conecte-se conosco


Várzea Grande

Projeto escolar recicla mais de 12 toneladas de materiais reutilizáveis

Avatar

Publicado

Os alunos das escolas da rede municipal de Ensino de Várzea Grande finalizaram as atividades do Projeto 3Rs “ Reciclar é bom, reutilizar é melhor e reduzir é melhor ainda” em evento realizado na manhã da última sexta-feira, 8/11, na Escola Municipal de Educação Básica – EMEB “Profa. Irenice Godoy de Campos Silva”, do bairro Jardim Imperial. Este ano, as escolas conseguiram recolher 12.258 quilos de resíduos para a reciclagem.

De acordo com o professor Vagner César Barros, da Coordenação da Educação Ambiental da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, este ano, o Projeto 3 Rs, realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável, teve a participação de dez escolas da rede municipal, que ao longo do ano, desenvolveram atividades pedagógicas, de estudo, pesquisa em sala de aula, de campo e visitas a empresas, com a finalidade de refletir sobre a sustentatibilidade (Reduzir, Reutilizar e Reciclar). O projeto propôs ações práticas que visam minimizar o desperdício de materiais e produtos, além de poupar a natureza da extração inesgotável de recursos. “A proposta do projeto é mostrar que adotando estas práticas, é possível diminuir o custo de vida reduzindo gastos, além de favorecer o desenvolvimento sustentável.” Disse o coordenador.

O evento contou com a participação de alunos da EMEB “Profa. Rita Auxiliadora de Campos Cunha” que apresentaram uma peça teatral, com acompanhamento musical de alunos da escola Irenice Godoy.

O encerramento do Projeto 3 Rs foi marcado pela entrega de certificados de participação as empresas parceiras Reciclate e Fábrica de Refrigerantes Marajá, e também da entrega de certificado e premiação às escolas participantes de acordo com a quantidade de resíduos coletados.

A superintendente Pedagógica, Gonçalina Rondon, parabenizou alunos, professores e diretores pela participação no Projeto 3Rs que, de acordo com ela, assegura aos alunos uma maior conscientização quanto as questões de sustentabilidade e preservação do meio ambiente. “Eles aprendem desde pequenos a importância da reciclagem e seu papel como protagonista na defesa e no futuro sustentável de nosso planeta” destacou.

A escola primeira colocada no recolhimento de resíduos de 2019 foi a EMEB “Profa. Rita Auxiliadora de Campos Cunha”, com 3.655 quilos de materiais reciclável recolhidos, seguida pela EMEB “Profa. Irenice Godoy de Campos Silva”, com 1.728 quilos de resíduos recolhidos.As demais unidades participantes foram as EMEBs Ednilson Francisco Kolling, Maria Joana da Silva Almeida, Maria Barbosa Martins, Libia da Costa Rondon, Joaquim da Cruz Coelho, Manoel João de Almeida, Abdala Jose de Almeida e Faustino Antonio da Silva.

   

Por: Fred Nogueira – Secom/VG

Comentários Facebook

Várzea Grande

Prefeitura cancela enquete “Selo Empresa Amiga do Meio Ambiente” por suspeita de uso de robôs na votação

Avatar

Publicado


.

14/07/2020    2

Sob suspeita de ataque virtual , a enquete para escolha ‘Selo Empresa Amiga do Meio Ambiente 2021” da Internet foi removida do site da prefeitura de Várzea Grande.As secretarias municipais do Meio Ambiente e  Educação, após suspeita levantada pelos serviços de Tecnologia da Informação – TI- da prefeitura, de ter havido ataque virtual, resolveram suspender a votação temporariamente, acreditando, que este tipo de votação lesa o princípio de igualdade na disputa.

Conforme informações da TI este caso foi considerado como um movimento atípico, vez que, desde  2016 , o “Selo Empresa Amiga do Meio Ambiente” , é escolhido nesta modalidade, e nunca houve ocorrência ou anormalidade. A hipótese é que tenha sido usado um programa que permite votar repetidamente, de forma automática, em um único desenho.

Os secretários municipais de Educação e Meio Ambiente respectivamente, Silvio Fidelis e Helen Farias, foram unanimes ao afirmar que a escolha parte de atividades escolares, realizadas no âmbito curricular, junto aos alunos da Rede de Educação Pública Municipal, com programação e vasto material de conhecimento e que cumprem etapas, para se chegar ao resultado final, que é a exposição dos desenhos para a escolha junto à sociedade várzea-grandense, e repudiam esta prática, afirmando que não será permitida, porque faz parte de uma atividade escolar saudável.

“ Este trabalho educativo que é realizado pelas equipes da Educação e Meio ambiente, junto aos alunos é de extrema importância, porque não só desperta a educação ambiental entre eles como também é extensivo as famílias. E realizando esta atividade, que externa junto a sociedade e classe empresarial, os alunos se sentem a cada ano mais desafiados, a darem o melhor de si, e aprofundam nas pesquisas para realizarem a tarefa final, que é a produção do selo, que é colocado para a escolha junto a população da cidade. Sendo esta ação de extrema responsabilidade social”, disse a secretária do Meio Ambiente Helen Farias.    

O secretário Silvio Fidelis, explicou que para a enquete deste ano houve mudança justamente para não haver disputa desigual “Para não direcionar nem influenciar na votação, os trabalhos foram publicados sem os nomes dos autores e das escolas. O público interessado em participar da votação vai apreciar o melhor desenho que expressa o zelo que o homem deve ter com o meio ambiente e as consequências por não cuidar do meio em que vivemos. A votação sempre foi na modalidade livre, não contendo base científica, e sim, a pura expressão do aluno com referência ao tema. A Votação é aberta para toda a sociedade. A votação iria até o dia 31 de julho, sendo o período para votação de 30 dias. Tão logo o problema seja resolvido, a enquete retorna, e comerá do zero, ficando garantido o prazo de 30 dias para votação ”,detalhou o secretário.

 

 

 

Por: Da Redação – Secom/VG

Comentários Facebook
Continue lendo

Várzea Grande

Prefeitura cancela enquete “Selo Empresa Amiga do Meio Ambiente” por suspeita de uso de ‘robôs’ na votação

Avatar

Publicado


.

14/07/2020    5

Sob suspeita de ataque virtual , a enquete para escolha ‘Selo Empresa Amiga do Meio Ambiente 2021” da Internet foi removida do site da prefeitura de Várzea Grande.As secretarias municipais do Meio Ambiente e  Educação, após suspeita levantada pelos serviços de Tecnologia da Informação – TI- da prefeitura de ter havido ataque virtual, resolveram suspender a votação temporariamente, acreditando, que este tipo de votação lesa o princípio de igualdade na disputa.

Conforme informações da TI este caso foi considerado como um movimento atípico, vez que, desde  2016 , o “Selo Empresa Amiga do Meio Ambiente” , é escolhido nesta modalidade, e nunca houve ocorrência ou anormalidade. A hipótese é que tenha sido usado um programa que permite votar repetidamente, de forma automática, em um único desenho.

Os secretários municipais de Educação e Meio Ambiente respectivamente, Silvio Fidelis e Helen Farias, foram unanimes ao afirmar que a escolha parte de atividades escolares, realizadas no âmbito curricular, junto aos alunos da Rede de Educação Pública Municipal, com programação e vasto material de conhecimento e que cumprem etapas, para se chegar ao resultado final, que é a exposição dos desenhos para a escolha junto à sociedade várzea-grandense, e repudiam esta prática, afirmando que não será permitida, porque faz parte de uma atividade escolar saudável.

“Este trabalho educativo que é realizado pelas equipes da Educação e Meio ambiente, junto aos alunos é de extrema importância, porque não só desperta a educação ambiental entre eles como também é extensivo as famílias. E realizando esta atividade, que externa junto a sociedade e classe empresarial, os alunos se sentem a cada ano mais desafiados, a darem o melhor de si, e aprofundam nas pesquisas para realizarem a tarefa final, que é a produção do selo, que é colocado para a escolha junto a população da cidade. Sendo esta ação de extrema responsabilidade social”, disse a secretária do Meio Ambiente Helen Farias.    

O secretário Silvio Fidelis, explicou que para a enquete deste ano houve mudança justamente para não haver disputa desigual “Para não direcionar nem influenciar na votação, os trabalhos foram publicados sem os nomes dos autores e das escolas. O público interessado em participar da votação vai apreciar o melhor desenho que expressa o zelo que o homem deve ter com o meio ambiente e as consequências por não cuidar do meio em que vivemos. A votação sempre foi na modalidade livre, não contendo base científica, e sim, a pura expressão do aluno com referência ao tema. A Votação é aberta para toda a sociedade. A votação iria até o dia 31 de julho, sendo o período para votação de 30 dias. Tão logo o problema seja resolvido, a enquete retorna, e comerá do zero, ficando garantido o prazo de 30 dias para votação ”,detalhou o secretário.

 

 

 

Por: Da Redação – Secom/VG

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana