conecte-se conosco


Economia

Veja como garantir frete grátis para suas compras na Black Friday

Avatar

Publicado

source

Uma preocupação para muita gente que costuma ou pretende comprar na Black Friday é o custo do frete. Para a edição 2019 do evento é possível resolver essa questão com antecedência. Isso porque a gigante do varejo  Amazon lançou um programa de assinatura que disponibiliza  frete gratuito e ilimitado para todo o Brasil.

Leia também: Esquenta Black Friday! Dez jogos para PS4 que estão em promoção na Amazon

frete arrow-options
shutterstock
Amazon tem plano de assinatura barato e que conta com frete gratuito e ilimitado

Entre as vantagens do Amazon Prime estão acesso à plataforma de streaming Amazon Prime Video, ao streaming de música Amazon Prime, ao Kindle, com diversos livros e todas as revistas da Editora Abril, e o já mencionado frete gratuito. Tudo pelo valor de R$ 9,90 mensais. Os primeiros 30 dias são grátis para teste do serviço. E a grande sacada está justamente no fato que dentro desse período de 30 dias está a Black Friday , que em 2019 acontece no dia 29 de novembro.

Veja Também  Nascidos em setembro e outubro sem conta na Caixa podem sacar FGTS

Não há valor mínimo de compras para as entregas gratuitas e, se o comprador for residente de qualquer uma das capitais do Sul e Sudeste, ou do Distrito Federal, a entrega é realizada em até dois dias úteis.

Leia também: Smartphones lideram preferência na Black Friday; veja campeões de venda no País

Com a garantia de frete grátis , fica mais fácil se planejar para comprar na Black Friday 2019.

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook

Economia

Média de juro do cheque especial fecha 2019 menor que no início do ano

Avatar

Publicado

As taxas médias de juros do cheque especial e do empréstimo pessoal terminaram 2019 menores que as do início do ano, de acordo com levantamento feito pelo Núcleo de Inteligência e Pesquisas da Escola de Proteção e Defesa do Consumidor da Fundação Procon de São Paulo. O levantamento envolveu seis instituições financeiras: Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú, Safra e Santander. 

De acordo com a análise, a média dos juros para o cheque especial iniciou o ano em 13,44% ao mês (a.m.) e terminou em 12,57% ao mês, registrando variação negativa de 6,47%. O banco que apresentou a maior taxa média anual de cheque especial foi o Santander, com 14,94% a.m.; a menor taxa média anual foi a da Caixa Econômica Federal, com 11,98% a.m.; diferença de 2,96 pontos percentuais, representando variação de 24,71%.

A taxa média do cheque especial em 2019 foi de 13,17% a.m., indicando decréscimo de 0,09 ponto percentual em relação à taxa média de 2018, que foi 13,26% a.m. 

Veja Também  Bolsa de valores de São Paulo bate recorde e fecha acima de 110 mil pontos

No empréstimo pessoal, a taxa média em 2019 foi  6,24% a.m., indicando decréscimo de 0,03 ponto percentual em relação à taxa média de 2018, que era de 6,27% a.m.

O ano iniciou com taxa média de 6,28% e finalizou com 6,19% a.m., registrando variação negativa de 1,43%. O banco que apresentou a maior taxa média anual de empréstimo pessoal foi o Santander, com 7,89% a.m.; a menor taxa média anual foi a da Caixa Econômica Federal, com 4,87% a.m.; uma diferença de 3,02 pontos percentuais, representando variação de 62,01%.

Edição: Fábio Massalli
Fonte: EBC
Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Receita exigirá CPF de destinatário em encomendas internacionais

Avatar

Publicado

A Receita Federal do Brasil exigirá, a partir de 1º de janeiro de 2020, que todas as encomendas e remessas internacionais possuam a identificação do CPF, CNPJ ou número do passaporte do destinatário para ter o despacho aduaneiro iniciado. A falta dessa informação poderá acarretar na proibição da entrada da encomenda e sua devolução ao exterior ou destruição, nos casos em que a devolução não seja possível.

Essa informação deve ser prestada na hora da compra on-line e encaminhada juntamente com a encomenda em seu transporte. Caso não seja informado no momento da compra, ou o remetente não os encaminhe o dado juntamente com a remessa, os Correios possuem uma ferramenta para prestação dessa informação na página da internet, por meio do rastreamento ou do portal “Minhas Importações“. Será necessário realizar o cadastro no Portal, informando o CPF (pessoa física), CNPJ (pessoa jurídica) ou número do passaporte (estrangeiro), bem como definir login e senha.

Após o cadastro, informa a Receita, basta realizar a pesquisa por encomendas e fazer a vinculação das remessas no ambiente “Minhas Importações”. Somente após a prestação dessa informação, as encomendas poderão ser apresentadas à fiscalização aduaneira.

Edição: Valéria Aguiar
Fonte: EBC
Comentários Facebook
Veja Também  Nascidos em setembro e outubro sem conta na Caixa podem sacar FGTS
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana