conecte-se conosco


Cidades

Gestão Fiscal de Alto Garças é a 2ª melhor do estado segundo a Firjan

Avatar

Publicado

Três em cada quatro municípios brasileiros apresentam gestão fiscal em dificuldades ou crítica. E um terço das cidades do país não se sustenta, já que a receita gerada localmente não é suficiente para custear a Câmara de Vereadores e a estrutura administrativa da prefeitura. Os alertas são da edição 2019 do Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF), lançado no dia 31, pela Firjan.

Apesar de todos estes números negativos, o município de Alto Garças aparece na 2º colocação em Mato Grosso e 36º lugar no Brasil. O indicador, com base em números de 2018, mostra o desempenho municipal nos setores de IFGF Autonomia, IFGF Gastos com Pessoal, IFGF Liquidez e IFGF Investimentos.

Município com uma população estimada em 2017 de 11.532 habitantes, Alto Garças é atualmente administrado por um Professor e uma Engenheira.

Para o Prefeito Claudinei Singolano esta é uma realidade que todos tem sentido nas ruas, nos bairros. “Andamos pela cidade e vemos como o povo esta contente; É mais Saúde para nosso povo, é mais Educação, é mais Esportes e Lazer, é mais Obras, é mais salas na Creche, é mais estradas para os produtores, é mais obras sendo acabadas, enfim, tudo que fazemos é para melhorar a vida do nosso povo. Por isso que eu e a nossa Vice Adelaide estamos lutando para que cada dia mais Alto Garças se orgulhe de ter tido um Professor e uma Engenheira como Gestores. Esta Gestão esta empenhada em reduzir gastos, controlar e colocar as contas em ordem, aumentar a capacidade de investimentos e tornar nossa cidade uma cidade melhor. Temos trabalhado muito e vamos mostrando os resultados”. Ressaltou o Prefeito.

Segundo a Vice Prefeita Adelaide Hermes Ribeiro este Ranking que Alto Garças alcançou em 2ª Lugar no Estado é a prova de muitos dias de lutas, “Sabíamos do desafio que seria enfrentado e não nos entregamos, foram muitos dias de lutas, discussões, stress, cansaço mas o engajamento de toda a equipe desta Gestão fez a diferença. Por isso somos sabedores de que muito ainda a por vir e que a luta não para”. Relatou a Vice Prefeita.

No Brasil, segundo esses dados, 74% das prefeituras apresentam gestão fiscal difícil ou crítica. 

A pontuação é a média das notas alcançadas nos quatro setores.

A pontuação máxima é 1.000. De 0,0 a 0,4 a administração é considerada Crítica; de 0,4 a 0,6, Com Dificuldade; de 0,6 a 0,8, Boa Gestão; e de 0,8 a 1,0, De Excelência.

Mato Grosso:

1º São Félix do Araguaia 0,9077 (35º nacional)

2º Alto Garças 0,9042 (36º nacional)

3º Nova Xavantina 0,9004 (42º nacional)

4º Santo Antônio do Leste 0,8981  (45º nacional)

5º Castanheira 0,8928 (50º nacional)

6º Nova Canaã do Norte 0,8928 (55º nacional)

7º Tabaporã 0,8756 (69º nacional)

8º Sapezal 0,8756 (73º nacional)

9º Santa Rita do Trivelato 0,8708 (78º nacional)

10º Nova Bandeirantes 0,8651 (84º nacional)

Não forneceram dados:

Alto Boa Vista, Torixoréu, Santo Antônio de Leverger, Barão de Melgaço, Rosário Oeste, Bom Jesus do Araguaia, Rondolândia, Chapada dos Guimarães, São José do Povo, Reserva do Cabaçal, Ponte Branca, Gaúcha do Norte e Poconé.

Comentários Facebook

Cidades

Tangará da Serra homologa protocolos de enfermagem

Avatar

Publicado

A Prefeitura Municipal de Tangará da Serra publicou nesta quinta-feira, 20, o decreto n.º 074/2020, que dispõe sobre o Protocolo de Enfermagem na Atenção Primária à Saúde no município. O decreto homologa a resolução 003/2020 do Conselho Municipal de Saúde, que estabelece protocolos para as seguintes áreas: atenção à demanda espontânea de cuidados no adulto; infecções sexualmente transmissíveis; hipertensão, diabetes e outros fatores associados a doenças cardiovasculares; atenção à demanda de cuidados na criança e saúde da mulher.

Os protocolos de enfermagem subsidiam a prática gerencial e assistencial dos profissionais de enfermagem nos diversos contextos de saúde. Estes instrumentos buscam a padronização e uniformização dos procedimentos, na perspectiva de reduzir erros e garantir maior qualidade nos atendimentos realizados.

Na Atenção Primária à Saúde (APS), os protocolos são fundamentais, especialmente nas consultas de enfermagem, em que o enfermeiro acolhe, escuta, examina e identifica os problemas de saúde (atuais e/ou potenciais), prescrevendo cuidados que visam a promoção, prevenção/proteção, recuperação ou reabilitação tanto em âmbito individual como coletivo.

Desde 1986, a partir da Lei do Exercício dos Profissionais de Enfermagem (7498/1986), o enfermeiro pode prescrever todos os cuidados de enfermagem, incluindo a prescrição de medicamentos estabelecidos em programas de saúde pública e em rotina aprovada pela instituição de saúde. No Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem (564/2017) é reforçada essa premissa legal e ainda a possibilidade de outras prescrições em situações de emergência.

“Enaltecemos o empenho e esforço de todos os profissionais envolvidos nessa consolidação e conquista para a saúde e Enfermagem de Tangará da Serra, em especial, ao Enfermeiro Rômulo Cézar Ribeiro da Silva, presidente do Conselho Municipal de Saúde e a Enfermeira Dienefer Jaqueline Magalhães Feix, Secretária Municipal de Saúde”, destacou o Enfermeiro Vagner Ferreira do Nascimento, Conselheiro do Coren-MT.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cidades

Servidor público de São Pedro da Cipa passará o carnaval com dinheiro no bolso

Avatar

Publicado

O pagamento dentro do mês trabalhado já é marca da gestão do prefeito Alexandre Russi que faz questão de pagar antecipadamente os servidores públicos do município de São Pedro da Cipa. 

O prefeito que está em seu segundo mandato reeleito com 83,64% diz que isso é uma forma de valorizar os servidores que tanto contribuem com a gestão. "Estou muito feliz em ter nossas contas em dias, esse é meu último ano de mandato e temos dinheiro em caixa obras sendo realizadas com recursos próprios e obras sendo realizadas com emendas parlamentares e federais, nossa economia vai muito bem, por isso conseguimos antecipar todos os meses a folha de pagamento", finalizou Alexandre Russi.

Ao longo de 7 anos e dois meses a gestão pagou antecipadamente os colaborados em todos os meses totalizando 84 meses de salários pagos dentro do mês trabalhado.

A servidora contratada Maria Aparecida Silva é técnica em saúde bucal que trabalha há 5 anos na prefeitura diz que nunca esteve tão satisfeita. "Estou muito feliz com esse emprego, pois quando menos espero o pagamento está na conta. Eu amo fazer parte dessa família, me sinto valorizada, em datas comemorativas como natal, ano novo, carnaval e feriados prolongados o prefeito antecipa ainda mais os pagamentos para que possamos viajar, nos divertir com nossas famílias tem como não ficar feliz?", disse Maria.

Então se você é servidor de São Pedro da Cipa, prepare-se para curtir o carnaval e o feriadão com dinheiro no bolso, claro se for cair na folia não beba se for dirigir. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana