conecte-se conosco


Diárias de Mercado

CITROS/CEPEA: Demanda diminui, mas menor oferta sustenta preços

Avatar

Publicado

Cepea, 18/11/2019 – Devido ao feriado nacional da Proclamação da República, em 15 de novembro, a procura por laranja se retraiu no mercado de mesa na semana passada, segundo colaboradores do Cepea. Entretanto, a baixa oferta de frutas com qualidade e a redução da colheita de pera seguem sustentando as cotações. Entre 11 e 14 de novembro, a variedade foi negociada a R$ 28,72/cx de 40,8 kg, na árvore, alta de 2,5% em relação à semana anterior. Quanto à lima ácida tahiti, por sua vez, o volume já está aumentando no mercado de mesa paulista – ainda que a maior parte corresponda a frutas miúdas, que são negociadas a preços menores. A tendência, segundo agentes consultados pelo Cepea, é de que a elevação gradual da oferta pressione as cotações daqui em diante. A média da tahiti na semana passada foi de R$ 86,54/cx de 27 kg, colhida, queda de 11,4% em relação ao período anterior. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: Diárias de Mercado
Comentários Facebook
Veja Também  MANGA/CEPEA: Apesar de menor oferta, preços recuam na Bahia

Diárias de Mercado

ARROZ/CEPEA: Negociações internas seguem lentas

Avatar

Publicado

Cepea, 27/11/2019 – Os preços do arroz em casca estão firmes no mercado gaúcho, segundo informações do Cepea. O Indicador ESALQ/SENAR-RS, 58% grãos inteiros (média ponderada para o estado do Rio Grande do Sul) registrou aumento de 0,47% entre 19 e 26 de novembro, fechando a R$ 46,76/sc de 50 kg na terça-feira. Beneficiadoras têm trabalhado com o produto já adquirido, mas indicam interesse em novas compras no spot – elas sinalizam ter estoques suficientes até o início da próxima temporada, caso as vendas não sejam alavancadas. Diante da forte valorização do dólar frente ao Real, indústrias gaúchas consultadas pelo Cepea apontam que a concorrência com o arroz importado também deve continuar dificultando as comercializações. Orizicultores, por sua vez, estão menos presentes no mercado. Parte dos vendedores está capitalizada e tem expectativa de que o preço da saca possa aumentar nas primeiras semanas de 2020, fundamentados no período de entressafra e colheita mais tardia. Entretanto, alguns comercializaram lotes para entregas programadas nas próximas semanas e recebimento nos primeiros meses do próximo ano. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: Diárias de Mercado
Comentários Facebook
Veja Também  ETANOL/CEPEA: Volume negociado cresce 15% na parcial da temporada
Continue lendo

Diárias de Mercado

ETANOL/CEPEA: Volume negociado cresce 15% na parcial da temporada

Avatar

Publicado

Cepea, 03/12/2019 – O volume de etanol hidratado negociado na parcial da safra 2019/20 (de abril a novembro) captado pelo Cepea está 14,9% maior que o do mesmo período da temporada anterior. As boas saídas de etanol hidratado nas bombas seguem influenciando o volume negociado nas usinas e dando sustentação aos preços no segmento produtor nos principais estados. Entre 25 e 29 de novembro, o Indicador CEPEA/ESALQ do etanol hidratado (preço ao produtor) fechou a R$ 1,9611/litro (sem ICMS e sem PIS/Cofins), alta de 2,87% em relação ao da semana anterior. No caso do etanol anidro, o Indicador CEPEA/ESALQ foi de R$ 2,1470/litro (sem PIS/Cofins), aumento de 2,43% no mesmo período. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: Diárias de Mercado
Comentários Facebook
Veja Também  MILHO/CEPEA: Em novembro, cotações sobem mais de 14% em algumas praças
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana