conecte-se conosco


Mato Grosso

Setasc capacita servidores em oficina de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas

Avatar

Publicado

Com o objetivo de orientar e sensibilizar os servidores sobre o crime de tráfico de pessoas, a Coordenadoria de Proteção á Pessoa  e Defesa  dos Direitos Humanos  da Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc MT), em parceria com o Núcleo Estadual de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas  (Netrap), promoveu a oficina Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, nessa sexta-feira (18.10).

O tráfico de pessoas faz cerca de 2,5 milhões de vítimas por ano, segundo dados do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC). Os números foram apresentando durante o evento.

A secretária da Setasc, Rosamaria de Carvalho, lembrou que ação é alusiva ao Dia Estadual de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas. “Essa é uma prática que ainda vem acontecendo nos quatros cantos do país e não é diferente aqui em Mato Grosso. A iniciativa é de extrema importância não só para qualificar as pessoas que trabalham diretamente com esse tema, mas para a prevenção.  A partir do momento que os servidores ficam sabendo de histórias como alerta, eles multiplicam este conhecimento para seus familiares e outras pessoas que convive”, disse.

Segundo o coordenador de Proteção a Pessoa e Defesa dos Direitos Humanos, Rodrigues de Amorim Souza, infelizmente no Brasil e em Mato Grosso não há dados ligados ao crime de Tráfico de Pessoas. “Traficar pessoas em si é reduzir o ser humano a uma condição de mercadoria”, pontuou.

O presidente da Comissão dos Direitos Humanos, Álvaro Daniel de Souza, fala da complexibilidade do tema e do desconhecimento por parte da sociedade geral e também dos agentes públicos. “O objetivo da nossa palestra é discorrer sobre a legislação que é aplicável ao crime de Tráfico de Pessoas”.

Ele também reforçou que é fundamental que os agentes públicos tenham um conhecimento mais aprofundado sobre os mecanismos jurídicos que estão disponíveis. “Temos uma legislação relativamente vasta sobre o tema e é importante difundir essas informações para que os agentes tenham conhecimento dessas ferramentas jurídicas e possam assegurar as possíveis vítimas a proteção dos seus direitos”, frisou.

Atendimento

Para que o atendimento a vítima de tráfico de pessoas seja bem sucedido, se faz necessário identificar, acessar, atender e encaminhar, de forma adequada e humanizada. Denuncie através do Disque 100 dos Direitos Humanos, que pode ser utilizado de uma forma geral e de maneira anônima. Dependendo da violência, como no caso de violência contra mulher, especificamente exploração sexual existe o Disque 180. A Policia Rodoviária Federal também tem o Disque 191.

Comentários Facebook

Mato Grosso

Governo comunica falecimento do presidente da Fapemat

Avatar

Publicado


.

O Governo do Estado comunica o falecimento do presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa de Mato Grosso (Fapemat), Adriano Silva, nesta quarta-feira (03.06). Ele apresentou sintomas de coronavírus no último domingo, 31 de maio, e estava internado em um hospital particular de Cáceres desde segunda-feira (01.06).

Adriano estava internado em um leito de UTI na unidade. Nesta quarta-feira, teve uma parada cardíaca, ainda em Cáceres, quando foi estababilizado. A pedido da família foi transferido para uma unidade hospitalar da rede particular em Cuiabá, no final da tarde desta quarta-feira. Durante a transferência, em UTI aérea, sofreu duas paradas cardíacas. Ele não resistiu e morreu no início desta noite. O presidente fez o exame de Covid-19, cujo resultado ainda não saiu.

O governador Mauro Mendes e a primeira-dama Virginia Mendes lamentam profundamente o falecimento do amigo e gestor e prestam condolências aos familiares.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Atualização do quadro do presidente da Fapemat

Avatar

Publicado


.

Atualização às 19h54 – O presidente da Fapemat foi transferido em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Aérea para a Clínica Femina, em Cuiabá, no início da noite desta quarta-feira.

O quadro dele é considerado estável pelos médicos e permanecerá internado em uma UTI aguardando o resultado dos exames.

 

O presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (Fapemat), Adriano Silva, apresentou sintomas de coronavírus no último domingo (31.05) e passou por exames, na segunda-feira (01.06).

Por indicação médica foi internado no Hospital São Luiz, em Cáceres. O quadro de saúde inspira cuidados. Ele segue internado e aguarda resultados dos exames.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana