conecte-se conosco


Educação

Candidato do Enem têm até esta segunda para pedir reaplicação de prova

Avatar

Publicado

Termina hoje (18) o prazo para os candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) pedirem a reaplicação da prova, caso tenham se sentido prejudicados por problemas logísticos durante o exame..

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo Enem, estabeleceu situações para permitir a reaplicação: em caso de desastres naturais, que tenham prejudicado a infraestrutura do local de prova, falta de energia que tenha comprometido a iluminação da sala de aplicação e falha de procedimento de aplicação que tenha levado algum prejuízo ao participante.

O pedido de reaplicação deve ser feito na página do participante, no site do Enem. Ainda este mês, sem data definida, o Inep vai informar ao candidato se aceitou ou negou o pedido. Quem vai refazer as provas anote na agenda: 10 e 11 de dezembro, terça e quarta-feira.

Edição: Graça Adjuto
Comentários Facebook

Educação

Sisu: inscritos podem conferir se foram selecionados

Avatar

Publicado


.

Os resultados do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do 2º semestre de 2020 estão disponíveis para os 424.991 candidatos que disputam as vagas distribuídas em 57 instituições públicas de educação superior no país. O Sisu do segundo semestre de 2020 teve 814.476 inscrições para um total de 51.924 vagas disponíveis. Os candidatos poderiam se candidatar para até duas vagas. 

Os candidatos podem fazer a consulta individualmente no site https://sisu.mec.gov.br/#/ e clicar em Ver Meu Boletim. Também há a possibilidade de conferir a lista dos candidatos pela instituição e curso selecionados em Lista De Selecionados 

O prazo para matrícula na instituição em que o candidato foi selecionado pela 1ª ou 2ª opção abrirá nesta quinta-feira (16) e será encerrado na terça-feira (21). Quem não foi selecionado em nenhuma das duas opções nesta chamada pode participar da lista da espera até o dia 21 de julho. Nesse caso, é preciso manifestar interesse em participar da lista de espera e só poderá escolher uma das duas opções escolhidas anteriormente. O resultado da lista de espera será divulgado pelas próprias instituições de ensino a partir do dia 24 de julho. 

Balanço

As regiões que registraram maior quantidade de inscrições foram: Nordeste (345.902) e Sudeste (329.079), seguidas do Sul (94.361), Norte (30.376) e Centro-Oeste (14.758). A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) foi a que recebeu mais inscrições,  com 72.526, seguida de Universidade Federal do Maranhão (UFMA), com 55.281 e Universidade Federal Fluminense (UFF), com 51.050. 

Os cursos mais concorridos foram medicina, que tem 1.395 vagas e registrou 154.466 inscrições (110,73 inscrições por vaga); design de interiores, com 20 vagas e 1.481 inscrições (74,05 inscrições por vaga); e ciência de dados e inteligência artificial, que nesta edição abriu 3 vagas e computou 183 inscrições (61 inscrições por vaga).  

Intituições com maior número de inscritos:

Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) 72.526
Universidade Federal do Maranhão (UFMA) 55.281
Universidade Federal Fluminense (UFF) 51.050
Universidade Federal da Bahia (UFBA) 44.463
Universidade Federal do Piauí (UFPI) 34.722
Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) 30.725
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) 30.095
Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) 27.812
Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) 27.722
Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) 27.041

Edição: Fábio Massalli

Comentários Facebook
Continue lendo

Educação

Estudantes da UnB são expulsos por fraudar cotas raciais

Avatar

Publicado


.

A Reitoria da Universidade de Brasília (UnB) anunciou a expulsão de 15 estudantes. De acordo com a direção da universidade, o motivo foi o fato de terem fraudado o sistema de cotas raciais vigentes na instituição há quase 20 anos. Foi a primeira vez que uma medida deste tipo foi adotada pela universidade.

Além da expulsão, dois alunos que já haviam se formado perderam seus diplomas pela mesma razão. Outros oito, que já estavam afastados, tiveram os créditos anulados.

Os processos tiveram início com denúncias contra cem estudantes por suposta fraude do ingresso por meio do sistema de cotas raciais em 2017. Foi aberta uma sindicância e uma comissão foi nomeada para investigar o caso.

Em uma primeira análise por parte da comissão, 73 estudantes foram retirados da apuração. Uma segunda comissão foi criada para dar prosseguimento à análise dos 28 restantes. A reitoria da UnB argumenta que todos tiveram direito ao contraditório e que o processo teve parecer da Procuradoria Federal junto à UnB.

Edição: Aline Leal

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana