conecte-se conosco


Nacional

Polícia prende três suspeitos de participar do roubo ao Aeroporto de Viracopos

Publicado

source
Metralhadora usada por criminosos no assalto ao terminal de cargas do aeroporto arrow-options
Polícia Federal/Divulgação
Metralhadora usada por criminosos no assalto ao terminal de cargas do aeroporto



A Polícia Militar prendeu, na última segunda-feira (21), três suspeitos de participar do roubo ao terminal de cargas do Aeroporto de Viracopos, em Campinas, no interior de São Paulo. De acordo com a Polícia Federal, os homens foram detidos em um apartamento por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo, mas investiga-se se eles teriam participado do roubo a malotes de dinheiro em Viracopos, na última semana. 

Leia também: PM abre investigação sobre disparo em refém após assalto a Viracopos

O assalto, que levou pânico a passageiros que estavam no aeroporto, terminou com três pessoas mortas e ao menos quatro baleadas . Entre as vítimas, está uma mulher de 37 anos, feita refém junto com a filho de apenas 10 meses. Após duas trocas de tiros durante o roubo, criminosos invadiram casas no bairro Campina Grande.

Durante pouco mais de uma hora, a polícia negociou a rendição com o criminoso , mas em determinado momento um sniper acertou o rosto do assaltante e ele foi morto. Inicialmente, a informação era de que a mulher havia sido atingida por estilhaços de bala na nádega, mas depois confirmou-se que ela foi baleada na região lombar.

Veja Também  “Eu não estou podendo falar nada”, diz porteiro do condomínio de Bolsonaro

Leia também: Refém foi atingida por estilhaço da bala que matou assaltante de Viracopos

A Polícia Militar investiga se o tiro que atingiu a vítima foi disparado por policiais ou criminosos. Em nota, a PM informou que foi instaurada investigação para checar as circunstâncias do disparo. Inicialmente, a vítima foi atendida no Hospital PUC Campinas em estado grave, mas na sexta-feira foi transferida a um hospital particular. Na tarde de ontem, ela apresentou leve melhora no quadro de saúde.

Ao menos seis bandidos fortemente armados invadiram o portão E24 do terminal de cargas na manhã da última quinta-feira em caminhonetes semelhantes às da Aeronáutica. O bando conseguiu entrar e fugir com dois malotes de dinheiro.

Mais de dez membros da quadrilha esperavam do lado de fora. Após bloqueio de rodovias e troca de tiros com policiais, todo o dinheiro levado foi recuperado . Mais de 20 malotes com valores em espécie, avaliados em R$ 13 milhões, estavam na mira do bando. Na hora do roubo, eram escoltados pela transportadora de valores Brink’s.

Veja Também  Debate sobre PEC da segunda instância é encerrado após 13 horas na CCJ

Leia também: Anac pede relatório de segurança ao Aeroporto de Viracopos após assalto

Investigação

A ANAC pediu à concessionária que administra o Aeroporto de Viracopos que forneça um relatório de segurança após o assalto. Em um ano e meio, esse é o segundo roubo no terminal. Em março de 2018, 5 milhões de dólares foram levados por homens armados com fuzis em apenas seis minutos.

Em nota, a concessionária que administra o aeroporto disse que os procedimentos de segurança foram cumpridos no momento do assalto, e que realiza simulações anuais em parceria com a polícia conforme diretrizes da Segurança da Aviação Civil contra Atos de Interferência Ilícita.

Fonte: IG Nacional
Comentários Facebook

Nacional

Mulher é presa suspeita de roubar R$ 31 mil com o golpe ‘Boa Noite, Cinderela’

Publicado

source
pm arrow-options
Reprodução/TV Globo
Polícia prende jovem que aplicou golpe

A Polícia Civil prendeu na manhã desta segunda-feira (11), uma promoter de 23 anos, suspeita de roubar R$ 31 mil com o golpe “Boa Noite, Cinderela” em uma casa noturna da Vila Olímpia, na Zona Sul de São Paulo. Ela foi alvo da “Operação Morfeu”, deflagrada pela 1ª Delegacia Seccional (Centro), que cumpriu o mandado de prisão temporária contra a mulher. Mais seis pessoas também são investigadas.

Leia também: Quadrilha que fraudou contratos do governo do Rio é alvo de operação policial

O caso que deu origem à investigação aconteceu há cerca de 45 dias. Segundo a Polícia Civil, a jovem teria ido sozinha à boate e procurado por homens com sinais de embriaguez. A vítima foi um executivo baiano, de 37 anos, que teria sido dopado com ” Boa Noite Cinderela ” pela suspeita.

Após deixar o homem incapaz de reagir, ela teria conseguido contratar um empréstimo consignado de R$ 30 mil usando o aplicativo do celular da vítima. Também conseguiu fazer outras transações financeiras e distribuiu os valores roubados para contas bancárias de seis pessoas diferentes.

Veja Também  Email ignorado poderia ter impedido tragédia de Brumadinho

“A vítima acordou na Avenida Paulista às 8 horas da manhã, sem saber onde estava ou por que estava ali. (O homem ficou) totalmente fora de contexto, havia apagado em um ponto de ônibus”, disse o delegado Roberto Monteiro de Andrade Junior, titular da 1ª Seccional.

Segundo os investigadores, a suspeita nega que tenha sedado o executivo. “Ela diz que induz a pessoa a consumir tequila, que tem alto teor alcoólico, e isso leva a pessoa a ficar nesse estado. Mas isso não condiz com a realidade, nós temos certeza que ela coloca alucinógeno, sim.”

Os destinatários das transferências foram alvo de mandados de busca e apreensão nesta segunda. No decorrer do inquérito policial, eles podem ser indiciados por associação criminosa. “Essas pessoas foram levadas para a delegacia hoje e foram ouvidas. A princípio, falaram que foram aliciadas para ganhar um porcentual do valor depositado, mas isso ainda requer investigação para ver se é verdade ou não”, afirmou o delegado Fabio Daré.

A mulher trabalha como promoter de uma empresa em Guarulhos, na Grande São Paulo , e foi presa em casa na zona leste da capital. Ela vai responder por crime de roubo circunstanciado, que prevê pena de quatro a dez anos de prisão.

Veja Também  Suspeito tem mal súbito e morre durante assalto a pacientes de unidade de saúde

Em depoimento, a promoter alegou ter realizado o “Boa Noite, Cinderela” pela primeira, segundo a Polícia Civil, mas os investigadores acreditam que ela pode estar ligada a outros golpes. Neste ano, a região central já registrou 28 casos semelhantes, segundo dados da Seccional.

Fonte: IG Nacional
Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Bruno Covas inicia segunda sessão de quimioterapia

Publicado

source

Agência Brasil

Bruno Covas arrow-options
Rovena Rosa/Agência Brasil
Bruno Covas foi diagnosticado com adenocarcinoma, um tipo de câncer maligno

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas , inicia nesta terça-feira (12), o segundo ciclo de quimioterapia infusional. Segundo o boletim médico, a duração prevista para o procedimento é de 30 horas. A primeira sessão foi administrada no dia 30 de outubro. No total, serão três sessões e depois disso os médicos farão nova avaliação do quadro do paciente.

Leia também: Contas de Carlos Bolsonaro nas redes sociais são excluídas

O prefeito foi diagnosticado com adenocarcinoma, um tipo de câncer maligno, na região do cardia, na transição do esôfago para o estômago, além de uma metástase no fígado e uma lesão nos linfonodos.

O boletim médico informa ainda que os trombos estão sob controle e já diminuíram, por isso a medicação anticoagulação, que era por via intravenosa, passou a ser administrada por via subcutânea.

Covas foi internado no dia 23 de outubro para o tratamento de uma erisipela. No dia 25, foi diagnosticada uma trombose venosa das veias fibulares e exames subsequentes diagnosticaram tromboembolismo pulmonar e o câncer .

Veja Também  Mulher é presa suspeita de roubar R$ 31 mil com o golpe ‘Boa Noite, Cinderela’

O prefeito decidiu continuar no cargo durante o tratamento, despachando e fazendo reuniões de trabalho no próprio Hospital Sírio-Libanês, onde está internado.

Leia também: Eduardo Bolsonaro ‘agradece’ PT e avisa: “cuidado que vou ser eleito governador”

Bruno Covas  está sendo acompanhado pelas equipes médicas coordenadas pelo professor dr. David Uip, prof. dr. Roberto Kalil Filho, prof. dr. Raul Cutait, dr. Artur Katz, dr. Tulio Eduardo Flesch Pfiffer, dr. Cyrillo Cavalheiro Filho e dr. Andre Echaime Vallentsits Estenssoro.

Fonte: IG Nacional
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana