conecte-se conosco


Internacional

Hong Kong registra novos confrontos neste domingo

Publicado

Internacional

A polícia disparou hoje (17) gás lacrimogêneo contra manifestantes na Universidade Politécnica de Hong Kong, no momento em que a oposição parlamentar critica as Forças Armadas chinesas que, no sábado (16) retirou escombros das ruas.

Hoje, um grande grupo de pessoas voltou a tentar limpar uma estrada cheia de escombros perto do campus da instituição, mas foi advertido pelos manifestantes de que devia se afastar.

A polícia chegou a algumas centenas de metros e disparou várias granadas de gás lacrimogêneo contra os manifestantes, que se abrigavam atrás de uma “parede” de guarda-chuvas.

O incidente ocorreu horas depois de intensos confrontos durante a noite desse sábado, em que os dois lados trocaram bombas de gás lacrimogêneo e bombas incendiárias que deixaram focos de incêndio na rua.

Muitos manifestantes entraram para o interior do campus, onde montaram pontos de controle de acesso.

Os manifestantes, que ocuparam vários campus importantes durante a passada semana, recuaram quase por completo, à exceção de um contingente que permanece na Universidade Politécnica.

Veja Também  França quer que contribuições para acolher migrante sejam obrigatórias

O mesmo grupo também bloqueia o acesso a um dos três principais túneis rodoviários que ligam a Ilha de Hong Kong ao resto da cidade.

Em outros lugares, trabalhadores e voluntários – incluindo um grupo de soldados chineses que saíram da guarnição – limparam estradas repletas de entulhos no sábado.

Houve incidentes dispersos de manifestantes discutindo e confrontando as pessoas que limpavam as estradas.

Líderes da oposição divulgaram declaração, na qual criticam os militares chineses por se juntarem às operações de limpeza. Os militares têm permissão para ajudar a manter a ordem pública, mas apenas a pedido do governo de Hong Kong.

O governo disse que não havia solicitado a assistência dos militares, descrevendo-a como uma atividade voluntária da comunidade.

*Emissora pública de televisão de Portugal

Edição:
Comentários Facebook

Internacional

Missão da UE visita Venezuela em preparação para eleição parlamentar

Avatar

Publicado


.

A União Europeia (UE) enviou missão à Venezuela, em preparação para a eleição parlamentar marcada para dezembro, anunciou o bloco nessa quinta-feira (24) enquanto o país se prepara para um pleito que deve ser boicotado por grande parte da população.

Dezenas de partidos de oposição estão se recusando a participar do processo eleitoral, com a justificativa de que ele será fraudado para favorecer o Partido Socialista, do governo, embora um dos grupos de oposição já tenha dito que está buscando melhores condições para uma possível participação. 

“Uma missão da UE está em Caracas nesta semana para manter contatos com todas as partes interessadas (incluindo as principais forças políticas, a sociedade civil, academia, o setor privado e as igrejas)”, disse um porta-voz do bloco por e-mail

“Essa missão ocorre no contexto das iniciativas contínuas para promover as condições democráticas mínimas antes das eleições legislativas”. 

A UE anunciou que recebeu convite para observar as eleições na Venezuela em dezembro, mas disse que o governo do presidente Nicolás Maduro ainda não atingiu “as condições mínimas” para permitir que isso aconteça até lá. Maduro respondeu que seria “impossível” adiar a votação. 

Veja Também  AstraZeneca aguarda aprovação para retomar teste com vacina nos EUA

A atual legislatura é controlada pela oposição desde 2016, após vitória esmagadora um ano antes, mas a Suprema Corte do país, favorável ao governo, bloqueia quase todo projeto de lei aprovado pelo Congresso.

Comentários Facebook
Continue lendo

Internacional

Portugal amplia medidas até meados de outubro para combater covid-19

Avatar

Publicado


.

Portugal ampliou as medidas para conter a pandemia do novo coronavírus no mínimo até meados de outubro, anunciou o governo nessa quinta-feira (24), no momento em que um aumento do número de casos diários continua a preocupar autoridades.

No dia 15 de setembro, todo o país foi submetido a um estado de contingência que vigorará até 14 de outubro, o que significa que as reuniões continuam a ser limitadas a dez pessoas, e os estabelecimentos comerciais precisam fechar entre as 20h e as 23h.

Portugal, que já registrou 71.156 casos até agora, foi elogiado inicialmente por sua reação à pandemia. Agora os casos voltaram a subir, e a autoridade de saúde relatou 802 casos na quarta-feira (23), um dos piores dias desde o início da pandemia.

“O número de casos vem crescendo há cerca de cinco semanas”, disse a titular da Presidência do Conselho de Ministros, Mariana Vieira da Silva, em entrevista coletiva coletiva, acrescentando que o governo reavaliará a situação em duas semanas.

O governo também decidiu ampliar a proibição de festivais e eventos semelhantes até o fim do ano.

Veja Também  Governador diz que Nova York revisará qualquer vacina contra covid-19

O aumentos dos casos do novo coronavírus em Portugal, uma nação de pouco mais de 10 milhões de habitantes, levou vários países europeus a estabelecer restrições de viagem e alertas que prejudicam a economia, dependente do turismo.

Ainda nessa quinta-feira, a Alemanha acrescentou a grande Lisboa, que concentra a maioria dos casos de covid-19, a uma lista de destinos para os quais desaconselhou viagens.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana