conecte-se conosco


Cuiabá

Procuradoria Geral recebe visita técnica de procuradores de Cáceres

Avatar

Publicado

Gustavo Duarte

Clique para ampliar

Procuradores de Cáceres (240 km de Cuiabá) estiveram na Capital para conhecer a estrutura e funcionamento da Procuradoria Geral do Município (PGM). A visita técnica começou no auditório do órgão, na quarta-feira (16). Na ocasião, foram abordados temas como a divisão de especialidades e arrecadação.

De acordo com o procurador geral de Cáceres, Bruno Córdova França para o encontro, além dele, foram chamados todos os outros procuradores efetivos da cidade. O objetivo principal foi à troca de experiência, da qual foram extraídas ideias ações que pudessem ser implementadas na administração cacerense.

“O advogado não é treinado para ser gestor, por isso a dificuldade em gerenciar o trabalho na administração pública que é crescente e tende a aumentar. Isso exige um controle maior em nome do interesse público. Então é importante conhecer ferramentas para melhorar o trabalho do procurador”, explica França.

O procurador geral de Cuiabá, Marcus Brito, reforça que a Procuradoria está aberta ao intercâmbio e destaca que iniciativas assim evitam o cometimento de erros e o aperfeiçoamento da atuação“. O networking ajuda a melhorar as práticas. Não é preciso inventar a roda, mas sim identificar boas práticas e assimilá-las.

Um dos destaques da reunião foi a Procuradoria Fiscal, responsável por uma das maiores demandas do órgão. O setor está a frente do Mutirão de Conciliação Fiscal, que apresenta salto de mais de R$ 17 milhões em negociações desde 2017. No período, foram renegociados R$ 59 milhões, enquanto em 2018, R$ 71 milhões.

“Esta área é uma das que chama mais atenção. Sem dinheiro não tem como fazer nada. É preciso levar com comprometimento a arrecadação do município em respeito a quem paga em dia, mas, ao mesmo tempo evitar prejuízos ao erário. Com mais dinheiro a gente tende a fazer mais”, finaliza Bruno.

Comentários Facebook

Cuiabá

Prefeitura divulga painel de casos de Covid-19 em Cuiabá deste sábado (06)

Avatar

Publicado


.

Neste sábado (06), Cuiabá tem 1081 casos confirmados de residentes no município e 321 de não residentes, mas que estão sendo atendidos na capital. Destes, 262 já estão recuperados da doença e houve 17 óbitos de residentes e 21 de não residentes. Na rede hospitalar há 124 pacientes confirmados com Covid-19 internados, sendo 70 na UTI e 54 em enfermaria. Também estão internados 134 pacientes com suspeita da doença, sendo 57 na UTI e 77 em enfermaria.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

Covid-19: Prefeito reforça proteção emocional a servidores por meio do “Cuidando de Quem Cuida da Gente”

Avatar

Publicado


.

Garantir proteção à saúde mental e  emocional aos servidores que estão atuando em linha de frente contra a Covid -19 tem sido, de acordo com o prefeito Emanuel Pinheiro, prioridade de sua gestão frente à pandemia. 

Conforme o gestor, além dos EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) que foram adquiridas de forma prévia e com observações técnicas inerentes à cada setor, o Programa Cuidando de Quem Cuida da Gente – idealizado pela primeira-dama, Márcia Pinheiro que dentre tantos serviços, também oferta acompanhamentos com psicólogos e psiquiatras, reforça o compromisso e preocupação da gestão com o servidor.

“Esses heróis que estão na linha de frente tratando com toda dedicação e profissionalismo quem está contaminado com a Covid -19 também tem família, tem estão com medo, angustiados e aflitos. Por isso, determinamos na reunião do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 nesta semana que vamos intensificar esse cuidado e o Cuidando de Quem Cuida da Gente, que foi pensado em cada detalhe pela primeira-dama para cuidar e proteger esses bravos guerreiros, com diversas equipes de médicos, psicólogos, psiquiatras e demais equipe multiprofissional está trazendo um resultado fantástico. Eu até batizei de EPE – Equipamento de Proteção Individual porque nossa preocupação é o estresse, a depressão no período pós essa pandemia. Isso acontece muito em guerra, e nessa guerra contra o coronavírus, além dos EPIs que é obrigação nossa, temos também o dever de cuidar da saúde psíquica dos nossos servidores e o esse programa está ofertando todo esse zelo da gestão de forma exemplar”, frisou Pinheiro.

A diretora de Saúde Mental de  Cuiabá, Rosely Batista ressaltou a importância do Programa. “Um programa que está proporcionando estímulo, atenção e assistência ao servidor, resultando em grande contribuição para o seu bem estar físico e mental. Tudo isso, além de fazer com que se sintam valorizados, retorna em trabalho cada vez mais humanizado ao paciente SUS”, finalizou.

Atuação:

Para realizar o acolhimento de forma satisfatória, a nova estratégia para cuidar do servidor será conduzida por profissionais das áreas de psiquiatria, psicologia, nutrição e educação física, ao longo de seis meses – subdivididos em quatro etapas. 

De acordo com André Duailibi, psiquiatra e coordenador-responsável pelo Cuidando de quem Cuida da Gente, a primeira etapa será composta por plataformas de psicoeducação com vídeos de técnicas específicas para o controle do estresse e prevenção do Transtorno de Estresse Pós-Traumático, independentemente de o servidor público estar atuando ou não na linha de frente no combate do coronavírus. 

A segunda fase, conforme relata o médico, consistirá no acompanhamento psicológico por 12 semanas – apenas para os profissionais da Saúde que estão na linha de frente no combate a COVID19. Nesta fase, será disponibilizado apoio e acompanhamento individual (virtual) com psicólogos especialistas em terapia cognitiva e em metodologia específica para gerenciamento do estresse e prevenção do estresse pós-traumático.

“O Programa disponibilizará um pacote com até 4.800 sessões de terapia para acompanhamento psicoterápico individual. Para cada participante serão ofertadas em média 12 sessões de atendimento especializado com duração de 50 minutos. Àqueles em que se constatar necessidade,  serão encaminhados para a avaliação com o médico psiquiatra objetivando acompanhamento e intervenção da crise”, explicou Dualibi salientando que a 3ª  e 4ª etapa serão compostas por workshops presenciais em unidades de saúde para avaliar como os servidores estão após a pandemia e a de encerramento envolvendo todos os participantes e a equipe multidisciplinar do programa para apresentar os resultados alcançados pelo programa.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana