conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil destrói 700 quilos de entorpecente apreendidos na região de fronteira

Avatar

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Aproximadamente 700 quilos de entorpecentes foram incinerados pela Polícia Judiciária Civil, na manhã desta sexta-feira (18.10), em Cáceres (225 km a Oeste de Cuiabá). A destruição aconteceu em uma empresa de curtume, no bairro Jardim Industrial, zona rural do município.

A grande quantidade de drogas, sendo a maior parte pasta base e cloridrato de cocaína, é decorrente das ações realizadas pelas forças de Segurança Pública da região de fronteira. O montante refere-se a procedimentos registrados no ano de 2019, e que tiveram as autorizações expedidas pela Justiça Federal e Justiça Estadual.

O total do entorpecente queimado foi apreendido em diversas operações policiais, deflagrada pela Polícia Civil e Polícia Militar, por meio da Delegacia Especial de Fronteira (Defron), do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron), e das Delegacias de Polícia das cidades de Cáceres, Mirassol D’Oeste e São José dos Quatro Marcos.

Durante o evento, a delegada titular da Defron, Cinthia Gomes da Rocha Cupido, destacou a importância do ato de eliminação das substâncias ilícitas apreendidas.

“A integração entre os órgãos que compõem a segurança pública na fronteira, no trabalho diário, possibilitou o aumento no número de apreensões de entorpecentes, tirando de circulação o mal que causa a destruição de inúmeros lares e famílias”, destacou Cinthia Gomes da Rocha Cupido.

Também participaram da incineração os delegados de polícia, Wilson Souza Santos, Judá Maali Pinheiro Marcondes, o coordenador da Politec de Cáceres, Ataíde de Campos Malheiros Filho, o coordenador do Gefron, CEL PM José Nildo Silva de Oliveira, além de outros convidados.

 

Comentários Facebook

Policial

Polícia Civil e Procon vistoriam preços em mais uma farmácia da Capital

Avatar

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Mais uma farmácia da Capital foi alvo de fiscalização da Polícia Civil e Procon, na manhã desta quarta-feira (03.06), na operação de combate a preços abusivos durante a pandemia do coronavírus.

A operação realizada por policiais da Equipe Especial e da Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon) e fiscais do Procon Estdual tinha o intuito de verificar os preços de produtos mais comercializados no período de pandemia como álcool em gel e máscara facial.

No estabelecimento comercial, localizado na Avenida Historiador Rubens de Mendonça, foi solicitado a relação de compra dos produtos e notas fiscais dos materiais, nos últimos 30 dias, e analisados os preços das gôndolas para comparação.

Durante os trabalhos também foram  passadas orientações de que o aumento abusivo de preços pode configurar crime, além de outras condutas considerados criminosas durante esse período.

A ação integrada realizada semanalmente visa fiscalizar e orientar estabelecimentos comerciais sobre o Código de Defesa do Consumidor, além de coibir práticas criminosas, como aumento ou elevação de preço, sem justificativa, de produtos e serviços oferecidos ao cidadão.

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Suspeito de praticar seis furtos é pego rondando residências

Avatar

Publicado


.

Nesta quarta – feira (03.06) policiais militares prenderam um suspeito (33 anos) por furto a residência, em Rondonópolis. Após denúncias, a polícia localizou o homem apontado como autor de seis furtos na região.

Durante rondas pela manhã, os policiais receberam informações de que havia um homem rondando algumas residências no bairro Copacem. O suspeito foi localizado e detido, ele estava de bicicleta com uma mochila nas costas.

Uma vítima que teve a casa furtada na tarde de terça – feira (02.06) reconheceu o suspeito e alguns produtos apreendidos com ele, como uma faca, um boné e um cosmético. A ação criminosa praticada pelo homem na residência da vítima foi registrada por câmeras de monitoramento, as imagens foram disponibilizadas para a polícia.

O suspeito é apontado por furtar mais cinco residências, a primeira no dia 16 de dezembro de 2014, uma segunda casa em 12 de novembro de 2015, a terceira em 10 de agosto de 2017 e mais duas residências nos dias 20 e 21 de maio deste ano.

A Polícia Judiciária Civil vai investigar o caso.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes.

 

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana