conecte-se conosco


Mato Grosso

Dados utilizados por pesquisa, que colocaram MT na 24ª posição, são de 2018

Publicado

O Centro de Liderança Pública (CLP), responsável pelo Ranking de Competitividade dos Estados de 2019, utilizou dados fiscais de 2018 para colocar Mato Grosso na 24ª posição, no que diz respeito à solidez fiscal. Ou seja, não computou ainda nenhuma ação realizada pela atual gestão, em 2019, na busca pelo equilíbrio fiscal.

Além disso, na edição de 2019, foi alterada a forma de computar os dados. Foram acrescentados três novos indicadores, além dos seis já existentes, sendo eles: gasto com pessoal (gasto bruto com pessoal como proporção da receita corrente líquida); índice de liquidez (razão entre obrigação financeira e disponibilidade bruta de caixa) e poupança corrente (saldo entre receitas e despesas correntes dividido pelas receitas correntes).

Esses dois últimos indicadores são métricas presentes no atual CAPAG (Capacidade de Pagamento dos Entres Subnacionais), critério usado pela Secretaria do Tesouro Nacional para avaliação fiscal e financeira dos Estados e municípios, que querem contrair novos empréstimos com garantia da União. Aqui vale lembrar que a nota da capacidade de pagamento do Estado é ‘C’, ou seja, Mato Grosso não teria capacidade suficiente para pagar empréstimos. Essa nota também foi concedida tendo como avaliação o ano de 2018.

Veja Também  TCE-MT multa prefeita e presidente da Comissão de Licitação por falha em certame

Para reverter essa situação de 2018, apontada tanto no Ranking de Competitividade, como na própria CAPAG, no início da atual gestão, em janeiro de 2019, já foram adotadas medidas necessárias para reduzir o custo da máquina pública, melhorar a arrecadação e diminuir o crescimento da folha de pagamento. Além disso, o Governo também reinstituiu os incentivos fiscais reduzindo os benefícios e dando transparência.

Os efeitos dessas medidas já começam a ser refletidos nas contas públicas do Estado e já foram destacados, inclusive, pelas equipes da Secretaria do Tesouro Nacional e do Banco Mundial. Mesmo com a nota C da Capag, o Governo conseguiu empréstimo de U$S 250 milhões, junto ao Banco Mundial. Justamente pelos avanços conquistados na área fiscal pela nova gestão.

Outros frutos positivos nos 10 primeiros meses da gestão são: a redução dos restos a pagar em quase R$ 1,5 bilhão; pagamento em duas parcelas do salário do servidor ao invés de três; e pagamento dos repasses obrigatórios para as prefeituras e poderes rigorosamente em dia.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

Primeira-dama desfila com mulheres em tratamento contra o câncer de mama

Publicado

Batom, rímel, sombra, blush, turbantes, foram alguns dos itens que reforçaram a beleza de mulheres de diversas idades que venceram ou ainda estão em tratamento para combater o câncer de mama. Toda esta produção ocorreu durante a 11ª MACARROMamma, jantar beneficente organizado pela Associação de Apoio a Pessoas em Tratamento e Pós-tratamento do Câncer de Mama – MTmamma, realizado na noite de sábado (09.11), no Cenarium Rural.

Com um grande olhar humanizado às causas sociais, a primeira-dama do Estado, Virginia Mendes, foi uma das madrinhas da iniciativa, responsável por viabilizar o local do evento, auxiliar na venda de ingressos que serão revertidos às ações de prevenção, além de disponibilizar voluntários para a maquiagem e produção das assistidas. 

Ao lado de Naiana e Ivania, Virginia desfilou na passarela do evento em uma clara celebração à vida. “Para mim é uma honra estar aqui, ser convidada pelo MT Mamma e conhecer essas mulheres tão maravilhosas. Eu acredito muito em Deus e o recado que eu deixo é que essas mulheres tenham fé acima de tudo e confiem na vontade d’Ele, que Ele fará todo o resto”, afirmou a primeira-dama.

A confiança é o que mantém a professora Naiana Rodrigues firme de que vencerá o câncer. O diagnóstico veio em julho deste ano, mas felizmente Naiana estava atenta aos sinais. “Minha história com o câncer começa quando um belo dia eu levanto da cama, me olho no espelho e acho um nódulo. Eu já tinha o hábito de fazer o autoexame e neste dia eu achei o nódulo”, relembrou. 

Veja Também  Operação cumpre mandados de prisões e de buscas em Diamantino

Logo após, Naiana fez a cirurgia para a retirada do tumor e atualmente está passando por quimioterapia. Mas nada disso é motivo para desanimá-la. Ao lado da primeira-dama na passarela, Naiana dançou e exibiu toda a beleza de uma mulher que aos 37 anos luta todos os dias por sua vida. 

Durante o mês de outubro, o Governo de Mato Grosso vestiu-se de rosa para apoiar a campanha de prevenção. Exemplo disso foi a realização de um mutirão no Hospital Estadual Santa Casa de consultas em mastologia e a realização de exames de mamografia, que atendeu a quase 300 mulheres.

Ao lado de Virginia, o governador Mauro Mendes fez questão de parabenizar o MT Mamma por mais uma edição da campanha de prevenção e à esposa, pela iniciativa de apoio à causa. 

“O trabalho que o MT Mamma faz no Estado de Mato Grosso é um trabalho de longa data, importante para o acolhimento e apoio destas mulheres que estão em tratamento. O Outubro Rosa é uma grande campanha para que as mulheres possam detectar essa doença no tempo adequado para que o tratamento tenha sucesso”, pontuou o governador. 

E sucesso também é a palavra que define os 10 anos de atuação do MT Mamma. Na ocasião, a presidente da entidade, Cleuza Dias, agradeceu o apoio do Poder Executivo, representado por Virginia Mendes, lembrando que o evento só foi possível graças ao empenho dos voluntários. 

Veja Também  Licitações de dois municípios com a mesma empresa vencedora são suspensas

“Nós tivemos total apoio do Governo do Estado nessa causa e é muito bom o poder público andar de braços dados com entidades que cuidam deste apoio às pessoas com câncer de mama. Então essa parceria veio coroar o nosso Outubro Rosa e os 10 anos do MT Mamma”, ressaltou Cleuza.

E mesmo enfrentando a doença, Naiana não perdeu a oportunidade de deixar uma mensagem a todas as mulheres. “Eu sempre falo para as mulheres ao meu redor que se olhem, que se amem, que se cuidem. Eu descobri o câncer porque eu me olhei, porque eu me toquei. Independente de toda a correria que a mulher passa diariamente, que ela pare um pouco e se olhe, que pese o quanto é importante cuidar de sua saúde”.

Também prestigiaram o evento o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, e sua esposa, Mônica Carvalho, a promotora de Justiça, Márcia Furlan, o presidente do Conselho de Relações do Trabalho da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Alexandre Furlan, a secretária de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), Rosamaria Carvalho, o procurador-geral do Estado, Francisco Lopes, entre outras autoridades e representantes de instituições.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Obra entregue pelo Governo beneficiará mais de 20 mil moradores de Alto Araguaia e Alto Taquari

Publicado

O governador Mauro Mendes inaugurou na manhã desta segunda-feira (11.11) a recuperação do trecho de 91,4 km da Rodovia MT-100, que beneficiará mais de 20 mil moradores dos municípios de Alto Araguaia e Alto Taquari, além dos motoristas que percorrem o trecho diariamente.

O ato simbólico ocorreu exatamente na divisa entre os Estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul e reuniu autoridades estaduais e municipais, além de produtores rurais e população local. Na oportunidade, Mendes pontuou que a concessão, sob a responsabilidade da empresa Via Brasil MT-100, irá gerar mais segurança e trafegabilidade aos usuários durante os próximos 30 anos, prazo limite da concessão.

“Estamos colocando à disposição de todos os usuários uma rodovia com muita segurança, com excelente trafegabilidade e isso demonstra um caminho que precisa ser tomado no Estado, porque as nossas demandas são muito grandes. Este é o pontapé de uma série de outras inaugurações que nós já estamos fazendo a vamos continuar a fazer nos próximos anos desta gestão”, disse o governador.

Mendes ainda destacou que a recuperação da rodovia trará grandes oportunidades para o desenvolvimento da região. “Esta é uma via totalmente necessária para o escoamento de nossa produção, encurtando 200 km até os portos, trazendo assim economicidade e segurança”, afirmou.

O secretário de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, lembrou que as concessões são a melhor alternativa tanto para Mato Grosso, quanto para o país, dado o momento de grandes dificuldades econômicas.

“Não tenho dúvidas de que a solução para o Estado e para o Brasil é realizar as concessões das rodovias, porque o Estado e a Federação não têm dinheiro para fazer novas pavimentações e a manutenção necessária nas rodovias”, declarou o titular da Pasta.

Veja Também  Homem acusado de violência doméstica é preso com arma e munições em Poconé

A concessão foi realizada pela Sinfra em 2018, durante leilão na Bolsa de Valores de São Paulo (B3). Somente neste primeiro ano, quase R$ 50 milhões foram investidos em serviços de pavimentação, sinalização horizontal e vertical, radiocomunicação e edificações operacionais e de apoio aos usuários. Em cinco anos, os investimentos somarão R$ 205 milhões e em 30 anos este número chegará a R$ 745 milhões.

O presidente da Via Brasil, César Menezes, já percebeu o aumento na trafegabilidade da rodovia a partir das obras de recuperação. Segundo ele, passam pelo trecho um montante de 9 mil eixos diariamente e a tendência é de que este número aumente. Para isso, novas obras de melhorias já estão asseguradas.

“Ainda estão previstas as obras de implantação de acostamento, a construção de contornos em Alto Taquari e Alto Araguaia, que vão desviar o tráfego da região central dos dois municípios, bem como outras melhorias do pavimento”, pontuou o presidente da concessionária.

Pedágio

O contrato será regulado e fiscalizado pela Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Mato Grosso (Ager-MT). Somente após a liberação por parte da agência, a concessionária poderá implantar a cobrança do pedágio. O trecho concessionado de Alto Araguaia a Alto Taquari prevê duas praças de pedágio, sendo a primeira no km 11 e a segunda no Km 83 da rodovia.

“Cabe à Ager fiscalizar e regular este contrato para manter ele viável e um preço justo para a sociedade. Caso haja irregularidades, a Ager pode multar a concessionária. A rodovia terá fiscalização com câmeras das quais a Sesp, a Sinfra e a Ager também terão acesso. Então esta é uma concessão moderna como Mato Grosso merece. O governador Mauro Mendes está de parabéns ao inaugurar uma concessão com benefício extremo para a sociedade”, destacou o presidente da Ager, Fábio Calmon.

Veja Também  Operação cumpre mandados de prisões e de buscas em Diamantino

O prefeito de Alto Araguaia, Gustavo Melo, aprovou a cobrança de pedágio, destacando que a medida vai garantir que a rodovia permaneça em boas condições de segurança e trafegabilidade. O gestor lembrou de como era a rodovia antes da concessão.

“Sabemos que neste momento o Governo do Estado fez a melhor opção de implantar o pedágio na MT-100 de Alto Araguaia a Alto Taquari. Sem sombra de dúvidas vivíamos um caos, principalmente aqui no perímetro urbano. Eram mais de 20 mil pessoas reclamando constantemente da rodovia. Agora aguardamos as obras do contorno viário para que este trânsito pesado seja retirado da região central, melhorando o fluxo para o comércio local”.

Também estiveram presentes no evento o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho; o deputado federal Neri Geller; os deputados estaduais Max Russi, Ondanir Bortolini (Nininho), Paulo Araújo, Sebastião Rezende e Thiago Silva; os prefeitos de Alto Araguaia, Gustavo Melo e de Alto Taquari, Fábio Garbúgio; o presidente da Câmara dos Vereadores de Alto Araguaia, Jorge Melo, além de vereadores dos dois municípios, executivos da concessionária Via Brasil MT-100 e produtores rurais.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana