conecte-se conosco


Nacional

Cratera engole quatro carros após chuva forte em Brasília

Avatar

Publicado

Cratrera com carros dentro arrow-options
Marcello Casal JrAgência Brasil

Cratera se abriu após um deslizamento de terra de uma obra que estava acontecendo

O deslizamento de um terreno após uma chuva forte em Brasília fez com que quatro carros fossem arrastados nesta terça-feira para uma cratera com 10 metros de profundidade, na quadra 709 Sul da capital federal. O acidente ocorreu por volta das 15h30 e seus desdobramentos foram acompanhados pelo Corpo de Bombeiros e pela Defesa Civil, segundo informações do portal G1. Os bombeiros informaram que não encontraram vítimas no local.

Junto com a terra, também cedeu um trecho de asfalto da via W5, onde automóveis estavam estacionados. Bombeiros chegaram a informar que houve um rompimento de uma tubulação que passa ao lado do buraco, o que poderia ter deixado o solo encharcado e causado o acidente. No entanto, a Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb) informou que não há sistema de abastecimento água rompido no local e que o desmoronamento causou um desvio da rede de esgoto, no qual uma equipe passou a trabalhar para corrigir.

Leia também: Carro de PM desaparecido é encontrado com corpo carbonizado dentro

Ao lado da cratera, há um prédio comercial em construção. Funcionários que atuam na edificação e que estavam no local na hora do deslizamento tiveram sua presença checada pela construtura responsável. O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia ( CREA ) fez uma vistoria e afirmou que a empresa atua em situação regular.

Um centro médico com várias clínicas também fica próximo a onde aconteceu os deslizamento. Conforme registrou o G1, não houve prejuízos para essa instalação. Pessoas que estavam nos arredores relataram ter sentido a terra tremer e disseram ter ouvido um estrondo.

Comentários Facebook

Nacional

São paulo tem terça-feira quente, com pancadas de chuva no fim da tarde

Avatar

Publicado


source
São Paulo arrow-options
Prefeitura de São Paulo/Reprodução

Canteiros revitalizados em São Paulo


Clima quente, com sol entre nuvens e chuvas no fim do dia marcam a previsão do tempo desta terça-feira (31), na capital paulista. A temperatura permanecerá quente. O Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE) divulgou que a mínima será de 19ºC e a máxima de 28ºC.

Leia também: “Ou o governo libera dinheiro ou o povo sairá para ganhar seu pão”, adverte Lula

No fim do dia haverá pancadas de chuva . A umidade do ar em São Paulo oscila entre 45% e 95%.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

“A gente está em uma casa pegando fogo”, diz Atila Iamarino

Avatar

Publicado


source
Atila Iamarino arrow-options
Reprodução

Atila Iamarino

O biólogo e divulgador científico especialista em virologia e epidemias, Atila Iamarino , participou do programa Roda Viva , da TV Cultura, nesta segunda-feira (30) e defendeu que o foco do combate à Covid-19 seja salvar pessoas. “A gente está em uma casa pegando fogo. Hoje não importa se o governo é de esquerda ou de direita. Nós precisamos evitar que vidas sejam perdidas”, afirmou o especialista.

Iamarino começou a chamar atenção nas redes sociais depois que fez um vídeo no qual dava um alerta para a transmissão do novo coronavírus (Sars-CoV-2) no Brasil e foi muito criticado sob acusações de alarmismo exagerado. Dias depois, as previsões dele se tornaram realidade e seus vídeos começaram a ter mais visualizações.

Questionado sobre a estratégia do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de defender o “isolamento vertical”, quando somente grupos de risco ficam em circulação reduzida, o especialista diz que só no futuro o resultado disso poderá ser verificado. “Hoje nós só temos um país que não está fazendo nada, que é a Bielorrússia. Nós vamos ver se quem está certo é um único país no mundo ou o que os estados brasileiros estão fazendo. Só lavar as mãos com vodka não adianta. Tem que ser com água e sabão”, disse Iamarino.

Leia também: Mandetta volta a defender “caráter técnico” no combate à Covid-19

Conforme explica o biólogo, uma das melhores estratégias para combater a Covid-19 é fazer testes. Ele compara essa iniciativa ao governo ter uma lanterna no escuro, sendo que não fazer nada é semelhante a estar com uma vela esperando as pessoas com sintomas se aproximarem para as autoridades contabilizarem os casos confirmados.

Para Iamarino, no entanto, o Brasil está desamparado nesse sentido. “O Brasil está parado uma fase de não investir na ciência nacional. Isso não é uma coisa de agora. É uma coisa que vem de longa data. Nós temos pessoas que estão preparadas para fazer testes, mas que descobriram recentemente que tiveram suas bolsas científicas”, afirmou.

Diante desse contexto, Iamarino diz que não há como saber até quando as medidas de isolamento deverão ser seguidas nem quando uma vacina será criada contra o coronavírus. “A gente tem que se preparar para uma economia diferente e um modelo de sociedade que as pessoas não se aglomerem tanto”, completou.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana