conecte-se conosco


Mulher

Cosmético vegano: como saber se o produto não tem nada de origem animal

Avatar

Publicado

source

Uma tendência que está crescendo cada vez mais é o estilo de vida “slow”, ou “lento”. Na beleza, por exemplo, a ideia é apostar em produtos conscientes, que não tenham químicos agressivos, ingredientes de origem animal ou não sejam testados em animais. Mas, afinal, como identificar quando um produto se encaixa nessa categoria de “cosmético vegano”? 

Leia também: Como ser vegano além da alimentação? Entenda mais sobre os cosméticos verdes

mulher escolhendo creme arrow-options
shutterstock

Olhar sempre a embalagem dos produtos pode te ajudar a identificar um cosmético vegano de um orgânico, por exemplo


Em entrevista exclusiva ao Delas , Julia Barroso, cofundadora da Face It, explica que a dica para entender o cosmético vegano está na embalagem. Essa pode até ser uma informação óbvia, mas o que importa, diz ela, é reconhecer um detalhe: quais selos estão ali. 

“É importante ficar atenta aos selos para saber o que realmente é aquele produto. Isso porque os selos são a resposta se aquele cosmético passou por uma inspeção e teve a aprovação de órgãos regulamentados. Se você ver o selo ‘cruelty-free’, por exemplo, vai entender que aquela marca não testa em animais. Porém, isso não significa que ela seja vegana, já que há outro selo, ‘vegan’,  que atesta a ausência de ingredientes de origem animal “, comenta a empresária. 

No rótulo também devem estar todas as informações sobre composição, então também será possível verificar se há a presença de materiais sintéticos ou se, caso contrário, o produto é orgânico. Ingredientes agressivos à pele, como parabenos ou silicone , também devem estar listados, assim como quaisquer outro material que prejudique a saúde. 

É importante lembrar que para que um produto seja considerado 100% verde, é preciso que ele carregue esse conceito durante toda a cadeia de produção, ou seja, além de não ter nenhum ingrediente de origem animal, também não deve utilizar matérias primas naturais, testar em animais ou ter uma embalagem que não seja biodegradável. 

Para Julia, essa é uma ideia que está crescendo cada vez mais. “Acredito que é um futuro que já chegou e não tem mais volta. Não tem como as marcas não se adaptarem a isso, entendendo que o mundo mudou e que o próprio consumidor pede por essa ‘beleza lenta’, quando menos é mais. Então, quanto menos químico ou menos ingredientes de origem animal para ter um cosmético vegano, é melhor”, comenta. 

Quais são os significados dos símbolos?

selos de cosméticos veganos arrow-options
shutterstock

Existem alguns selos principais que certificam que determinado cosmético não possui ingredientes de origem animal

Existem muitos selos, especialmente internacionais, que explicam se um produto tem origem animal, ingredientes orgânicos, etc. Para te ajudar a entender melhor, o Delas  selecionou os mais conhecidos e qual o significado de cada um: 

“Cruelty Free”: Controlada pela ONG PETA, o símbolo de “sem crueldade” sinaliza quando  a marca e o produto não realizam testes em animais para nenhum dos ingredientes, fórmulas e/ou produto final. 

“Natural and Organic”: Significa que a marca utiliza ingredientes 100% naturais e orgânicos, sem matérias primas de origem animal ou animais para teste. Segundo a Ecocert , no Brasil um produto precisa ter, no mínimo, 95% das matérias primas orgânicas para ter esse selo. 

“Leaping Bunny”:  Verificado pela  Cruelty Free International , o símbolo do coelho pulando, o “Leaping Bunny” é considerado o símbolo de maior credibilidade, já que para obtê-lo as marcas precisam concordar com auditorias a cada três anos. 

“Vegan”:  O selo vegano, da Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) é dado não à empresa ou marca, mas para cada produto, e certifica que o produto não tem origem animal. 

“Cruelty Free and Vegan”: Também certificado pela PETA, o coelho que tem as orelhas em forma de certifica o produto, além de não testar em animais, possui a fórmula 100% vegana.

Leia também: Quer fazer a própria maquiagem em casa com ingredientes naturais? Veja dicas 

“Certified Vegan”: O coração com a letra “V”, cerificado e emitido pela  Vegan Action , não exige testes e auditorias dos produtos. O certificado de cosmético vegano é através de documentos que comprovem que a produção não envolve ingredientes de origem animal. 

Quer conhecer alguns produtos que tem esses selos? Confira a galeria abaixo:


Fonte: IG Delas
Comentários Facebook

Mulher

Com cabelos de quase 2 metros, jovem não corta fios há 11 anos

Avatar

Publicado

source

Nilanshi Patel, de 17 anos, bateu o próprio recorde do Guinness World Records e se tornou pela segunda vez a adolescente com os cabelos mais longos do mundo. Em 2018, ela já havia ganhado um certificado, exibindo fios de 1,7 metro de comprimento. Agora, com cabelos de 1,9 metro de comprimento, a “Rapunzel” indiana chama atenção por onde passa.

Leia também: Rapunzel “real” lava o cabelo uma vez por semana e leva 10 horas para secá-lo

Nilanshi arrow-options
Reprodução/The Sun

Os cabelos da ‘Rapunzel’ da Índia medem quase dois metros de comprimento; ela bateu dois recordes mundiais

Ao The Sun , a jovem de Gujarat, Índia afirma que ama os longos fios e acredita que eles são “uma benção”. Nilanshi conta que não corta os cabelos há 11 anos, mas o comprimento de quase dois metros ainda não são suficientes – e, por isso, ela não pretende ver uma tesoura tão cedo.

Segundo ela, a intenção é bater o recorde de adulta com o cabelos mais longos do mundo e entrar para o livro dos recordes pela terceira vez. 

Leia também: Mulher diz que manteiga de amendoim é segredo para cabelo digno de Rapunzel

Rotina para cuidar dos cabelos de 1,9 metro

Nilanshi arrow-options
Reprodução/Instagram/guinnessworldrecords

Nilanshi bateu dois recordes no Guinness como a adolescente com os cabelos mais longos do mundo

A adolescente diz que dá bastanta trabalho manter fios tão longos saudáveis e bonitos. Para isso, ela mantém uma rotina, que inclui usar um óleo feito com “ingredientes secretos” pela mãe dela, e lavar uma vez por semana. Para secar e pentear, ela demora uma hora e meia. 

Leia também: Com fios de 1,8 metro, “Rapunzel” da vida real não lava o cabelo há quase 20 anos

No dia a dia, Nilanshi faz tranças ou coques para evitar que os cabelos fiquem embaraçados ou com nós, e também para que ela não pise nas pontas – já que tamanho dos fios é maior do que a altura da moça. “É uma parte do meu corpo e sou orgulhosa disso”, finaliza.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Dicas de decoração: 3 ideias práticas para compor uma mesa posta para o verão

Avatar

Publicado

source
mesa posta para o verão arrow-options
Arquivo pessoal

Peças em melamina são ótimas para composição de mesas em área molhada

Vai receber os amigos em casa na estação mais ensolarada do ano? Que tal montar uma decoração criativa para curtir o momento ao lado de pessoas queridas? 

Na proposta de mesa posta para o verão, a ideia é adotar peças práticas e que se adequem às áreas molhadas, quando a proposta for montar composições na praia ou piscina.

As peças em melamina são uma ótima opção. À primeira vista, a louça em melamina se parece muito com uma porcelana. Na verdade, trata-se de um composto sintético altamente resistente, possuindo uma durabilidade superior ao vidro e à porcelana. 

Leia também: Qual o impacto do uso de celulares durante as refeições?

Outras vantagens são a não retenção de cheiro ou sabor e a resistência a quedas e atrito.

peca em bambuarrow-options
Arquivo pessoal

Utensílios feitos em bambu possuem um agente natural antibacteriano

As peças em melamina já são consagradas e bastante utilizadas nos Estados Unidos, por exemplo. No Brasil, já é possível encontrar modelos com estampas lindas. 

Aposte em peças com esse material quando a ideia for montar uma proposta descontraída de mesa posta em áreas molhadas.

Outro material que combina com a proposta de mesas para o verão e tem ganhado destaque é o bambu . Os utensílios feitos desse material possuem um agente natural antibacteriano que previne a proliferação de bactérias.

Uma outra vantagem das peças em bambu são a sua maior resistência em comparação a peças em madeira, além de serem mais leves e com design moderno.

Nas composições de mesas para o verão , é possível usar peças em bambu para dispor os talheres, servir os aperitivos ou até preparar drinks.

Em relação a elementos têxteis, aposte em jogos americanos, passadeiras ou toalhas com tecido impermeável, também chamado acquablock.

Leia também: Como usar a Classic Blue – cor da Pantone para 2020 – na decoração e na mesa posta

Tecido Acquablock da Karsten arrow-options
Divulgação

Acquablock é um tecido que protege contra a ação da luz solar e repele a água

Acquablock é um tecido com diversas propriedades e características tecnológicas. Além de proteger contra a ação da luz solar, ele repele a água. A Karsten foi a primeira marca brasileira a desenvolver um tecido exclusivo com essas características.

Existem diversas opções de estampas disponíveis no mercado, inclusive com temática verão, basta escolher o modelo que mais agrada. A passadeira ou trilho, por exemplo, pode ser usada na mesa e também decorando um aparador ou móvel de apoio. 

Leia também: Bodas de casamento: que tal comemorar montando uma mesa posta temática?

Gostaram das dicas da mesa posta para o verão? Animados para receber os amigos em casa e confraternizar durante a estação mais ensolarada do ano?

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana