conecte-se conosco


Cidades

Prefeito de Matupá assume Comissão Pró Duplicação da Rodovia BR-163

Avatar

Publicado

O Prefeito Valtinho Miotto e o Empresário do Agronegócio do Grupo Bom Futuro, Eraí Maggi, receberam o Superintendente Regional do DNIT-MT, Orlando Fanaia e toda comitiva técnica de engenheiros do órgão federal ligado ao Ministério da Infraestrutura.

Na oportunidade passava pela cidade de Matupá a excursão Estradeiro da APROSOJA – Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso, que faz parte do Movimento Pró-Logística que está percorrendo as BRs 158, 230 e 163 — as principais rotas de escoamento dos grãos de Mato Grosso até Santarém no Pará.

Durante o encontro realizado na sede da Empresa Bom Futuro, as margens da MT-322 (Antiga BR-080), que contou com a participação dos Prefeitos de Peixoto de Azevedo, Maurício Ferreira de Souza, de Guarantã do Norte Érico Stevan, Vereadores, Empresários, Associações de Produtores, Cooperativas e demais segmentos organizados do extremo Norte Mato-grossense, o Superintendente do DNIT-MT, Orlando Fanaia, anunciou a conclusão do trecho de 51 km da rodovia BR-163 até Miritituba-PA.

Foram 10 presidentes da república e praticamente 43 anos de espera desde a inauguração da estrada em 1976.

No período de 2008 a 2019 foram gastos mais de R$ 3,6 bilhões para a execução integral da obra de infraestrutura estratégica para o agronegócio brasileiro. Isso foi possível graças a vontade política do Presidente Jair Bolsonaro e a grande força tarefa que envolveu o DNIT e o Exército Brasileiro através do 8º Batalhão de Engenharia de Construção.

“Com isso encerra-se o pesadelo de atoleiros e filas quilométricas ao longo da Cuiabá-Santarém, possibilitando uma maior logística de transporte de grãos para os Portos e Estações de Transbordos de Rondônia, Amazônas, Pará, Amapá e o Maranhão. A rodovia federal deverá ser inaugurada pelo Presidente Jair Bolsonaro e o Ministro de Infraestrutura Tarcisio Gomes. Esta é a certeza de que os grãos produzidos no nortão de Mato Grosso poderão ser exportados para a Ásia e a Europa”, comentou o Superintendente do DNIT, Orlando Fanaia.

Prefeitos, Vereadores, Empresários do Agronegócio, Base Florestal e Mineração, bem como os representantes do Movimento Pró Logística, Cooperativas, Associações, Clubes de Serviços e demais participantes do evento, aclamaram pelo nome do Prefeito Valtinho Miotto para estar a frente da Comissão Pró Duplicação do Trecho da BR-163 entre Peixoto de Azevedo, Matupá e Guarantã do Norte, que este ano foi o que mais registrou acidentes com vítimas fatais por três meses consecutivos.

Ficou decidido que será agendada uma audiência com o Diretor Geral do DNIT para discutir a elaboração conjunta de um projeto de engenharia mais arrojado, visando atender a demanda e o fluxo de caminhões no período de safra que poderá chegar a 13 milhões de toneladas em 2020 com a conclusão da pavimentação asfáltica da BR-163, fator este positivo para a economia estadual, mas que irá agravar os registros e aumentar os índices de acidentes com vítimas fatais na referida autoestrada.

“Agradeço a confiança dos prefeitos, câmaras de vereadores, setores empresarial, industrial, comercial, empreendedores do agronegócio, base florestal, e todas as instituições públicas e privadas por acreditar e reconhecer a experiência de 20 anos de vida pública em benefício do desenvolvimento regional. Esta Comissão Pró Duplicação terá a responsabilidade de fazer gestões com a Bancada Federal de Deputados e Senadores de Mato Grosso, afim de garantir recursos financeiros no Orçamento Geral da União para 2020, tanto para o projeto de engenharia de transporte rodoviário e a duplicação propriamente dita, que dará maior fluidez e segurança para os que utilizam a rodovia BR-163 neste seguimento, Peixoto de Azevedo, Matupá e Guarantã do Norte”, declarou o Prefeito Matupaense, Valtinho Miotto.

O Empresário, Eraí Maggi, solicitou ao Superintendente e Engenheiros do DNIT-MT que já façam os levantamentos técnicos necessários vislumbrando a futura implantação do modal ferroviário (Ferrogrão) e a própria conclusão da Cuiabá-Santarém ocorrida neste mês de dezembro, ou seja, os referidos investimentos estruturantes deverão acontecer com a duplicação da BR-163 e a construção de viadutos, novos trevos, contornos rodoviários, passarelas aéreas e demais intervenções que possibilitem o desafogamento do trânsito e a minimização dos riscos de acidentes.

Os prefeitos Valtinho Miotto, Maurício Ferreira de Souza e Erico Stevan esperam que caso haja a privatização ou concessão deste trecho da BR-163, que o Ministério dos Transportes/Governo Federal através do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes assuma a responsabilidade e o compromisso de executar as obras de duplicação, pois as empresas vencedoras (Concessionárias) e que contam com Praças de Pedágio ainda não duplicaram se quer 1 km da referida rodovia de Cuiabá a cidade de Sinop.

“Não podemos mais esperar. As Prefeituras já manifestaram interesse na formalização de parcerias com os Governos Estadual e Federal. Infelizmente as empresas concessionárias cobram pedágios e deixam de cumprir suas obrigações, quer seja de manutenção e conservação, mas também no contexto de duplicação das rodovias federais em Mato Grosso. É inadmissível termos que conviver com a insegurança no trânsito da BR-163 e que a cada dia continua levando pessoas a morte. A execução desta obra deve ser encarada como prioridade absoluta”, salientou o Prefeito Miotto.

Fonte: AMM
Comentários Facebook

Cidades

Transporte escolar terceirizado passa por vistoria em Gaúcha do Norte

Avatar

Publicado

Oito ônibus terceirizados do transporte escolar passaram por vistoria na manhã desta sexta-feira (24/01), no município de Gaúcha do Norte/MT. A vistoria aconteceu no Auto Posto Gaúcha do Norte devido a chuva que caía naquele momento. Quatro dos veículos vistoriados vão atender a região da Fazenda Botuverá e outros quatro no deslocamento dos alunos até escolas com sede do município.

Todos os itens de segurança dos veículos: assentos, cinto de segurança, extintor, faróis, limpador de para brisa, pneus, buzina, estepe e outros foram avaliados por uma comissão. Assim como, condições de higiene e manutenção.

Segundo o coordenador do transporte escolar, Rodrigo Bozoki, a vistoria é feita de maneira minuciosa, com a emissão de um laudo para atestar que os veículos estão em plenas condições de prestar o serviço com segurança e conforto aos alunos.

Veículos do transporte escolar

Em Gaúcha do Norte, mais de 500 alunos utilizam o transporte escolar que conta com um total de 19 veículos. Destes, 11 são da frota própria do município e 08 terceirizados. Mais de 2.000 mil km são rodados diariamente pelo transporte escolar.

Na próxima sexta-feira, dia 31 de janeiro, acontece a vistoria dos 11 veículos da frota própria do município.

Fonte: AMM
Comentários Facebook
Continue lendo

Cidades

Representantes do executivo fazem visita para viabilizar parcerias sociais em Trivelato

Avatar

Publicado

A secretária de Assistência Social, Adriana Nogarolli, o secretário de Administração, Luciano Peletto, a primeira-dama, Dirce Hoepers, e a coordenadora Pedagógica, Celma Regina, realizaram na manhã de quinta-feira (23) uma visita na sede central do Grupo Guerino Ferrarin (GGF), localizada na cidade de Lucas do Rio Verde. A proposta da visita foi de agradecer e firmar as parcerias sociais em 2020, entre o grupo e o município de Santa Rita do Trivelato.

Os representantes do executivo foram recebidos pelos proprietários Guerino Ferrarin e Marlene Pivetta Ferrarin, nas dependências do grupo. Na ocasião os dois empresários tiveram um longa conversa descontraída com histórias de vida e debateram assuntos importantes para a administração pública. Na oportunidade foram apresentadas todas as dependências do escritório central e as funcionalidades que fizeram a GGF se destacar no agronegócio, além da confirmação das parcerias sociais com as secretarias de Assistência Social e a Educação do município.

Para a secretária de Assistência Social, Adriana Nogarolli, o grupo já é grande parceiro de muitos anos da secretaria em suas ações sociais e a visita foi uma forma de agradecer e conhecer mais de perto o trabalho, a visão e a missão da GGF. ‘‘Nós temos projetos prontos para serem desenvolvidos na comunidade, só que sabemos que o social é uma demanda muito grande dos municípios, pois envolve diversos setores da sociedade. Muitas vezes o executivo sozinho não consegue dar conta dessa demanda, e essa hora que as empresas que são instaladas no município que é o nosso refúgio. Temos não só a GGF, mais muitas empresas de Trivelato que são parceiras da Assistência Social. E é isso que nos fortalece trabalhar o social, as empresas nos apoiam e confiam no nosso trabalho, e assim podemos fazer muito mais para quem tanto necessita. Ou seja, a secretaria e as empresas privadas ajudam a formar um cidadão e dar apoio nas situações vulneráveis, para que essa pessoa consiga seguir firme e quem sabe ser um bom funcionário para as próprias empresas que nos ajudam’’, conclui.

O empresário Guerino Ferrarin disse da importância de ajudar o próximo e ressaltou que o grupo preza pelo serviço social. ‘’Pra mim o social, e o prazer de ajudar o próximo sempre me acompanharam. Eu já precisei e sei a realidade e a angustia de quem precisa de uma ajuda. Sempre que podemos, nós ajudamos a Secretaria de Assistência Social em suas ações ou mesmo da Educação. Temos propriedades em Santa Rita do Trivelato e temos o compromisso e a responsabilidade social com a comunidade do município. Com isso, contribuímos para fazer uma sociedade cada vez melhor. Se cada empresa firmasse parcerias sociais com as instituições públicas, teríamos menos desigualdades no mundo. A mesma atenção com o próximo que eu tenho em casa, eu tenho com os meus colaboradores de diferentes setores e claro com a sociedade mais carente’’, disse Guerino.

Na oportunidade Guerino Ferrarin e sua esposa Marlene Pivetta Ferrarin agradeceram e parabenizou à gestão pública de Santa Rita do Trivelato, o grupo GGF é destaque no agronegócio no cultivo da produção de grãos na região. ‘‘A nossa produção é extensa em Trivelato, hoje temos condições, principalmente nesta época, de escoar a nossa produção com segurança, temos estradas boas, que vem sendo constantemente recuperada e tem manutenções em diversos trechos, não só de estradas, mas as pontes também. Por isso temos que retribuir os nossos lucros no agronegócio na responsabilidade social, por exemplo’’, ressalta Ferrarin.

Fonte: AMM
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana