conecte-se conosco


Mulher

Pistache ajuda a manter o peso e até a dormir melhor; veja como incluir na dieta

Avatar

Publicado

source

Women's Health

Quais são os benefícios do pistache (e de outras nozes)? Quando você quer algo saudável, crocante e fácil de comer em qualquer lugar, nozes de todos os tipos – amêndoas, amendoins, pistache, castanha de caju – são uma ótima opção. E, considerando que as nozes são boas fontes de gordura, fibra e proteína – junto com várias vitaminas e minerais diferentes – elas realmente podem te fazer muito bem.

nozes e pistache arrow-options
shutterstock

Pistache faz parte dos grupos das oleoginosas e tem até mais benefícios que outras nozes

Leia também: Açafrão traz benefícios à saúde e ainda ajuda na perda de peso; veja como usá-lo

Sem mencionar que pesquisa sugerem que comer nozes pode ajudar a te proteger de problemas cardiovasculares como doenças cardíacas e pressão alta, além de diabetes tipo 2. Elas podem até ajudar a manter um peso saudável.

No entanto, algumas nozes são mais saudáveis do que outras. As amêndoas, em particular, são as dominantes entre as nozes, atualmente (dominando até o corredor dos laticínios, graças a todas as alternativas de leite e iogurte à base de amêndoa que existem por aí hoje em dia.) Enquanto isso, os amendoins – que são tecnicamente leguminosas atraem a atenção de muitas pessoas que buscam uma dieta saudável.

Quais são os benefícios do pistache?

pistache arrow-options
shutterstock

Pistache pode dar um up na saúde, te ajudar a dormir melhor e até se acertar com a balança

Embora possam não ser tão modernos quanto as amêndoas, os pistaches são realmente muito bons para você. “Os pistaches têm muito a ver com a saúde”, diz Kim Larson, RD, treinador de nutrição e saúde da Total Health de Seattle. Sem mencionar, que eles são simplesmente deliciosos.

Antes de passar pelos pistaches verdes e brilhantes na próxima vez em que estiver no corredor principal do mercado, lembre-se dos seguintes benefícios do pistache:

1. Eles são uma fonte sólida de fibra

A fibra é importante para diversos aspectos da sua saúde, como manter o trato intestinal funcionando corretamente e ajudar a manter um peso saudável . E os pistaches fornecem bastante! Como a fibra melhora a saciedade, os pistaches podem ajudar no controle do peso, se consumidos nas quantidades apropriadas, diz Larson.

2. Os pistaches têm menos calorias do que a maioria das nozes.

A maioria das nozes contêm muitas calorias! Embora, no papel, os pistaches contenham 159 calorias por punhado (veja mais detalhes abaixo), uma pesquisa recente do Serviço de Pesquisa Agrícola sugere que eles podem, na verdade, conter cinco por cento menos calorias do que pensávamos.

3. Eles estão cheios de antioxidantes

“Devido à sua cor roxa e verde, os pistácios podem ter mais antioxidantes e efeitos anti-inflamatórios do que outras nozes”, diz Angelone.

Essas cores são causadas pelos nutrientes luteína (que está relacionada ao beta-caroteno e vitamina A) e antocianina. “A maioria das outras castanhas não possui antocianina”, diz a nutricionista Julie Upton, MS, RD, cofundadora do site de nutrição Appetite for Health.

4. Eles podem ajudá-lo a dormir melhor

Curiosidade surpreendente sobre os pistaches: Eles contêm melatonina, um hormônio que regula o ciclo do sono. De fato, de acordo com Angelone, eles são a castanha mais rica em melatonina. “Comer um punhado de pistache é como tomar um suplemento de melatonina”, diz ela.

5. É mais difícil você exagerar na dose comendo pistaches

Em comparação com outras nozes, os pistaches têm um bom equilíbrio de proteínas e gorduras, o que pode ajudar a te encher e mantê-la saciada, diz Upton. Além disso, comê-los com casca também ajuda a evitar excessos. Basicamente, com todo o tempo que você gasta quebrando cascas de pistache para chegar às nozes, você se esforça para se sentir saciado antes de exagerar na dose.

6. As gorduras saudáveis ​​dos pistaches sustentam a saúde a longo prazo

Graças às gorduras saudáveis ​​(principalmente monoinsaturadas e poliinsaturadas), comer pistaches pode melhorar sua saúde a longo prazo. Especialistas acreditam que essas gorduras podem ajudar a diminuir o colesterol LDL (também conhecido como ruim), reduzindo o risco de ataque cardíaco e derrame. Eles também ajudam a desenvolver e manter suas células.

Leia também: 5 motivos para não ter mais medo da gordura – até se você quer emagrecer

Além disso, as gorduras polinsaturadas também contêm ácidos graxos essenciais que seu corpo precisa para o funcionamento do cérebro. “Comê-los pode ajudar a retardar o declínio cognitivo relacionado à idade”, sugere Larson.

As informações nutricionais do pistache

diferenças arrow-options
shutterstock

Há diferenças entre o pistache comprado com casca ou sem

Quando você deseja comprar pistaches, normalmente tem que escolher entre duas opções diferentes: sem casca ou com casca. Aqui estão as informações nutricionais de um punhado de pistache sem casca (cerca de 49 grãos), de acordo com o Banco de Dados de Nutrição do USDA:

  • Calorias: 159
  • Gorduras: 12.8 gramas
  • Proteína: 5,72 gramas
  • Carboidratos: 7.7 gramas
  • Fibra: 3 gramas
  • Açúcares: 2 gramas

E as informações nutricionais de um punhado de pistache ainda nas “conchas”, de acordo com o USDA Nutrition Database:

  • Calorias: 85
  • Gordura: 7 gramas
  • Proteína: 3 gramas
  • Carboidratos: 4 gramas
  • Fibra: 1,5 gramas
  • Açúcares: 1 grama

De acordo com a nutricionista e porta-voz da Academia de Nutrição e Dietética Sonya Angelone, RD, os pistaches são uma boa fonte de fibras, proteínas, minerais magnésio e cobre, vitamina E, folato e compostos naturais para baixar o colesterol chamados esteróis vegetais. “Eles também são uma boa fonte de gorduras monoinsaturadas saudáveis”, acrescenta ela.

Mas qual é a maneira mais saudável de comer pistache?

pistache arrow-options
shutterstock

Você pode pistache puro, incluí-lo em receitas ou fazer uma crosta que combina muito bem com diversos tipos de carne

Para começar, você sempre pode apenas comer um punhado deles puros mesmo.

No entanto, se você quiser ser um pouco mais criativo, Upton recomenda esmagar um punhado de pistaches e usá-los como crosta no preparo da carne. Eles também são um ótimo complemento para praticamente qualquer receita saudável de biscoito ou bolo à qual você normalmente adicionar nozes.

Leia também: 6 dicas para comer os alimentos do jeito certo e ter uma dieta saudável de fato

Os pistaches também são uma ótima maneira de fazer com que a mistura de granola caseiras sejam mais “extravagantes”, diz Larson. Além disso, eles adicionam uma boa crocância (e mais proteína!) aos pratos e saladas vegetarianas. 

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook

Mulher

Mulher amputa dedos das mãos e pé após uso indevido de coletor menstrual

Avatar

Publicado

Women's Health

De acordo com notícia publicada pelo jornal local Le Parisien , Sandrine Graneau, uma francesa de 36 anos que é mãe de três crianças, teve um pé e partes dos dedos das mãos amputados devido uma condição rara. O problema surgiu após uso indevido de coletor menstrual .

coletor menstrual arrow-options
shutterstock

Coletor menstrual é considerado um dos métodos mais seguros para a saúde da mulher, mas exige cuidados e atenção no uso

Leia também: Absorvente interno, externo, coletor menstrual… qual o melhor?

O que aconteceu

Segundo informações, Sandrine desenvolveu uma condição conhecida como síndrome do choque tóxico (SCT). A SCT acontece quando entramos em contato com as toxinas produzidas pelas bactérias do gênero Staphylococcus, que pode estar presente naturalmente no nosso organismo. Estimativas revelam que a bactéria está presente em fossas nasais e pode se instalar até mesmo na pele e no útero.

Entenda a condição causada por uso indevido de coletor menstrual

Embora não seja um problema exclusivo de mulheres, casos com esse grupo se tornaram cada vez mais comuns, associados ao uso de absorventes internos . Quando eles permanecem mais tempo dentro do corpo do que o recomendado, aumenta o risco da proliferação de bactérias que liberam substâncias tóxicas causando a infecção.

“É importante ressaltar que a menstruação foi feita para sair do corpo, e não ficar retida dentro da vagina por muito tempo”, alerta Eduardo Motta, ginecologista do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, em entrevista à revista Galileu . De acordo com o especialista, absorventes usados por muito tempo podem servir de porta de entrada para agentes infecciosos causadores de doenças graves, como é o caso da SCT.

O caso da francesa

O caso de Graneau, entretanto, surpreendeu os médicos franceses, pois ela usava um coletor menstrual quando foi contaminada.Uma investigação realizada em 2019 sobre os “copinhos” revelou que eles são o método mais seguro dentre as opções disponíveis para mulheres coletarem o sangue liberado durante a menstruação.

Segundo Motta, vale lembrar que tanto a segurança quanto a eficácia dos absorventes ou coletores dependem do uso correto dos produtos. É importante se atentar ao que está escrito na embalagem e não ultrapassar o tempo de uso recomendado pelo fabricante.

Leia também: Carteirinha de alerta para o uso do coletor menstrual é realmente necessária?

Graneau não lembra quanto tempo permaneceu com o coletor dentro do canal vaginal até retirá-lo. Contudo, ela afirmou ao Le Parisien que, muitas vezes, as recomendações variam entre fabricantes, o que pode confundir as consumidoras.

“Quando ouço que a infecção está relacionada ao uso inadequado de coletores e absorventes por mulheres, fico desanimada, pois as informações que nos são fornecidas não são claras”, disse a francesa. “Segundo o fabricante, está escrito nas instruções que os copinhos podem ser usados ​​por 4, 6, 8 ou 12 horas. Por que não é indicado um tempo de uso claro e padronizado?”, questionou.

Uso indevido de coletor menstrual: cuidados

Motta observa que é importante ter muita atenção ao utilizar coletor menstrual e absorventes internos. É necessário evitar usá-los em situações como em viagens ou durante a noite, quando o tempo de uso recomendado pode ser ultrapassado.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Energia e ganho de massa muscular: como fazer da pasta de amendoim sua aliada

Avatar

Publicado

source

Se você está pensando em começar a malhar e não sabe quais alimentos podem te ajudar a ter disposição e ganhar massa muscular, saiba que a pasta de amendoim  é uma ótima opção para ser combinada com os carboidratos da sua dieta.

Leia mais: 8 dicas definitivas de profissionais que vão te mostrar como definir o abdômen

Um estudo indica que as pessoas que consomem amendoim com certa frequência têm menos chance de morrer por qualquer causa arrow-options
shutterstock

Um estudo indica que as pessoas que consomem amendoim com certa frequência têm menos chance de morrer por qualquer causa


Isso acontece porque os carboidratos são os responsáveis por fornecer energia , essencial para a prática de exercícios físicos, e normalmente consumidos como pré-treino. A pasta de amendoim faz com que a absorção dos carboidratos seja mais lenta, dando energia ao corpo por mais tempo. 

Segundo a nutricionista Maria Fernanda Vischi D´Ottavio, do Hospital do Coração, não é apenas no pré-treino que a pasta de amendoim pode exercer uma função importante.

No pós-treino , o corpo fica sem glicogênio e os músculos, quebrados. Se consumidos em até 1 hora depois do treino, os carboidratos restabelecem o glicogênio e as proteínas reconstroem as células musculares danificadas. Como a pasta de amendoim tem proteínas e carboidratos, é uma boa ideia nesses casos.

Benefícios para a saúde

Quando o assunto é saúde, a pasta de amendoim também sai como vencedora. “Os amendoins contêm principalmente gorduras mono e poli-insaturadas, que ajudam na redução do colesterol LDL ‘ruim’, prevenindo doenças cardiovasculares”, explica Maria Fernanda. 

Além disso, a pasta de amendoim é rica em potássio. De acordo com um estudo publicado no New England Journal of Medicine, existem associações positivas entre o potássio e a densidade mineral óssea. Ou seja, ele sugere que ingerir alimentos ricos em potássio pode prevenir a osteoporose e a desmineralização óssea.

Leia mais: Correr está nas suas metas? Seguir essa planilha pode te ajudar

Uma outra pesquisa publicada na revista acadêmica JAMA Internal Medicine descobriu que indivíduos que ingerem amendoim e outras nozes regularmente têm menos chance de morrer ‘por qualquer causa’ – principalmente doenças cardiácas – do que aqueles que raramente comem esses alimentos. 

A Cleveland Clinic, que é um centro médico acadêmico americano, publicou em 2015: “Manteiga de amendoim cremosa ou crocante – e, portanto, tão palatável – é … um possível divisor de águas na pesquisa da doença de Alzheimer “. A afirmação foi baseada num pequeno estudo realizado na Flórida e circulou por fontes altamente confiáveis, ainda que essa relação ainda esteja sendo investigada.

Como posso incluir a pasta de amendoim na dieta?

A pasta de amendoim pode ser combinada com frutas%2C torradas e shakes proteicos arrow-options
shutterstock

A pasta de amendoim pode ser combinada com frutas, torradas e shakes proteicos


A dicas da nutricionista para incluir a pasta de amendoim na dieta é colocá-la em frutas, torradas integrais e shakes proteicos.

Ela destaca que a pasta de amendoim pode ser uma opção mais interessante ainda para os que adotam dietas restritivas, como vegetarianas ou veganas.

Leia mais: Youtuber elimina 20 kg bebendo mais café e diminuindo os exercícios; saiba mais

Quem quer emagrecer pode comer pasta de amendoim?

No caso das dietas de emagrecimento, Maria Fernanda alerta: “O  equilíbrio entre frequência e quantidade é o que vale quando buscamos um emagrecimento saudável e duradouro”. Ou seja, não vale exagerar!

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana