conecte-se conosco


Política Nacional

“Não há nenhum golpe na Bolívia”, afirma ministro Ernesto Araújo

Avatar

Publicado

source
Ernesto arrow-options
Marcos Corrêa/PR
Ministro apontou fraude eleitoral maciça como estopim da queda de Morales na Bolívia

Após o anúncio de renúncia do agora ex-presidente da Bolívia Evo Morales, o ministro Ernesto Araújo utilizou as redes sociais para falar sobre o tema. Em postagem, ele afirmou que não houve golpe e que a saída se deu após “tentativa de fraude eleitoral”.

Leia também: Caso Flordelis: filho nega autoria de carta com confissão e diz que copiou texto

“Não há nenhum golpe na Bolívia . A tentativa de fraude eleitoral maciça deslegitimou Evo Morales, que teve a atitude correta de renunciar diante do clamor popular. Brasil apoiará transição democrática e constitucional. Narrativa de golpe só serve para incitar violência”, disse o chanceler na noite deste domingo (10).

No Brasil, nomes como  Jair Bolsonaro e o ex-presidente Lula , solto no último final semana, também se pronunciaram sobre o tema. Em postagem, o presidente falou sobre eleições com o uso de cédulas de papel e daria “a certeza que fatos como o da Bolívia não acontecerão no Brasil. A lição que fica para nós é a necessidade, em nome da democracia e transparência, de contagem de votos que possam ser auditados”.

Veja Também  Joice Hasselmann é a nova líder do PSL

Já o petista disse que “é lamentável que a América Latina tenha uma elite econômica que não saiba conviver com a democracia e com a inclusão social dos mais pobres”.

Relembre o caso

O anúncio foi feito após as  Forças Armadas pedirem que Evo deixasse o cargo  e ele mesmo ter convocado novas eleições . “Me dói muito que nos tenham levado ao enfrentamento. “Enviei  minha renúncia para a Assembleia Legislativa Plurinacional”, afirmou em pronunciamento na televisão. O vice-presidente Álvaro García Linera , que estava ao lado de Morales, também renunciou.

Leia também: Derrotados se unem contra sequência da esquerda no Uruguai; conheça candidatos

“Quero pedir desculpas por ter sido exigente durante o trabalho. Não foi para Evo, foi para o povo boliviano”. “Aqui não termina a vida, segue a luta”, disse Morales ao encerrar sua fala.

Além deles, também renunciaram o presidente da Câmara, Victor Borda, e a presidente do Senado boliviano, Adriana Salvatierra. Nessa situação, o próximo na linha sucessória para assumir a presidência é Petronio Flores, presidente do Tribunal Constitucional, entidade equivalente ao Supremo Tribunal Federal na Bolívia .

Fonte: IG Política
Comentários Facebook

Política Nacional

Comissão aprova multa para casos de violência ou racismo em área comum de condomínio

Avatar

Publicado

A Comissão de Desenvolvimento Urbano da Câmara dos Deputados aprovou proposta que prevê multa para o condômino que praticar, nas áreas comuns, atos de violência contra criança, adolescente, idoso ou mulher ou atos de discriminação em virtude de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional.

Pablo Valadares/Câmara dos Deputados
Para Francisco Jr., proposta original poderia gerar denuncismo

A proposta (PL 3179/19) foi aprovada na forma de substitutivo apresentado pelo relator, deputado Francisco Jr. (PSD-GO), ao texto original do deputado Felipe Carreras (PSB-PE) e um apensado. “A proposta vem em momento oportuno, quando a sociedade empreende verdadeiro cerco contra a violência doméstica”, disse.

A proposta, que altera a Lei do Condomínio, determina ainda a fixação de placas alertando sobre o risco da multa, além de recomendar que eventuais casos de violência ou discriminação dentro das unidades privativas sejam informados às autoridades.

Segundo Francisco Jr., a ideia é sugerir a utilização do serviço de disque-denúncia, assegurando o anonimato. O projeto torna obrigatória a comunicação dos eventuais casos aos órgãos de segurança pública, por meio de síndicos ou responsáveis. “Isso poderia gerar denuncismo”, afirmou o relator.

Veja Também  Joice Hasselmann é a nova líder do PSL

Tramitação A proposta tramita em caráter conclusivo e será analisada pelas comissões de Desenvolvimento Urbano; de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Reportagem – Ralph Machado
Edição – Wilson Silveira

Fonte: Agência Câmara Notícias
Comentários Facebook
Continue lendo

Política Nacional

Bens de idosos sem herdeiros poderão ficar com casa de abrigo

Avatar

Publicado

A Comissão de Defesa dos Direitos das Direitos da Pessoa Idosa da Câmara dos Deputados aprovou proposta que concede herança a casa de residência para idosos caso o morador não tenha herdeiros ou se os sucessores abrirem mão da herança.

O Código Civil determina que os bens são revertidos para o Estado na falta de herdeiros. Pelo texto aprovado, ficarão para a entidade responsável por programa de institucionalização de longa permanência que tenha assistido o dono dos bens como pessoa idosa nos últimos dois anos de vida.

Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Texto aprovado é o substitutivo do deputado Pompeo de Mattos

O texto aprovado é o substitutivo do deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS) ao Projeto de Lei 1849/19, da deputada Carmen Zanotto (Cidadania-SC). O relator determinou que os frutos da herança recebida – inclusive venda, aluguel ou benfeitorias – deverão ser aplicados unicamente para a assistência de outras pessoas idosas pela entidade que se tornar herdeira.

Mattos afirmou que é importante manter os bens herdados no cuidado dos idosos assistidos pela casa de longa permanência.

Veja Também  Joice Hasselmann é a nova líder do PSL

Tramitação A proposta tramita em caráter conclusivo e ainda será analisada pela comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Reportagem – Carol Siqueira
Edição – Ana Chalub

Fonte: Agência Câmara Notícias
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana