conecte-se conosco


Carros

Harley-Davidson traz ao Brasil três novos modelos da linha 2020

Avatar

Publicado

Harley-Davidson arrow-options
Divulgação

Harley-Davidson Low Rider S: A mais em conta das três, com visual bruto e proposta mais esportiva

Há um mês, a Harley-Davidson apresentou a atualização de sua linha ao mercado norte-americano, com a chegada de novos modelos. Agora, eis que três deles acabam de ser confirmados para o Brasil, dando início à execução do plano “More Roads to Harley-Davidson” na América do Sul — que aumenta a oferta de modelos com a chegada da nova geração. Entre elas, estão a Low Rider S (R$ 73.600), a Heritage Classic 114 (R$ 78.700) e a Road Glide Limited (R$ 104.500). Estarão nas concessionárias já nas próximas semanas.

LEIA MAIS: Testamos a nova Harley-Davidson Low Rider S 2020 em grande estilo

A recém-chegada Harley-Davidson Low Rider S, da família Softail, surge com um visual “dark” e é a mais esportiva das três. Traz suspensão regulável, guidão alto, farol de led, assento individual e os acabamentos escurecidos. Entretanto, o destaque vai para o motor Milwaukee-Eight 114, reconhecido pelo ronco grave e borbulhante, e que na Low Rider S produz 16,4 kgfm nas 3.000  rpm.

LEIA MAIS: Um passeio pelo sul da Califórnia. De Harley

As estradeiras

Harley-Davidson arrow-options
Divulgação

Harley-Davidson Road Glide Limited 2020: O modelo mais refinado das três, com equipamentos de última geração

Em seguida, está a Heritage Classic 114, também da família Softail. Em sua nova geração, segue com detalhes cromados e procura destoar um pouco do estilo clássico adicionando acabamentos na cor preta, mesmo que ainda seja marcada por este estilo. Vem equipada com alforjes rígidos vedados e que podem ser trancados, para-brisa removível, assento duplo, controle de velocidade e freios ABS. O motor é o mesmo Milwaukee-Eight 114 do modelo anterior.

LEIA MAIS: Harley-Davidson Flat Track: eu também quero brincar!

E, por fim, está a Road Glide Limited , da família Touring, que também se move com o motor Milwaukee-Eight 114. A moto segue a proposta estradeira da Heritage Classic, mas explora mais tecnologias e sofisticação. Isso porque vem com novos grafismos, emblemas e rodas, novo acabamento na carenagem interna e manoplas aquecidas.

Além disso, outro destaque vai para o novo sistema Reflex Defensive Rider System, um pacote que traz controle eletrônico de tração, freios ABS, controle assistente de parada e leitura de pressão dos pneus. Por fim, vem com o sistema de conectividade Boom Box GTS, com a tela colorida sensível ao toque da Harley-Davidson , que oferece navegação, comunicação e recursos de entretenimento.

Comentários Facebook

Carros

Saiba o que verificar na pintura de um usado na hora da compra

Avatar

Publicado


source
pintura
Divulgação

Estado da pintura do carro é um item importante a ser verificado na compra de um usado

Segundo a Fenauto, entidade que reúne os lojistas multimarcas, o mercado de carros usados e seminovos tem apresentado crescimento contínuo nas vendas desde o início de julho, devendo retornar aos níveis pré-pandemia na primeira quinzena deste mês.

Dentro desse cenário de mercado aquecido, um dos fatores que devem ser avaliados antes de fechar a compra de um carro com alguns anos de estrada é o estado da pintura , que geralmente reflete o nível de cuidado que o dono anterior teve com o veículo.

“Não necessariamente um carro que passou por um processo de reparação vai durar menos. Se foram usados produtos de qualidade e a lataria for preparada de maneira adequada, é possível atingir resultados próximos ou até melhores que os de fábrica”, destacou Ricardo Vettorazzi, gerente técnico da divisão de repintura da fabricante de tintas PPG.

Mas os efeitos do uso de técnicas incorretas e materiais de qualidade inferior – ou de ambos – nos reparos são claramente visíveis. Por esse motivo, é importante fazer a avaliação da pintura em um local com boa iluminação e, se possível, durante o dia, na luz natural.

Mais detalhes sobre pintura


pintura
Divulgação

Deve-se observar das diferenças de tonalidade da pintura do carro usado antes de fechar negócio

Além das manchas e diferenças na tonalidade na comparação com o restante da carroceria, outros tipos de problemas comuns em carros que passaram por reparos são as diferenças no aspecto e acabamento do verniz e as emendas de retoques.

No caso dos automóveis com pinturas cansadas, nem sempre um polimento será a solução para o problema. “Nos carros com pinturas em dupla camada [base e verniz], um polimento só resolve se ainda houve uma boa camada de verniz. Se estiver com um aspecto fosco ou com a cor desbotada, isso já não é mais possível. Mas é importante pedir a avaliação de um profissional”, destacou Vettorazzi.

O gerente da PPG lembrou ainda da necessidade de prestar atenção ainda maior aos carros de cidades litorâneas. “A maresia cria um ambiente com sais marinhos em suspensão nas regiões próximas das praias e esses sais são corrosivos, o que faz com que a pintura sofra desgastes mais graves com as intempéries do dia a dia”, completou.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros

Artista finlandês cria um hot rod da Mercedes-Benz

Avatar

Publicado


source
Mercedes
Divulgação

Hot Rod de Mercedes-Benz é a união de dois opostos. São carros de dois públicos, duas escolas diferentes e dois estilos diferentes

Os carros Mercedes-Benz nunca foram adequados para se tornarem hot rods apropriados. Os hot rods , que normalmente são baseados em modelos americanos dos anos 30 — quando essa cultura começou a ganhar força — sempre foram símbolo de rebeldia. Enquanto isso, os Mercedes-Benz sempre foram luxuosos e conservadores. Isso até surgir a renderização do artista finlandês Jesse Miettinen, que pensou no impensável: unir esses dois universos opostos.

O hot rod da Mercedes-Benz tem tudo o que caracteriza essa escola de customização americana. Tem um nariz curto e inclinado, abandona os pára-lamas, veste pneus largos em rodas com raios de arame e conta com nada menos que seis grandes saídas de escapamento. Em tempos onde rebeldes colocavam batatas nos escapamentos dos policiais, para que não conseguissem ligar suas viaturas e iniciar perseguições aos seus hot rods , neste Mercedes clássico , seria difícil achar um substituto grande o bastante para elas.

A construção do crossover, por sua vez, leva bastante alumínio na carroceria, algo que moderniza o conceito de hot rod , oferecendo mais leveza e desempenho. Nada foi dito sobre os conjuntos mecânicos, mas pelas imagens, é possível notar que é equipado com um motor V6, pelos dois coletores de escape, um para cada bancada de cilindros, com três saídas cada. Poderia vir com um V8 biturbo da AMG, não?

A dinâmica tampouco deverá ser o seu ponto forte, uma vez que hot rods são duros e desequilibrados. Ainda assim, deve ser um dos projetos mais inusitados do tipo, e uma vez que o artista decidir levar o projeto adiante e tirá-lo do papel, certamente seria o grande destaque de vários encontros de carros exclusivos.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana