conecte-se conosco


Mulher

“Classic Blue” é a cor eleita pela Pantone para 2020; conheça a tonalidade

Avatar

Publicado

Para quem está buscando inspirações para o próximo ano, agora já é possível usar como referência o “Classic Blue”, que foi escolhido pela Pantone como a cor de 2020. Segundo a empresa, a tonalidade, de referência 19-4052 na cartela, é descrita como uma cor que traz calma, confiança e instiga conexão.

Leia também: Saffron, Coral Pink e mais: Pantone revela as cores da primavera/verão 2020

Classic Blue arrow-options
Divulgação/Pantone

“Classic Blue” é a cor eleita pela Pantone para 2020; a tonalidade inspira o setor de moda, beleza, decoração e por aí vai

Ao ditar tendência, o “Classic Blue” será visto em diversas áreas, como em produtos de beleza, roupas, objetos e, claro, na decoração da casa. A Pantone ainda declara que a cor “traz uma sensação de paz e tranquilidade ao espírito humano, oferecendo refúgio, além de ajudar na concentração e trazer clareza ao ambientes.”

Leia também: Quais as tendências de cor para parede em 2020? Conheça a tonalidade mantra

Confira outras imagens da ” Classic Blue ” na galeria:


Comentários Facebook

Mulher

Mulher que inspirou série da Netflix comete suicídio depois de revelar abuso

Avatar

Publicado


source
História de Daisy inspirou série da Netflix
Reprodução

História de Daisy inspirou série da Netflix


O documentário “Audrie & Daisy”, disponível na Netflix, foi inspirado na história de Daisy Coleman que, nesta terça-feira (5), aos 23 anos, se suicidou, segundo informado por sua mãe, Melinda Coleman. A jovem recebeu ataques após denunciar um estupro aos 14 anos, tendo sido xingada de “mentirosa”, “vadia” e “idiota”. E os ataques não ficaram apenas nas redes sociais: a casa de sua família foi incendiada.

“Minha filha, Catherine Daisy Coleman, se suicidou ontem à noite”, escreveu Melinda. “Ela era minha melhor amiga e uma filha incrível. Acho que ela queria mostrar que eu poderia viver sem ela. Queria poder ter curado sua dor. Ela nunca se recuperou daquilo que aqueles garotos fizeram com ela, e não é justo. Minha garotinha se foi”, disse em postagem.

Em 2012, Daisy relatou ter sido estuprada por Matthew Barnett, um adolescente de uma influente família que vivia na mesma cidade que a jovem — Missouri, Estados Unidos. Ele se declarou culpado, mas alegando que o sexo com Daisy foi consensual.

Audrie %26 Daisy
Reprodução/Netflix

Audrie & Daisy


O caso ganhou repercussão e a família de Daisy acabou sofrendo retaliações nacionais. Desde então, frequentemente sofrendo bullying, ela tentou tirar a vida várias vezes, até se tornar uma ativista e exemplo para outras mulheres que sofreram o mesmo.

Além de Daisy, o documentário da Netflix, lançado em 2016, também conta a história de Audrie Pott, de 15 anos. Audrie, que também foi estuprada por um homem que considerava seu amigo, também sofreu ataques na comunidade onde vivia e teve suas fotos sofrendo a violência espalhadas pela internet.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Bebê de apenas dois meses fala e surpreende a mãe; veja vídeo

Avatar

Publicado


source
Bebê falante
Reprodução

Bebê falante


Kerry Clark, um menininho de apenas dois meses, ganhou fama após falar sua primeira palavra. O caso aconteceu no Texas, nos Estados Unidos, e foi registrado em vídeo. Nas imagens divulgadas pelos pais do pequeno, Shakiemah e Antonio, o bebê responde quem está falando com ele com um simpático “oi”.

No registro, os pais se divertem e dão risada com o filho. “Querido, você faz dois meses amanhã!”, diz a mãe, chocada. “Essas são as primeiras palavras de Kerry? Não sei”, finaliza. Confira o vídeo:


Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana