conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil participa de 2º Acampamento Regional de Projetos Mirins em Nova Lacerda

Avatar

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil, através do Programa De Cara Limpa Contra as Drogas, participou do 2º Acampamento Regional de Projetos Mirins, realizado entre os dias 15 a 17 de novembro, em Nova Lacerda (546 km a Leste de Cuiabá). O encontro, que reuniu mais de 300 crianças com idades, entre 10 a 16 anos, iniciou no dia 15, após o desfile da Proclamação da República.

O acampamento idealizado pela Guarda Mirim de Nova Lacerda tem o objetivo de reforçar a autoconfiança, disciplina, responsabilidade, superação, persistência através das características das profissões da área de segurança.

Durante o encontro, as crianças participam de instruções teóricas e práticas com noções de primeiros socorros, prevenção de acidentes no lar, os malefícios das drogas lícitas e ilícitas, nós e amarrações, meio ambiente, consumo racional de energia elétrica, hinos e canções, boas maneiras e conduta do cidadão, educação para o trânsito, entre outros temas.

 

Uma das atuações da Polícia Civil no evento aconteceu através do investigador lotado na Delegacia de Comodoro, Carlos Araújo, que ministrou a instrução sobre Educação ambiental para os 6 pelotões da Guarda Mirim e Bombeiros do Futuro, dos períodos matutino e vespertino.

Veja Também  Polícia Civil prende homem envolvido em tráfico de drogas

O tema abordado foi a “Água”, uma vez que a localidade, Cascata do Uirapurú possui o recurso natural em abundância. Durante a aula, foram abordados assunto como: uso da água, ciclo hidrológico, problemas relacionados a água, poluição dos corpos d’água, importância da mata ciliar, bem como foi falado sobre a fauna, flora,  hidrografia e relevo da Parque Uirapurú.

No final da instrução, foi confeccionado um filtro artesanal para água em caso de  emergência. “Conhecer sobre o tema é vital para preservar e manter os recursos hídricos para as próximas gerações”, disse o investigador.

 

O investigador, Farias, de Pontes e Lacerda ficou responsável por ministrar aos alunos, instruções de camuflagem e orientação e navegação na mata com emprego de bússola  Durante a atividade foram abordados temas como: importância da camuflagem, meios, objetivos e prática.

Com o segundo tema, os alunos aprenderam noções de navegação na mata, interpretação do terreno e uso de bússola, posterior prática com uma pista de orientação e navegação.

Entre as outras atividades realizadas estavam instrução om o Canil da Gefron, tirolesa com o Corpo de Bombeiros, instrução com a professora, Ana Colle, do IFMT sobre animais peçonhentos. Instrução com a Defesa Civil, palestra preventiva ao uso de drogas com Polícia Militar de Porto Esperidião.

Veja Também  PRF realiza operação de enfrentamentos aos crimes ambientais em Mato Grosso
 

No último dia de acampamento, foi realizada confraternização com churrasco e conclusão das atividades na praça central do município com autoridades presentes e entrega de lembrança aos participantes.

Participaram do evento, alunos do Bombeiros do Futuro e das Guardas Mirins de Nova Lacerda, Pontes e Lacerda, Porto Esperidião, Vila Bela da Santíssima Trindade, Comodoro e Campos de Júlio.

O evento contou com a atuação das instituições, Polícia Judiciária Civil, Polícia Militar, Grupo Especial de Fronteira (Gefron), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Bombeiro Militar, Defesa Civil, e Instituto Federal de Educação, além do apoio da Prefeitura Municipal e Câmara Municipal de Nova Lacerda.

 

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Policial

PRF participa do Projeto Natal Fraterno do Hospital Júlio Müller

Avatar

Publicado

Objetivo do projeto é proporcionar aos pacientes momentos de diversão.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) participou do Projeto Natal Fraterno com os pacientes do Hospital Universitário Júlio Müller (HUJM) nessa segunda-feira (2) em Cuiabá/MT.

O intuito do projeto é proporcionar aos pacientes do hospital momentos de alegria e confraternização. O evento aconteceu no Buffet Allegro Kids, e atendeu 200 crianças em tratamento.

A escolta do Papai Noel teve o auxílio de dois motociclistas e um motorista que estavam nos veículos da PRF. Durante o evento, os policiais também participaram da entrega dos presentes para os pacientes.

Fonte: PRF MT
Comentários Facebook
Veja Também  Operação combate crimes de roubo, furto e tráfico de drogas em Arenápolis
Continue lendo

Policial

PRF realiza operação de enfrentamentos aos crimes ambientais em Mato Grosso

Avatar

Publicado

No período de 26 a 28 de novembro a PRF realizou a Operação Bertholettia, em Pontes e Lacerda.

O objetivo da operação foi capacitar os policiais para a fiscalização de produtos florestais oriundos de Mato Grosso, Rondônia, Acre e Amazonas.

O treinamento consistiu em atualização teórica e fiscalização supervisionada.

Os participantes foram treinados para a análise de documentos ambientais (DOF/GF), a conferência da autenticidade, averiguação da carga, identificação de produtos e espécies transportadas.

Durante as atividades operacionais foram fiscalizados 25 (vinte e cinco) combinações de veículos transportando produto florestal. Foram registradas 12 (doze) ocorrências de transporte ilegal de madeira, representando 48% dos veículos fiscalizados.

As ocorrências resultaram na apreensão de 375 m³ de madeira serrada de espécies nativas, além das 12 combinações de veículos envolvidas.

Para as pessoas jurídicas e físicas envolvidas no transporte irregular, foram lavrados Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO) para encaminhamento ao Ministério Público Estadual. O MP, por sua vez, poderá propor transação penal, ajuste de conduta e outras medidas, além do perdimento da carga e reparação do dano para todos os envolvidos, incluindo motorista, vendedor e, em alguns casos, até o comprador do produto florestal.

Veja Também  Polícia Civil cumpre novo mandado de prisão contra suspeito de crime sexual e ameaça

As irregularidades encontradas na fiscalização foram: espécies e produtos não autorizados, excesso no volume, inconsistências e omissões nos documentos de origem florestal. Essas irregularidades tornam os documentos inválidos, dessa forma são enquadrados como crime ambiental e infração administrativa ambiental, nos termos da Lei 9.605/98 e Decreto 6.514/08.

A operação contou com a participação de equipes da Polícia Militar, Politec-MT e Indea-MT, cujas parcerias foram essenciais para a grandeza dos resultados alcançados.

O Ministério Público também participou da articulação entre os órgãos.

Bertholletia excelsa

O nome da operação remete à Bertholletia excelsa, popularmente conhecida como Castanheira do Pará, que tem o seu corte proibido, mas ainda é alvo de exploração e transporte ilegal.

A operação faz parte do calendário regional das operações da Polícia Rodoviária Federal no estado de Mato Grosso, e foi realizada com apoio da Coordenação-Geral de Operações Especializadas (COE), através do Grupo de Enfrentamento aos Crimes Ambientais (GECAM).

Fonte: PRF MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana