conecte-se conosco


Belo Horizonte

Qual o preço médio para alugar um apartamento em Belo Horizonte?

Avatar

Publicado

Conheça os valores e as vantagens de alugar um imóvel na cidade Mineira mais querida do Brasil

 

Muitas pessoas tem o sonho de morar sozinho ou ter mais privacidade com a família, ainda mais em Belo Horizonte, que está localizada no Estado de Minais Gerais que é cheia de montanhas a sua volta, com um de tranquilidade mas é um polo de grandes investimentos tecnológicos e ainda é uma das cidades mais ricas do país e sempre tem gente procurando por casas para alugar em BH ou kitnet para alugar em BH, mas o ponto forte do setor imobiliário na região tem sido a locação de apartamentos, são imóveis mais fáceis de alugar, possuem mais privacidade e segurança aos moradores.

 

Os valores dos imóveis podem variar um pouco, por questões de bairros e localização, e segundo a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais – IPEAD, que é uma instituição de pesquisa do estado mineiro, ondem fornecem os valores em média dos alugueis dos apartamentos em dos bairros da cidade.

A variação dos valores pode ocorrer dos mais caros como no bairro Anchieta, que pode custar em média 2.600 mil reais por mês, ou os mais baixos como no bairro Santa Efigênia, que pode custar em média 1.000 mil reais ao mês. Existem opções para todos os bolsos e preferências, lembrando que é uma estimativa dos valores, pode ser que haja locais mais baratos ou mais caros.

 

Estimativa dos alugueis de apartamentos em BH por bairro:

Bairro Savassi: 2.800 a 4.200 mil reais por mês.

Bairro Anchieta: 2.600 a 4.000 mil reais por mês

Bairro Belvedere: 2.600 a 3.900 mil reais por mês.

Bairro Funcionários: 2.200 a 3.000 mil reais por mês.

Bairro Santo Agostinho: 2.100 a 2.800 mil reais por mês.

Bairro Lourdes: 2.000 a 2.600 mil reais por mês.

Bairro Central de BH: 1.700 a 2.400 mil reais por mês.

Bairro Sion: 1.850 a 2.000 mil reais por mês.

Bairro Barro Preto: 1.800 a 2.000 mil reais por mês.

Bairro Cidade Nova: 1.500 a 1.900 mil reais por mês.

Bairro Buritis: 1.400 a 1.900 mil reais por mês.

Bairro Luxemburgo: 1.500 a 1.960 mil reais por mês.

Bairro Jardim: 1.500 a 2.200 mil reais por mês.

Bairro Prado: 1.000 a 1.700 mil reais por mês.

Bairro Santa Efigênia: 1.000 a 1.700 mil reais por mês.

Bairro Solar do Barreiro: 900,00 a 1.500 mil reais por mês.

Bairro Serra Verde: 900,00 a 1.200 mil reais por mês.

Como o mercado imobiliário de Belo Horizonte está crescendo bastante nos últimos anos, devido as instituições financeiras, como os bancos e as construtoras que diminuíram a taxas e juros na aquisição de imóveis, e ainda essas empresas fizeram a facilitação de crédito e diminuindo as exigências para o financiamento, o número de vendas aumentaram e mais pessoas conseguiram comprar imóveis e colocar para locação, devida a alta demanda por parte da população que vem morar em Belo Horizonte e tem interesse em buscar apartamento para alugar em BH.

 

Quais as vantagens de morar em um apartamento em BH?

 

Segurança: Está é uma das vantagens de morar em um apartamento, pois muitos prédios possuem as portarias 24 horas. Já os prédios que não tem, contam com sistemas de interfones onde o morador consegue verificar pelas câmeras de monitoramento quem entra e quem sai do prédio, ou podem conter também a entrada por cartão magnético ou até mesmo com a digital dos moradores, portas e portões eletrônicos reforçados, além de cercas e muros altos, geralmente de difícil acesso.

 

Áreas de lazer: Pode haver variação em cada condomínio, como por exemplo, ter piscinas, salões de festas, jardins, salas de reunião, parquinho com playground, área de convivência e áreas para a prática esportes, já dos prédios também possuí academia própria, que significa que, além de você e seus familiares se exercitarem sem sair de casa, você pode economizar com a mensalidade de uma academia particular, que hoje, pode custa cerca de 85,00 reais ou mais por mês.

E uma das maiores vantagens em morar em apartamentos, com estas opções de afazeres, é que você tem acesso a tudo sem precisar se preocupar com a manutenção dos locais, pois piscina, quintais e jardins precisam de investimentos e cuidados diários, mas ao morar em um prédio, essas preocupações se tornam responsabilidades do condomínio.

Nos apartamentos brasileiros, e muito comum a churrasqueira, seja ela na área de lazer ou alguns modelos, na sacada do apartamento, propagandeando mais conforto para organizar eventos e receber seus convidados. Em algumas vezes os prédios para apartamento não possuem todas essas opções de lazer, mas conta com algum modelo que possibilite momentos de descontração para os moradores.

 

Regras de convivência: Às vezes é quase impossível evitar desentendimentos entre vizinhos. Como muitas vezes os hábitos das outras pessoas podem incomodar alguém, por exemplo, som extremamente alto, já que algumas pessoas extrapolam os limites toleráveis e acabam por atrapalhar os seus vizinhos. Em uma casa comum essa possível briga ou discussão precisaria envolver autoridades, e até mesmo resultar em uma decisão judicial. Nos condomínios existem regras próprias, o que resolveria a situação por meio de uma advertência formal ao morador que não cumpre as regras de silencio ou volume de aparelhos eletrodomésticos, como TV e rádio, por exemplo. Por esse exemplo e por outros casos mais graves, morar em um apartamento com normas as normas internas, se torna mais simples a convivência entre os vizinhos, basta segui as regras.

 

Valorização do imóvel: Ter uma kitnet para alugar em Belo Horizonte é um excelente investimento financeiro, pois caso seja preciso vender este imóvel no futuro, ele terá gerado um lucro altíssimo com valorização, já que a cidade tem chamado cada vez mais a atenção de investidores e comerciantes.  O que tem gerado a alta procura dos alugueis na região.

 

Gostou do artigo? Então compartilhe em suas redes sociais para que mais pessoas possam conhecer as qualidades e os valores de alugar um apartamento em Belo Horizonte!

Comentários Facebook

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana