conecte-se conosco


Mulher

Evolução astrológica: em qual nível do seu signo você está? Faça o teste

Avatar

Publicado

source

Você sabia que os signos possuem níveis evolutivos? Quem explica sobre esse assunto é Marcelo Dalla, astrólogo que comanda a coluna  Previsões e Astros e o horóscopo do dia do iG . Segundo ele, são três níveis, sendo o primeiro mais básico, o segundo mediano e o terceiro mais elevado.  

Leia também: Hoje é dia de Lua Cheia! Veja como isso vai afetar seu signo e ascendente 

mandala roxa com tons de rosa e azul arrow-options
Marcelo Dalla
Segundo astrólogo, os níveis evolutivos servem como uma reflexão sobre o momento em que você está

“Os níveis evolutivos dependem muito do nível de consciência da pessoa. Por causa disso, se torna muito importante buscar a voz do conhecimento, porque só assim potencializamos as qualidades dos signos  “, afirma o astrólogo.

“Ao saber em qual nível você está, é importante ler e refletir sobre ele”, indica Dalla. Lembre-se que os níveis não são determinantes, pois é possível transitar entre eles mais de uma vez. 

Leia também: Como ler mapa astral? Entenda o que os astros dizem sobre a sua personalidade

Veja Também  Pistache ajuda a manter o peso e até a dormir melhor; veja como incluir na dieta

Quer saber em qual nível evolutivo você está? Selecione o seu signo nos links abaixo, faça o teste e descubra! O teste se baseia nas principais características dos níveis e basta selecionar aquela que você mais se identifica em cada uma das etapas para chegar ao resultado. 

  1. Áries
  2. Touro
  3. Gêmeos
  4. Câncer
  5. Leão
  6. Virgem
  7. Libra
  8. Escorpião
  9. Sagitário
  10. Capricórnio
  11. Aquário 
  12. Peixes

Níveis evolutivos de Áries

Níveis evolutivos de Touro

Níveis evolutivos de Gêmeos

Níveis evolutivos de Câncer

Níveis evolutivos de Leão

Níveis evolutivos de Virgem

Níveis evolutivos de Libra

Níveis evolutivos de Escorpião

Níveis evolutivos de Sagitário

Níveis evolutivos de Capricórnio 

Níveis evolutivos de Aquário

Níveis evolutivos de Peixes

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook

Mulher

Vilão da alimentação? Abacate tem “gordura boa” e ajuda a perder peso

Avatar

Publicado

source

O abacate surgiu na América do Sul e no México, mas por muito tempo foi considerado um dos vilões da alimentação. Apesar disso, a fruta tem importantes nutrientes e passou a ser incorporada em diversas receitas, como a de guacamole e de shakes, por exemplo.

Leia também: Açafrão traz benefícios à saúde e ainda ajuda na perda de peso; veja como usá-lo

abacate arrow-options
shutterstock
O abacate era considerado um vilão da alimentação, mas estudos afirmam que ele propicia benefícios ao organismo

Uma das queixas em relação ao fruto é o fato de ele ter um nível alto de calorias. “O abacate é uma fruta calórica e gordurosa. Porém, são gorduras saudáveis e calorias não vazias, ou seja, calorias que oferecem também diversos nutrientes ao nosso organismo”, afirma Renata Guirau, nutricionista da Oba Hortifruti.

“A mudança de pensamento ocorreu quando ficou claro que o problema não é o consumo de gorduras em si, mas o tipo de gordura consumida, a quantidade e também todo o contexto alimentar, focando não em um só alimento, mas na dieta como um todo”, complementa.

Renata destaca que estudos atuais contribuem para que o modo de pensar em relação ao abacate fosse desconstruído, inclusive no poder da fruta para perder peso. Segundo ela, dietas pobres em gorduras não são a solução para a obesidade, e, sim, o equilíbrio entre consumo calórico e a qualidade das gorduras, carboidratos e proteínas ingeridas.

Benefícios do abacate

abacate arrow-options
shutterstock
A fruta é rica em ácidos graxos e vitaminas e minerais, como o cálcio, o magnésio, o zinco e o potássio

A nutricionista reforçou que o abacate é rico em ácidos graxos – gorduras – e ômega 6 e ômega 9, considerados “gorduras boas”. Além disso, o alimento é repleto de vitaminas e minerais. Entre os principais componentes, Renata destaca:

  • Cálcio: importante para a saúde óssea, dentária, muscular e cardiovascular;
  • Potássio: atua no controle de eletrólitos no sangue e da pressão arterial, além de garantir saúde muscular;
  • Magnésio: participa da saúde óssea e muscular;
  • Zinco: tem ação antioxidante e no reforço da imunidade;
  • Vitamina E: tem ótima ação antioxidante e anti-inflamatória;
  • Vitamina A: tem ação antioxidante, atua na imunidade e no sistema reprodutivo.
Veja Também  Como fazer a criança deixar a chupeta? Especialista ensina 5 dicas

A fruta também colabora com o pleno funcionamento da mente. Ela tem ação anti-inflamatória e um tipo de gordura chamado “bainha de mielina”, que ajuda a proteger o transporte de informações entre os neurônios. “O potencial antioxidante do abacate também pode estar relacionado com esse benefício em consumir a fruta”, conta a nutricionista.

Leia também: Saiba como potencializar qualquer tipo de exercício

A “gordura boa” é importante

abacate arrow-options
shutterstock
O alimento ajuda a diminuir o “colesterol ruim” e aumentar o “colesterol bom” por causa da gordura boa

De acordo com Renata Guirau, a gordura do alimento é popularmente conhecida como “gordura boa”, e ela ajuda a melhorar níveis de colesterol ao fazer com que se diminua o LDL – chamado colesterol ruim –e aumente o HDL – chamado colesterol bom.

Além disso, ele colabora na prevenção de doenças crônicas, em especial as cardiovasculares, por ter propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. “O abacate tem sido estudado como potencial auxílio para tratamento de outras doenças, como doenças intestinais, osteoartrite e diabetes, porém, mais estudos precisam ser feitos para comprovar essa ideia”, acrescenta ela.

Ele também ajuda a emagrecer

abacate ajuda a emagrecer arrow-options
shutterstock
A nutricionista explica que o teor de gordura presente no abacate contribui para que ele seja eficaz no emagrecimento

Se você quer perder peso , incluir o abacate na alimentação pode ser uma boa alternativa. “Esse teor aumentado de gorduras pode favorecer a saciedade, ajudando a controlar a ingestão de alimentos ao longo do dia”, pontua a nutricionista.

Veja Também  Ninfoplastia: Conheça como e qual é a cirurgia plástica íntima para as mulheres

“Seu teor reduzido de carboidratos também pode ser um fator benéfico, dependendo da estratégia para emagrecimento que a pessoa se adapte melhor em seguir. Estudos atuais mostram que o consumo em geral de fontes de compostos funcionais, como o abacate, pode ajudar no controle do peso e redução da obesidade em longo prazo”, reforça.

Renata enfatiza que o consumo recomendado da fruta varia de pessoa para pessoa, mas, no caso de quem deseja perder peso, é ideal ingerí-la em momentos cujo objetivo é aumentar a saciedade da refeição.

Em relação aos exercícios, a fruta, justamente pela presença de gordura – que são fontes de energia –, também atua de modo positivo ao melhorar o rendimento das atividades.

“Porém, algumas pessoas podem não sentir esse efeito e precisar de fontes de carboidratos para garantir a qualidade na prática de atividades físicas. Isso porque as gorduras são mais difíceis de serem utilizadas como fonte de energia, embora ofereçam mais calorias que os carboidratos, por exemplo”, explica Renata.

“Além disso, as gorduras têm mais difícil e lenta digestão, podendo causar desconfortos se for consumida em horário muito próximo à prática esportiva. Portanto, o abacate pode ser uma opção de alimento energético para ser consumido antes dos treinos, mas não é todo mundo que se beneficia dessa estratégia”, esclarece.

Leia também: Não é dieta nem exercício, mas ajuda a emagrecer: conheça o mindful eating

Como inserir o abacate na rotina?

abacate arrow-options
shutterstock
Fazer shakes, guacamole e incluir a fruta em saladas são algumas formas de colocar o abacate na rotina

O abacate não tem nenhuma contraindicação, desde que seja consumido em quantidades moderadas. Renata Guirau diz que incluir a fruta no café da manhã e nos lanches intermediários são uma boa alternativa para coloca-la no cardápio diário, além de também poder ser feita em shakes ou ser servida picada com canela.

Em refeições, ela pode compor saladas ou até aparecer na forma de guacamole. “O óleo de abacate também é uma boa opção para ser incluída no preparo dos alimentos, com boas propriedades nutricionais”, finaliza a nutricionista.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

“Classic Blue”: 5 ideias para ter a cor do ano da Pantone nas suas unhas

Avatar

Publicado

source

2020 ainda nem chegou e já está servindo de inspiração para muitos assuntos, entre eles a cor do ano. A Pantone, empresa americana de consultoria de cores, anunciou o “Classic Blue”  , um azul que lembra o céu ao entardecer, como o tom que vai ditar tendência, seja de beleza, moda ou decoração. Mas que tal já começar desde agora?

Leia também: Unhas decoradas com pedras são a nova tendência de nail art entre as famosas

classic blue pantone arrow-options
Reprodução/Pantone
O ‘Classic Blue’ foi a tonalidade escolhida pela Pantone para ser a cor do ano 2020 e você pode incluí-la nas suas unhas

Segundo a Pantone , o “Classic Blue” é uma “tonalidade atemporal e duradoura, elegante em sua simplicidade. Traz sensação de paz e tranquilidade para o espírito humano, oferecendo refúgio. Ajuda na concentração, trazendo a percepção de clareza.” Pensando nisso, o  Delas  trouxe ideias de como incorporar isso ao seu dia a dia: usando a cor do ano nas suas unhas! 

Veja dicas de como usar: 

1. Clássico

unhas azul arrow-options
Reprodução/Pinterest
Apostar no clássico não tem erro! Basta escolher o esmalte mais ‘Classic Blue’ que você encontrar para pintar as unhas

Se a ideia é apostar no azul clássico, então por que não fazer isso de uma maneira clássica? Só usar esse tom de esmalte já é uma forma de apostar na cor do ano nas unhas. 

Veja Também  Fique alerta! 4 sinais de que sua pele está envelhecendo mais rápido que deveria

2. Filha única

Unhas azul arrow-options
Reprodução/Pinterest
Fazer uma unha diferente das demais é uma maneira de fazer nail art fugindo do tradicional, mas sem exigir muito esforço

A “filha única” é aquela ideia de deixar apenas uma unha diferente das demais – geralmente a do dedo anelar. Uma alternativa é apostar em esmaltes com glitter. 

3. Metálico

unhas azul arrow-options
Reprodução/Pinterest
Esmaltes metálicos são a última tendência do momento para as unhas e ótima alternativa para apostar em cores como azul

Os esmaltes metálicos estão bombando e, por causa disso, pode ser uma forma legal de apostar em duas tendências de uma vez. Basta escolher o azul que você mais gosta. 

4. Skittle nails

unha azul arrow-options
Reprodução/Pinterest
As ‘skittle nails’, técnica para deixar uma unha diferente uma da outra, também combina com vários tons de esmalte azul

Uma das ideias mais populares das redes, as “skittle nails” é uma técnica para variar nas cores. Use tons de azul diferentes para cada unha, criando um efeito degradé. 

Veja Também  Pistache ajuda a manter o peso e até a dormir melhor; veja como incluir na dieta

5. Diferetona

unhas azul arrow-options
Reprodução/Pinterest
Fazer uma unha diferentona, como as unhas de mármore, usando esmalte azul é uma forma diferente de apostar na cor

Agora, se você quer passar longe do clássico, pode apostar em ideias “diferentonas”. Uma delas é usar o esmalte colorido para criar nail arts, como é o caso das unhas de mármore

E aí, gostou das dicas para usar a cor do ano? Então veja quais são as cores de esmalte que mais lembrar o “Classic Blue” para você ir fundo nessa ideia: 


Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana