conecte-se conosco


Polícia Federal

PF investiga esquema criminoso de trocas de moedas em empresa de segurança privada

Avatar

Publicado

Recife/PE – A Polícia Federal deflagrou, na manhã de hoje (6/12), a operação Dolos, com o objetivo de dar cumprimento a dois mandados de prisão preventiva e dois mandados de busca e apreensão, nos bairros de San Martin e Peixinhos. Na residência dos suspeitos foram encontrados significativa quantia de dinheiro legítimo (R$ 40,08 mil), com lacre de instituições bancárias e moeda que não poderiam estar em sua residência.

De acordo com as investigações, um grupo de funcionários se instalou numa empresa de segurança privada responsável por transporte de valores e, a partir dela processava o esquema criminoso. Conforme foi apurado, nos dias 31/10/2019 e 6/11/2019, um conferente de dinheiro em associação com o coordenador da tesouraria subtraíram dinheiro sob custódia da empresa e trocaram por cédulas falsas durante o processamento do numerário. Tais condutas foram registradas pelo sistema de segurança da empresa através de relatórios e filmagens.

A empresa de segurança privada obteve êxito em interceptar o lote de numerário onde haviam as notas falsas junto aos seus clientes, sem causar qualquer prejuízo, as quais seriam introduzidas em circulação através de abastecimento de equipamentos de caixas eletrônicos na região metropolitana do Recife/PE.

Terminado o cumprimento das ordens judiciais, os dois suspeitos foram levados até a Superintendência da Polícia Federal em Recife/PE, para as formalidades legais de Polícia Judiciária, onde foram autuados em flagrante pela prática contida no Artigo 289, §1º e Artigo 155, §4º, incisos II e IV, ambos do Código Penal (guardar ou colocar em circulação moeda falsa e furto qualificado com abuso de confiança mediante concurso de duas ou mais pessoas.). Caso venham a ser condenados, poderão pegar penas que variam de 3 a 20 anos de reclusão.

 

Contato: (81) 2137-4076 E-mail: [email protected]

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook

Polícia Federal

PF prende foragido colombiano

Avatar

Publicado

Belo Horizonte/MG – Nesta terça-feira (28/1), a Polícia Federal prendeu um fugitivo internacional, de nacionalidade colombiana, em cumprimento a mandado judicial de prisão, para fins de extradição, expedido pelo Supremo Tribunal Federal. O estrangeiro vinha se escondendo em Belo Horizonte e tinha contra si difusão vermelha da Interpol.

O preso, de 57 anos, integrava a lista de procurados internacionais da Interpol e estava foragido desde 1994, tendo sido posteriormente condenado na Colômbia a uma pena de 27 anos pelos crimes de estupro e homicídio de uma jovem numa cidade colombiana. O suspeito fugiu para o Brasil e, já em 1995, adquiriu documentos falsos, conforme comprovado em Laudo Pericial Papiloscópico da Polícia federal. Em Belo Horizonte, o fugitivo constituiu família e teve filhos brasileiros. Há indícios de que, durante todo esse tempo, o preso teria continuado a praticar crimes, usando sua identidade falsa, razão pela qual responde a inquérito policial na Superintendência de Polícia Federal em Minas Gerais.

Ao ser abordado por policiais federais, para cumprimento do mandando judicial de prisão, o homem apresentou uma Carteira Nacional de Habilitação falsa. Se for condenado no Brasil por esse crime, ele poderá cumprir até cinco anos de reclusão.

Após exames de corpo e delito, o preso foi conduzido para a penitenciária Nelson Hungria, onde aguardará sua extradição para cumprimento da pena na Colômbia.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Minas Gerais

[email protected] | www.pf.gov.br

Contato: (31) 3330-5270

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia Federal

PF combate o tráfico internacional de drogas no Aeroporto de Confins

Avatar

Publicado

Belo Horizonte/MG – No sábado (25/1), a Polícia Federal prendeu em flagrante um homem por tráfico internacional de drogas.

A ação ocorreu quando ele desembarcava no Aeroporto Internacional de Confins/MG de voo oriundo de Goiânia/GO e com destino à cidade portuguesa de Lisboa. O suspeito carregava cerca de 2 kg de cloridrato de cocaína dissimulados em um fundo falso de sua mala, que havia sido despachada. A posse das drogas foi descoberta durante fiscalização sobre o tráfico de drogas, quando a mala passava pelo aparelho de raios X. O homem, de 44 anos, é natural de Cocalinho/MT e trabalha como pedreiro.

O preso foi encaminhado à Penitenciária Nelson Hungria, na Capital, onde permanecerá à disposição da Justiça Federal. Se for condenado, poderá cumprir até 15 anos de reclusão.

Nos últimos anos, a Polícia Federal tem intensificado os trabalhos de fiscalizações dos voos internacionais e domésticos no Aeroporto de Confins, o que tem propiciado o aumento de apreensões de drogas no aeródromo. Esta já é a segunda prisão realizada em 2020.

Qualquer pessoa pode colaborar com a Polícia Federal, prestando informações que ajudem no combate aos crimes, sendo sempre mantido o sigilo da fonte.

 

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Minas Gerais

[email protected] | www.pf.gov.br

Contato: (31) 3330-5270

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana