conecte-se conosco


Policial

Suspeitos de crimes contra comércio e residências são presos em operação da Polícia Civil

Avatar

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Uma operação com objetivo de cumprir mandados contra autores de roubos a residências e empresas de Várzea Grande foi deflagrada pela Polícia Judiciária Civil na manhã desta quinta-feira (05.12). A ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf-VG) levou à prisão quatro autores de crimes identificados em investigações conduzidas pela unidade policial.

Entre os presos estão Jackson Arruda Gomes, 27, Paulo Silva de Paula, 19, o “Paulinho”, Wander Maurício dos Santos, 22, conhecimento como “Vandinho” ou “Tripa”, e Rodrigo Seixas de Jesus, 29, o “Fio”.

Segundo a delegada titular da Derf-VG, Elaine Fernandes da Silva, todos os presos na ação possuem extensa ficha criminal e tiveram ordens de prisões preventivas decretadas após serem identificados como autores de crimes em investigação na especializada.

Nas investigações da Derf-VG, Rodrigo Seixas foi identificado com autor de dois roubos a uma mesma farmácia em Várzea Grande. Já os suspeitos Wander e Paulinho são apontados como autores de ocorrências de roubo a residência no município.

O mandado de prisão contra Jackson foi cumprido no Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC), onde o suspeito está detido por outros crimes. O suspeito possui 11 processos no Tribunal de Justiça com 3 condenações pelos crimes de roubo, furto e porte ilegal de arma de fogo.

“Os suspeitos que estavam soltos foram tirados de circulação e o que já estava preso permanecerá detido, mostrando exitosa a ação das equipes investigativas da Derf-VG”, destacou a delegada.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Policial

Polícia Civil prende três pessoas suspeitas de latrocínio em Aripuanã

Avatar

Publicado

Assessoria/PJC-MT

Três pessoas (um homem e duas mulheres, sendo uma delas adolescente) envolvidas no latrocínio que vitimou um casal no município de Aripuanã (1.002 km a noroeste) foram detidas pela Polícia Judiciária Civil do município com apoio da Polícia Militar do estado de Rondônia na quinta-feira (23.01), quando chegavam à cidade de Cacoal. Com os suspeitos foram apreendidas duas caminhonetes subtraídas durante o roubo às vítimas.

As investigações iniciaram na manhã de quinta-feira (23) após o encontro de um cadáver no Mirante da Cachoeira Salto das Andorinhas. O corpo, posteriormente identificado como de Luiz Sérgio da Silva Lechuga foi encontrado com os braços para trás, mãos amarradas, com uma mordaça de pano na boca e um nó atado no pescoço. A vítima tinha também um ferimento na testa, possivelmente causado pela queda ao ser jogado do mirante.

Durante as diligências, os policiais tiveram a informação de que a esposa da vítima também estava desaparecida e que o casal possuía duas caminhonetes, sendo uma Toyota Hilux e uma Ford F-1000, que também não estavam mais na residência. Diante dos fatos, os policiais retornaram ao mirante (onde foi localizado o primeiro corpo) e em local de difícil acesso, localizaram o corpo da segunda vítima.

Em continuidade ao trabalho investigativo, os policiais receberam denúncias sobre duas garotas que estavam conduzindo caminhonetes com características semelhantes aos veículos roubados das vítimas, já entrando na cidade de Cacoal. Com base nas informações, policiais de Aripuanã entraram em contato com a delegacia do município de Rondônia que conseguiu realizar a abordagem dos suspeitos (um homem e duas mulheres) em posse dos dois veículos.

Questionados, um dos suspeitos revelou que as caminhonetes eram produtos do roubo seguido de morte na cidade de Aripuanã, praticado na noite de quarta-feira (22) e confessou que após matar as vítimas jogou os corpos na cachoeira. O suspeito ainda passou informações sobre um quarto envolvido no crime, que seria o responsável pela morte do casal.

As diligências estão em andamento.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil recupera parte de dinheiro, cheques e joias furtados de loja

Avatar

Publicado

Assessoria/PJC-MT

Policiais civis de Juína (735 km a noroeste de Cuiabá) recuperaram nesta quinta-feira (23.01) joias, objetos,cheques e parte do dinheiro furtados de uma loja da cidade no final de dezembro passado. O material recuperado, avaliado em aproximadamente R$ 100 mil, estava em poder de um adolescente suspeito de praticar o crime.

O proprietário da loja procurou a polícia no dia 30 de dezembro informando que o estabelecimento comercial fora furtado durante a madrugada. A loja tem câmera de segurança que registrou a ação criminosa.

Em diligências, os policiais conseguiram identificar e localizar o suspeito do ato infracional. Com o rapaz também foram aprendidas munições de arma de fogo.

Neste mês, o mesmo adolescente foi surpreendido pela Polícia Militar tentando praticar um furto em uma agência bancária de Juína.

O delegado Romildo Nogueira da Fonseca Junior instaurou ato infracional análogo aos crimes de furto, posse irregular de munição e receptação. O procedimento será encaminhado posteriormente ao Ministério Público para manifestação pela medida socioeducativa em relação ao adolescente.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana