conecte-se conosco


HMC

Sonho realizado com muito trabalho e amor por Cuiabá

Avatar

Publicado

Sou um homem movido a sonhos e um dos maiores que já tive era o de ser prefeito da cidade onde nasci e a qual amo profundamente. Felizmente, com a benção de Deus e a ajuda dos cuiabanos, consegui realizar este sonho. Diante disto, um novo anseio surgiu: o de tornar Cuiabá um lugar melhor para se viver.

A condição precária da saúde pública municipal foi um ponto que sempre me incomodou muito, e foi para esta área que decidi voltar a maior parte dos meus esforços. A Saúde acabou tornando-se o assunto mais importante da minha gestão e para o qual dedico atualmente cerca de 70% do meu trabalho enquanto prefeito desta Capital. Eu e minha equipe da Secretaria Municipal de Saúde estamos trabalhando incessantemente para promovermos uma virada de página, oferecendo serviços de qualidade e procurando dar celeridade às filas de espera do SUS.

O maior passo que demos em direção à promoção dessas melhorias foi a abertura do Hospital Municipal de Cuiabá – Dr. Leoni Palma de Carvalho, que é a maior obra em saúde pública que este estado já recebeu. Mesmo com toda a torcida contra, que não foi pouca, conseguimos colocar em funcionamento, por etapas, o ambulatório com mais de 13 especialidades médicas, 180 leitos clínicos com equipamentos de última geração, a farmácia satélite e o parque tecnológico de imagens, com serviços de ultrassonografia, endoscopia, colonoscopia e radiografia, 40 leitos de UTI, além do Centro de Tratamento de Queimados – CTQ.

No dia 18 deste mês entregaremos a última etapa do HMC, que consistirá na abertura da urgência e emergência do hospital, onde funcionará o novo Pronto Socorro, 06 salas cirúrgicas, Central de Material e Esterilização-CME e 13 leitos de recuperação pós-anestésicos. Neste dia também entregaremos o heliponto, que possibilitará uma maior agilidade na condução de pacientes em estado grave para o hospital, bem como mais rapidez e segurança para o transporte de órgãos para transplantes, o que significará mais chances de salvar vidas.

Com a entrega de 100% do HMC, uma parte do meu anseio em melhorar a qualidade da saúde pública municipal estará completa. E, apesar de ser prefeito apenas de Cuiabá, todo o estado de Mato Grosso será contemplado, pois mais da metade dos atendimentos do Pronto Socorro da capital são feitos para pacientes do interior. Então, não são apenas os cuiabanos que ganharam este presente que é o HMC, mas toda a população do estado, que vai passar a contar com um dos hospitais mais modernos do Brasil, e o melhor, totalmente público.

Convido a todos para essa data histórica. Creio que é um momento que deixa feliz todos aqueles que amam e vivem em Cuiabá e em Mato Grosso. Uma obra que saiu do papel e, com foco, determinação, planejamento, elogiado inclusive pelo Ministério da Saúde, e muita vontade de fazer, estamos entregando à população funcionando a todo vapor. O HMC é o maior hospital público do Estado. Não 80% nem 90%, mas 100% em funcionamento, agora com a entrega também do novo Pronto Socorro nessa última etapa. Portanto, todos estão convidados a participar e brindar esse novo tempo. Estamos virando a página e dando início a um novo ciclo na saúde pública de Cuiabá e de todo o estado. Uma grande conquista principalmente para a população mais humilde, mais carente, que agora conta com um hospital de primeiro mundo na nossa capital.

Vou continuar me esforçando e trabalhando muito para que novas entregas, como essa, possam trazer mais qualidade de vida e esperança de um futuro cada vez mais promissor para nossa gente. Não nego que é uma tarefa difícil, mas nós já estamos trabalhando para alcançar nossos objetivos. Da minha parte, como prefeito da capital que completou 300 anos, vocês podem esperar muita luta, muito trabalho e muita comprometimento para conseguirmos oferecer uma saúde pública cada vez melhor para os cuiabanos e mato-grossenses que precisam do nosso auxílio.

E vamos celebrar essa nova Cuiabá!

Emanuel Pinheiro é prefeito de Cuiabá.

Boa tarde, pessoal! Tenho um convite especial para todos os cuiabanos e mato-grossenses. Nesta segunda, 18/11 às 18h30 entregaremos a última etapa do HMC. Será momento histórico para a saúde pública de Cuiabá, onde iremos colocar 100% em funcionamento a maior unidade pública do Centro-Oeste. #boraprafrente #HMC #saudeÉprioridade

Posted by Emanuel Pinheiro on Sunday, November 17, 2019

 

Veja Também  Governo efetua pagamento de R$ 3,9 milhões aos hospitais filantrópicos

 

Comentários Facebook

HMC

HMC amplia a capacidade de UTIs instaladas no SUS Cuiabá em mais de 50%

Avatar

Publicado

O prefeito da Capital anunciou a manutenção das UTIs no PS antigo durante coletiva concedida nesta segunda (25)

OZIANE RODRIGUES/Gustavo Duarte

Entregue 100% à população cuiabana e aos demais mato-grossenses na última semana, o Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) – Dr. Leony Palma de Carvalho permitiu a ampliação dos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) do Sistema Único de Saúde (SUS) Cuiabá em mais de 50%.

Com a informação, que foi passada pelo prefeito Emanuel Pinheiro na manhã desta segunda-feira (25), durante coletiva à imprensa, a Capital, que possuía 69 leitos ao todo, passa a contar com 145. “Recebemos Cuiabá com 69 leitos, sendo 50 no antigo PS e 19 no São Benedito. Agora passamos a contar com 60 leitos de UTI no HMC, além dos outros 11 do Hospital São Benedito e ainda os 05 pediátricos do antigo Pronto Socorro, que também foram abertos neste ano pela nossa gestão. Um avanço expressivo, que passa a ser um importante aliado na luta para salvar vidas de toda a população que buscar o SUS”, enfatizou Pinheiro.

O quantitativo atendido no HMC, desde o início das entregas das etapas nos últimos sete dias da urgência e emergência, também receberam destaque na coletiva. Conforme dados detalhados pelo gestor, o hospital cuiabano já atendeu mais de 17 mil pacientes. Para se ter uma dimensão, apenas nos últimos sete dias, a urgência e emergência  acolheu 451 pessoas em estado grave. Destas, 35 realizaram cirurgias de média e alta complexidade, essenciais para sanar o risco eminente de morte ao qual se encontravam.

“Cabe ressaltar que este é apenas o início. Estamos trabalhando para atendermos até 50 mil pacientes e 400 mil procedimentos médicos, entre consultas, exames cirurgias e outros serviços que o grande complexo de Saúde HMC irá ofertar. Essa é nossa capacidade instalada e vamos trabalhar para usá-la ao máximo no próximo ano, levando humanização para quem precisa da saúde pública de Cuiabá”, disse.

Finalizando o ato com a imprensa, o prefeito ainda revelou  o plano de transição de 100 dias do antigo Pronto Socorro. Conforme ele, durante esse período manterá uma equipe reduzida de urgência e emergência na estrutura para atender àqueles que, por mais de 40 anos buscaram atendimento ao local.

“Seria uma desumanização da nossa parte não pensarmos nas pessoas que por 40 anos tiveram como  referência de atendimento de urgência no Pronto Socorro antigo. Muita gente ainda não sabe que agora esses serviços são ofertados no HMC. Por isso, peço a ajuda de toda a imprensa para divulgarmos para a população esse avanço histórico no atendimento. Mas, durante 100 dias, que começaram a ser contados desde o dia 18 deste mês, manterei profissionais para acolher os que buscarem os serviços de saúde no Pronto Socorro, até que aos poucos ele vá dando lugar à revitalização e em dois anos se transforme em Hospital da Família (HFAM).  Assim, concluímos o ciclo e a virada de página da Saúde”, completou Pinheiro,

O prefeito informou também que o setor de atendimentos pediátricos, tanto de urgência e emergência quanto os eletivos permaneceram no PS antigo, uma vez que é um serviço de referência para todo o estado e também fará parte do Hospital da Família.

Comentários Facebook
Veja Também  Governo efetua pagamento de R$ 3,9 milhões aos hospitais filantrópicos
Continue lendo

HMC

Em inauguração do HMC, governador anuncia retomada de mais dois hospitais

Avatar

Publicado

Durante a cerimônia de inauguração da última etapa do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), na noite desta segunda-feira (18), o governador Mauro Mendes anunciou a retomada das obras de outras duas importantes unidades hospitalares na Capital.

Mendes afirmou que já na próxima semana serão apresentados os projetos e o cronograma para a entrega do Hospital Julio Muller e do Hospital Central.

A obra do Hospital Julio Muller foi iniciada em 2012 e paralisada dois anos depois, com poucos avanços. Já as obras do Hospital Central estão abandonadas desde 1984, ou seja, há mais de 30 anos. 

“Nós vamos apresentar a retomada de dois grandes projetos para o Estado de Mato Grosso. Já temos recursos depositados em conta para o Hospital Central e grande parte desse recurso virá da recuperação do dinheiro desviado pela corrupção”, afirmou.

O governador reforçou que é antiga a reivindicação por um hospital estadual em Cuiabá que atenda procedimentos de alta complexidade.

“Fui lá por duas vezes e vi que tínhamos uma bela estrutura que resistiu depois de tantos anos paralisada. Decidimos que faríamos os projetos arquitetônicos, complementares, hidráulicos, de engenharia civil, de fundação, elétricos, estruturais e comunico que estamos finalizando esses projetos e na próxima segunda-feira vamos anunciar o que vai ser o grande hospital de alta complexidade de Mato Grosso. Em sequência, colocaremos em licitação. Serão 23 mil m² de construção. Só para ter uma ideia, esse hospital municipal aqui tem 21 mil m²”, explicou.

De acordo com o governador, a retomada das obras do Hospital Júlio Muller – que conta com uma estrutura de 58 mil m² – também vai melhorar, e muito, “a saúde pública de Cuiabá, da baixada, e do Estado de Mato Grosso”.

“Também estamos investindo no interior do Estado. Nós retomamos em janeiro dois hospitais que estavam sob a responsabilidade de OSS [Organizações Sociais de Saúde] em Rondonópolis e Sinop. Já registramos uma economia de R$ 25 milhões com isso, e prestando um serviço muito melhor. Estamos também reformando e ampliando o hospital de Rondonópólis, Sinop, Alta Floresta, com obras no Hospital Metropolitano, em Várzea Grande, no CIOPS, no Adauto Botelho e, muito em breve, no Hospital Regional de Sorriso”, disse. 

HMC

No evento da última etapa do HMC, o governador lembrou das dificuldades encontradas desde a concepção do projeto, que começou no primeiro ano de sua gestão como prefeito de Cuiabá.

“Quando nós anunciamos que esse espaço aqui seria o novo Pronto-Socorro, apareceram três ações na Justiça dizendo que essa área não era da Prefeitura. Tivemos que demandar por quase um ano na Justiça para provar que essa área era do município e demos prosseguimento no processo de licitação. Assinamos um convênio com o Estado, assinamos a ordem de serviço e a obra começou, em julho de 2015. Quando deixamos a prefeitura, mais de 30% da obra civil estava concluída”, citou.

Mauro Mendes agradeceu o empenho da equipe da atua gestão da Prefeitura de Cuiabá e de todos os técnicos, secretários e políticos que contribuíram para a concretização da obra.

“Ainda temos que agradecer muito o senador Blairo Maggi e à bancada federal da época, por articularem junto ao então presidente Michel Temer a destinação de R$ 100 milhões para equipar a unidade”, lembrou.

Comentários Facebook
Veja Também  Governo efetua pagamento de R$ 3,9 milhões aos hospitais filantrópicos
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana