conecte-se conosco


Economia

Eletrobras lucra R$ 716 milhões no terceiro trimestre de 2019

Avatar

Publicado

A Eletrobras registrou lucro líquido de R$ 716 milhões no terceiro trimestre deste ano, mostrando recuperação ante o resultado negativo de R$ 2,2 bilhões observado em igual período do ano passado. A receita bruta alcançou R$ 8,8 bilhões, alta de 9,7% ante o mesmo trimestre de 2018.

O Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) da Eletrobras evoluiu 303%, comparativamente ao terceiro trimestre do ano passado, somando R$ 2,8 bilhões.

O aumento na receita, no valor de R$ 1 bilhão, contribuiu para o resultado positivo da estatal.

Destacam-se o contrato de comercialização de energia da Usina Termelétrica Mauá 3 (UTE Mauá 3), localizada no Amazonas, e melhorias da gestão dos ativos de geração, no montante de R$ 250 milhões, relativos às usinas geradoras de energia elétrica que tiveram suas concessões prorrogadas pela Lei 12.783/2013.

O resultado foi influenciado ainda pela redução de 17% dos gastos recorrentes da Eletrobras com pessoal, material, serviços de terceiros e outras despesas, o que significou diminuição em torno de R$ 371 milhões no trimestre.

Veja Também  Bolsonaro diz que respeita teto de gastos ao lado de Maia e Alcolumbre

No acumulado de janeiro a setembro de 2019, a Eletrobras teve lucro líquido de R$ 7,624 bilhões, superando em 1.985% o prejuízo líquido de R$ 404 milhões apresentado nos primeiros nove meses de 2018.

Edição: Maria Claudia
Comentários Facebook

Economia

Lucro líquido da Eletrobras chega a R$ 4,6 bilhões no trimestre

Avatar

Publicado


.

O lucro líquido da Eletrobras foi R$ 4,6 bilhões no segundo trimestre deste ano e o Ebitda, sigla para lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização, foi R$ 7,8 bilhões, valor 483% maior do que o mesmo período de um ano atrás. Os dados foram divulgados pela empresa, na noite desta quarta-feira (12).

Entre os motivos dos bons resultados, segundo a estatal, está a queda de 26% de despesas de Pessoal, Material, Serviços e Outros (PMSO).

“Um dos destaques do trimestre, bastante significativo para a Eletrobras, foi a redução de R$ 592 milhões em PMSO. O resultado, que consideramos uma conquista, é fruto de medidas permanentes de disciplina financeira adotadas nos últimos anos e que passaram a fazer parte do DNA da empresa”, disse o presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Junior.

Segundo a empresa, influenciaram o resultado as medidas relativas aos planos de demissão consensual e ao projeto Orçamento Base Zero, tendo este último, apenas no primeiro semestre, representado uma economia de R$ 97 milhões.

Veja Também  BC regulará instituições que aderirem a novo sistema de pagamentos

“A redução de custos é ainda influenciada por fatores como redução de terceirizados e de aluguéis em Furnas. Os custos operacionais também tiveram diminuição de R$ 136 milhões. Outro destaque do período foi o indicador dívida líquida/Ebitda ajustado em 1,5, reforçando o compromisso da empresa com a disciplina financeira”, informou a companhia.

A Eletrobras é responsável por 30% da geração de energia elétrica do país, o equivalente a 51.301 mega Watts. Durante a pandemia, a geração da Eletrobras foi a mais utilizada, chegando a 40% da geração brasileira entre abril e junho.

“A Eletrobras mantém a operação normal na geração e na transmissão de energia para o atendimento da retomada da economia no momento pós-pandemia”, reforçou o presidente. Na transmissão, a empresa detém 44,7% do Brasil, num total de 71.503 quilômetros de linhas. A operação de transmissão teve os melhores resultados históricos de indicadores para um primeiro semestre, mesmo em meio à pandemia.

A Eletrobras controla grande parte dos sistemas de geração e transmissão de energia elétrica do Brasil por intermédio das subsidiárias Eletrobras Amazonas GT, Eletrobras CGT Eletrosul, Eletrobras Chesf, Eletrobras Eletronorte, Eletrobras Eletronuclear e Eletrobras Furnas. Além de ser principal acionista dessas empresas, a companhia é dona de metade do capital de Itaipu Binacional.

Veja Também  Lucro líquido da Eletrobras chega a R$ 4,6 bilhões no trimestre

Nesta quinta-feira (13), o presidente da estatal participará de teleconferência com acionistas e analistas, às 14h30, quando apresentará os destaques das demonstrações financeiras do trimestre.

Edição: Fábio Massalli

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Golpista aplica fraude por WhatsApp e zomba: “é gostoso, vou falar pra você”

Avatar

Publicado


source

Golpista aplica fraude por WhatsApp e debocha das vítimas: "é gostoso, vou falar pra você"

Um áudio de um golpista vazou na internet e se tornou viral nas redes sociais.

Um criminoso que aplica golpes pelo WhatsApp debocha das vítimas e expõe seus lucros a uma delas.

Em uma ligação telefônica, ele diz que apenas no dia em questão “só” tinha faturado R$ 2.500. Mas, no dia anterior, tinha levantado R$ 4.500 com o golpe:

“R$ 6 mil em dois dias tá bom, né? (…) Imagina R$ 20 mil em duas semanas? (…) Mas R$ 20 mil em duas semanas é gostoso, vou falar pra você hein. É gostoso, é gostoso cara”, zomba o criminoso.

Como funciona o golpe

O golpe, embora já seja conhecido pelos brasileiros, ainda faz muitas vítimas.

No áudio vazado, o criminoso tenta aplicar um golpe e revela o passo a passo para invadir o WhatsApp das vítimas.

Primeiro, ele liga para um número de telefone aleatório se passando por um atendente. Depois, informa que há um problema com a conta da pessoa.

Assim, para confirmar o falso atendimento, o criminoso solicita que a pessoa informe o número do “protocolo” recebido por SMS .

Os número são, não verdade, o código para acessar o WhatsApp da vítima em um outro dispositivo.

Então, quando a vítima informa o código recebido, o criminoso já consegue acessar o WhatsApp e passa a pedir dinheiro para os contatos da pessoa se passando por ela.

Vítima percebeu o golpe

No áudio vazado é justamente isso que acontece.

O criminoso liga para uma vítima e realiza o “procedimento”. No entanto, o homem contatado percebeu que se tratava de um golpe.

Então, ele começa a conversar com o criminoso e questiona se o golpe, de fato, funciona.

O criminoso então revela os detalhes do golpe e os lucros obtidos.

Quando perguntado se muita gente ainda cai no golpe, o criminoso diz que apenas no dia em questão já tinha faturado R$ 2.500. Já no dia anterior, o lucro superou R$ 4.500.

Além disso, disse que a cada 50 ligações que faz, pelo menos 39 vítimas informam o código – uma eficácia de quase 80%.

Comentários Facebook
Veja Também  Golpista aplica fraude por WhatsApp e zomba: "é gostoso, vou falar pra você"
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana