conecte-se conosco


Nacional

Polícia prende três suspeitos de participar do roubo ao Aeroporto de Viracopos

Avatar

Publicado

Metralhadora usada por criminosos no assalto ao terminal de cargas do aeroporto arrow-options
Polícia Federal/Divulgação

Metralhadora usada por criminosos no assalto ao terminal de cargas do aeroporto



A Polícia Militar prendeu, na última segunda-feira (21), três suspeitos de participar do roubo ao terminal de cargas do Aeroporto de Viracopos, em Campinas, no interior de São Paulo. De acordo com a Polícia Federal, os homens foram detidos em um apartamento por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo, mas investiga-se se eles teriam participado do roubo a malotes de dinheiro em Viracopos, na última semana. 

Leia também: PM abre investigação sobre disparo em refém após assalto a Viracopos

O assalto, que levou pânico a passageiros que estavam no aeroporto, terminou com três pessoas mortas e ao menos quatro baleadas . Entre as vítimas, está uma mulher de 37 anos, feita refém junto com a filho de apenas 10 meses. Após duas trocas de tiros durante o roubo, criminosos invadiram casas no bairro Campina Grande.

Durante pouco mais de uma hora, a polícia negociou a rendição com o criminoso , mas em determinado momento um sniper acertou o rosto do assaltante e ele foi morto. Inicialmente, a informação era de que a mulher havia sido atingida por estilhaços de bala na nádega, mas depois confirmou-se que ela foi baleada na região lombar.

Leia também: Refém foi atingida por estilhaço da bala que matou assaltante de Viracopos

A Polícia Militar investiga se o tiro que atingiu a vítima foi disparado por policiais ou criminosos. Em nota, a PM informou que foi instaurada investigação para checar as circunstâncias do disparo. Inicialmente, a vítima foi atendida no Hospital PUC Campinas em estado grave, mas na sexta-feira foi transferida a um hospital particular. Na tarde de ontem, ela apresentou leve melhora no quadro de saúde.

Ao menos seis bandidos fortemente armados invadiram o portão E24 do terminal de cargas na manhã da última quinta-feira em caminhonetes semelhantes às da Aeronáutica. O bando conseguiu entrar e fugir com dois malotes de dinheiro.

Mais de dez membros da quadrilha esperavam do lado de fora. Após bloqueio de rodovias e troca de tiros com policiais, todo o dinheiro levado foi recuperado . Mais de 20 malotes com valores em espécie, avaliados em R$ 13 milhões, estavam na mira do bando. Na hora do roubo, eram escoltados pela transportadora de valores Brink’s.

Leia também: Anac pede relatório de segurança ao Aeroporto de Viracopos após assalto

Investigação

A ANAC pediu à concessionária que administra o Aeroporto de Viracopos que forneça um relatório de segurança após o assalto. Em um ano e meio, esse é o segundo roubo no terminal. Em março de 2018, 5 milhões de dólares foram levados por homens armados com fuzis em apenas seis minutos.

Em nota, a concessionária que administra o aeroporto disse que os procedimentos de segurança foram cumpridos no momento do assalto, e que realiza simulações anuais em parceria com a polícia conforme diretrizes da Segurança da Aviação Civil contra Atos de Interferência Ilícita.

Comentários Facebook

Nacional

Covid-19: Brasil tem 1,3 mil mortos em 24h; total de óbitos é 32.548

Avatar

Publicado


source
dois profissionais da samu colocam corpo em saco
Yan Boechat

Novo levantamento oficial aponta que Brasil tem 28.633 novos casos em 24 horas


O Ministério da Saúde divulgou nesta quarta-feira, 3, que 1.349 óbitos causados pela Covid-19 foram registrados no Brasil em 24 horas, sendo um novo recorde. Agora o total é de 32.548 mortes motivadas pela doença. A alta corresponde a um crescimento de 4,1 %. Dos óbitos, 408 foram nos últimos três dias.

Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, os novos casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2) no Brasil são 28.633, totalizando 584.016. O aumento foi de 4,9 %. Já a taxa de letalidade se manteve em 5,6 %.

Números do dia 3 de junho foram divulgados com três horas de atraso, às 22h. Assessoria de imprensa alega “problemas técnicos”.


No levantamento da pasta da última terça-feira, o número de óbitos chegou a 31.199, com novo recorde de 1.262 registros em 24 horas . Já a quantidade de pessoas com a Covid-19 saltou para 555.383, sendo que o aumento foi de 28.936.

São Paulo continua sendo o estado que tem mais mortes, com 8.276 ocorrências. O Rio de Janeiro fica em segundo lugar, com 6.010 mortes. Como 256 novos registros, o estado do Rio teve hoje novo recorde de mortes em 24 horas.

Leia também: “Já peguei 20 vezes este vírus”, declara Bolsonaro sobre Covid-19

São Paulo também segue na liderança em número de casos, com 123.483 infectados pelo novo coronavírus. O estado do sudeste é seguido por Rio de Janeiro (59.240), Ceará (56.056), Pará (44.774) e Amazonas (44.374).

Tabela de dados sobre progressão da Covid-19 no Brasil
Divulgação/Ministério da Saúde

Tabela de dados sobre progressão da Covid-19 no Brasil


Leia também: Bolsonaro veta utilização de R$ 8,6 bilhões para combate à pandemia

O estado menos afetado é o Mato Grosso do Sul, que tem registro mantido em 20 mortes e 1.802 casos confirmados de Covid-19 desde o início da pandemia.

Ainda segundo o Ministério da Saúde , 312.851 pacientes com Covid-19 estão em acompanhamento, 238.617 estão recuperados e 4.115 óbitos ainda estão sob investigação.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Covid-19: Brasil tem 1,3 mil mortos em 24h; total de óbitos é 32.548

Avatar

Publicado


source
dois profissionais da samu colocam corpo em saco
Yan Boechat

Novo levantamento oficial aponta que Brasil tem 28.633 novos casos em 24 horas


O Ministério da Saúde divulgou nesta quarta-feira, 3, que 1.349 óbitos causados pela Covid-19 foram registrados no Brasil em 24 horas, sendo um novo recorde. Agora o total é de 32.548 mortes motivadas pela doença. Dos óbitos, 408 foram nos últimos três dias.

Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, os novos casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2) no Brasil são 28.633, totalizando 584.016.

Números do dia 3 de junho foram divulgados com três horas de atraso, às 22h. Assessoria de imprensa alega “problemas técnicos”.


No levantamento da pasta da última terça-feira, o número de óbitos chegou a 31.199, com novo recorde de 1.262 registros em 24 horas . Já a quantidade de pessoas com a Covid-19 saltou para 555.383, sendo que o aumento foi de 28.936.

São Paulo continua sendo o estado que tem mais mortes, com 8.276 ocorrências. O Rio de Janeiro fica em segundo lugar, com 6.010 mortes. Como 256 novos registros, o estado do Rio teve hoje novo recorde de mortes em 24 horas.

Leia também: “Já peguei 20 vezes este vírus”, declara Bolsonaro sobre Covid-19

São Paulo também segue na liderança em número de casos, com 123.483 infectados pelo novo coronavírus. O estado do sudeste é seguido por Rio de Janeiro (59.240), Ceará (56.056), Pará (44.774) e Amazonas (44.374).

undefined
undefined

undefined


Leia também: Bolsonaro veta utilização de R$ 8,6 bilhões para combate à pandemia

O estado menos afetado é o Mato Grosso do Sul, que tem registro mantido em 20 mortes e 1.802 casos confirmados de Covid-19 desde o início da pandemia.

Ainda segundo o Ministério da Saúde , 312.851 pacientes com Covid-19 estão em acompanhamento, 238.617 estão recuperados e 4.115 óbitos ainda estão sob investigação.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana