuda a melhorar os índices de combate à violência e criminalidade nos municípios mais vulneráveis do país”, disse o secretário especial na cerimônia de entrega do 7º Prêmio Empresário Amigo do Esporte, realizada nesta quarta-feira na capital paulista.

Desde que entrou em vigor, a LIE captou R$ 2,4 bilhões para projetos esportivos. No último ano com dados fechados, 2018, 400 projetos foram beneficiados por cerca de 4 mil incentivadores – pessoas físicas ou jurídicas que destinaram parte do imposto devido para projetos aprovados pelo programa.

Veja Também  Fora de casa, Figueirense encara o CRB

“O esporte é uma possibilidade de aumentar, favorecer a qualidade de vida para pessoas de todas idades. Temos estatísticas que mostram que, para cada dólar investido no esporte, cinco são economizados na saúde”, ressaltou Décio Brasil.

A LIE permite que empresas e pessoas físicas invistam parte do que pagariam de Imposto de Renda (IR) em projetos esportivos aprovados pela Secretaria Especial do Esporte. Empresas podem destinar até 1% desse valor. O teto para pessoas físicas é de 6% do IR.

Edição: Nádia Franco
Comentários Facebook

Esportes

América e Brasil de Pelotas empatam sem gols no Campeonato Brasileiro

Avatar

Publicado


O América dominou o confronto diante do Brasil-RS, em Pelotas, pressionou até o minuto final e saiu com o empate sem gols. Com o resultado, o Coelhão chega aos 69 pontos no Campeonato Brasileiro Série B.

Na próxima rodada, o América viaja para Aracaju (SE), onde enfrenta o Confiança-SE, no sábado, pela penúltima rodada da competição nacional.

O JOGO

O América começou o confronto estudando o adversário no território rival e logo encontrou o caminho para pressionar o Brasil-RS e levar perigo ao goleiro Rafael Martins.

Com boas movimentações pelos lados, Ademir e Felipe Azevedo incomodavam os adversários, enquanto pelo meio Alê, Zé Ricardo e Juninho trabalhavam bem em conjunto. Os laterais Joseph e João Paulo também eram acionados, com o lateral-esquerdo quase abrindo o placar em cobrança de falta.

Na etapa final, o América continuou a pressão com rápidas trocas de passes e tentativas de lançamento na área adversária. O técnico Lisca entrou em ação e fez logo três substituições, colocando em campo Marcelo Toscano, Calyson e Neto Berola (Eduardo Bauermann havia entrado no intervalo).

O Coelhão não desistia, viu a expulsão de Bruno Santos e por pouco não moveu o placar com chute de Alê de fora da área. O América ainda teve a entrada de Lohan, que reclamou de pênalti nos minutos finais de jogo – não marcado pelo árbitro.

  Chapecoense vence de virada e abre dez pontos do vice-líder da Série B

Veja Também  Coritiba finaliza os trabalhos para encarar o Fluminense com 23 atletas relacionados

A luta foi contínua, mas o placar permaneceu inalterado até o apito final.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Figueirense é derrotado pelo CRB por 5 a 1 em Maceió

Avatar

Publicado


O Figueirense foi derrotado pelo CRB por 5×1 na noite de terça-feira (19), no Estádio Rei Pelé, em duelo válido pela 36ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o alvinegro ocupa a 15ª posição momentaneamente, com 39 pontos. O CRB é o 10º colocado, com 49 pontos conquistados.

O jogo:

A partida começou equilibrada em Maceió (AL), com uma boa chance para cada lado, logo no primeiro minuto. Aos poucos a equipe da casa cresceu e passou a dominar as ações. O primeiro gol aconteceu aos 16 minutos. Reginaldo fez boa jogada e cruzou para Luidy, que chutou forte.

O goleiro Rodolfo Castro espalmou e bola sobrou para o próprio Luidy, que ajeitou para Hyuri mandar para o fundo da rede. Aos 31’, Lucão chutou da entrada da área e o zagueiro Vitor Mendes cortou, mas a bola voltou para o atacante da equipe alagoana, que na segunda tentativa acertou o canto esquerdo do goleiro alvinegro, marcando para o CRB.

Na tentativa de responder, o Figueirense criou uma boa chance aos 33 minutos, quando Patrick cruzou pela direita e Geovane cabeceou, mas o goleiro Edson Mardden fez grande defesa. Aos 43’, Claudinei fez boa jogada pela direita e cruzou rasteiro para Hyuri, que chegou batendo, ampliando o marcador.

  América e Ponte Preta empatam de 1 a 1 na Série B

Veja Também  Coritiba finaliza os trabalhos para encarar o Fluminense com 23 atletas relacionados

A segunda etapa começou com o Figueirense segurando um pouco mais a posse de bola. Aos 11 minutos, Diego Gonçalves cobrou falta com perigo, mas o goleiro defendeu. Aos 25’, Wesley recebeu de Luidy e chutou para ótima defesa de Rodolfo Castro.

Aos 28 minutos, outra boa chance para o Figueirense, com Diego Gonçalves, que chegou batendo de primeira, após cruzamento de Lucas Barcelos, mas a bola passou raspando à direita. Aos 30 minutos, Hyuri avançou pela direita e cruzou para Diego Torres, que soltou a bomba com a perna esqueda, marcando o quarto gol da equipe nordestina. Aos 40’, o atacante Erison recebeu o passe de Lucas Barcelos e bateu forte, marcando o gol para o Figueirense.

Já nos acréscimos, aos 46 minutos, o goleiro Mardden deu um chutão, Daniel Amorim desviou de cabeça e Hyuri avançou em velocidade pela esquerda, ajeitando a bola para Reginaldo, que tocou na saída do goleiro alvinegro, marcando o quinto para a equipe do CRB.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana