conecte-se conosco


PRF

Motorista morre carbonizado em acidente na região de castanhal

Avatar

Publicado

TV CENTRO AMÉRICA 

O acidente ocorreu no km 913 e envolveu uma caminhonete S-10 e um HB20.

 

Uma pessoa morreu e outra ficou ferida em um acidente grave registrado na tarde desse domingo (17) na BR-163, na região do Castanhal, em Itaúba, a 599 km de Cuiabá. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), um carro pegou fogo após uma batida com uma caminhonete. Uma pessoa morreu e outra ficou ferida em um acidente grave registrado na tarde desse domingo (17) na BR-163 na região do Castanhal, em Itaúba.

Uma pessoa morreu e outra ficou ferida em um acidente grave registrado na tarde desse domingo (17) na BR-163 na região do Castanhal, em Itaúba — Foto: Corpo de Bombeiros de Sinop/Divulgação

O carro de passeio saiu da pista e pegou fogo. O motorista da caminhonete estava sozinho e foi retirado do veículo, com ferimentos, por pessoas que passaram no local.

No outro carro uma pessoa morreu carbonizada. As vítimas ainda não foram identificadas e as causas desse acidente ainda estão sendo apuradas.

SE INSCREVA EM NOSSO CANAL DO YOUTUBE

Veja Também  Câmara Municipal autoriza município celebrar convênio com INCRA para executar obras em Assentamento do Sadia-1

Comentários Facebook

''TRAGÉDIA NO AR''

Menor é pego com 13 quilos de maconha em Várzea Grande

Avatar

Publicado

Treze quilos de maconha foram encontrados na bagagem de um adolescente de 16 anos, na um ônibus na tarde desta quarta-feira (2), na BR-364, em Várzea Grande. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a equipes estava num abordagem de fiscalização no km 434 da rodovia, quando parou um ônibus que faz linha de Cascavel/PR – Rio Branco/AC.

Durante fiscalização do compartimento de bagagem foi verificado odor característico de maconha, o que levou os policiais a fazer a vistoria da bagagem de um passageiro. Na mala foram encontrados 17 tabletes de substância análoga à maconha, com peso total de 13 quilos.

O menor alegou que realizaria o transporte da mala de Indubrasil /MS até a cidade de Rio Branco/AC e que não sabia o conteúdo da mala. O adolescente foi apreendido pela ocorrência de Tráfico de drogas e encaminhado à Polícia Civil de Várzea Grande.

 

Comentários Facebook
Veja Também  URGENTE: Corpo decapitado é encontrado enrolado em lona no mato
Continue lendo

PRF

PRF de MT vai à Justiça contestar decreto que veta o uso de radares; em MT são 9 radares móveis

Avatar

Publicado

Um decreto do presidente da República publicado nesta quinta-feira (15) no Diário Oficial da União suspende o uso dos radares móveis nas rodovias federais. O Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais deve recorrer à Justiça contra a medida. A reavaliação do uso dos radares será feita pelo Ministério da Infraestrutura e não há prazo definido para a volta da fiscalização.

No despacho do presidente, a justificativa é evitar o desvirtuamento e a utilização meramente arrecadatória dos instrumentos. O impasse sobre os radares vem desde abril. O presidente Jair Bolsonaro já havia dito que gostaria de acabar com este tipo de fiscalização. Chegou a suspender a instalação dos aparelhos. Mas uma decisão da Justiça determinou que a União não poderia retirar radares eletrônicos.

Depois disso, o governo firmou acordo com o Ministério Público Federal (MPF) se comprometendo a instalar novos radares em rodovias federais. Em Mato Grosso, serão nos trechos de travessia urbana nas BRs 070, 174 e 364. Em Mato Grosso são 9 radares portáteis usados nos pontos identificados como críticos, onde há altos índices de acidentes graves.

Veja Também  Jovem morre ao bater em vaca em estrada rural

O Ministério da Justiça já determinou que a PRF cumpra a decisão presidencial e recolha os equipamentos até a reavaliação e regulamentação dos procedimentos de fiscalização eletrônica e que a área técnica colabore nesse trabalho. Para o presidente do sindicato dos policiais rodoviários federais, Átila Calonga, os radares são instrumentos que salvam vidas. O sindicato vai entrar com uma ação judicial para reverter a determinação.

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana