conecte-se conosco


Mulher

Menino faz desenho de bolo e resultado “inapropriado” chama atenção

Publicado

source

Casamentos nem sempre são eventos divertidos para crianças e, muitas vezes, os pequenos precisam encontrar alternativas para se entreter. No caso de Jacob Francis, de sete anos de idade, a opção era colorir, mas quando os desenhos prontos acabaram, ele fez a própria arte copiando uma ilustração do bolo de casamento e o resultado ficou… inapropriado. 

Leia também: Bolo de vagina, biscoito de pênis e mais: histórias engraçadas de mães e filhos

ilustração do bolo de casamento e desenho feito por Jacob arrow-options
Reprodução/Facebook
Jacob usou a ilustração de um bolo de casamento para fazer sua própria arte e o resultado deu o que falar entre a família

Ao The Mirror , a mãe, Hannah, de 30 anos, diz ter ficado “histérica” quando viu o desenho do filho. Isso porque assim que o menino entregou a arte, o primeiro pensamento que teve foi que  o  bolo de casamento parecia um pênis. “Tentei não rir quando Jacob me mostrou, porque não queria magoar os sentimentos dele”, conta.

bolo de casamento com frutinhas que parecem seios arrow-options
Reprodução/Facebook
Jacob aprimorou o desenho do bolo com frutas

Segundo ela, a criança estava muito orgulhosa de sua obra de arte e ainda decidiu completar os detalhes, acrescentando frutinhas — que também são questionáveis por parecerem muito com seios.

Veja Também  Como deixar os cabelos grisalhos em etapas sem precisar cortar? Veja dicas

“Assim que vi as ‘frutas’ que ele desenhou pensei que estava ainda mais engraçado do que antes”, disse a mulher, que mora em Gillingham, Inglaterra. 

Leia também: Sem perceber, mãe cozinha macarrão em formato de pênis para as filhas

Hannah e o marido, Glen, de 31 anos, mostraram o desenho do  bolo  para todos os amigos que estavam no casamento e afirmam que eles “acharam genial”.

“Nós estamos rindo disso a semana inteira e, apesar da arte não ficar exposta na nossa geladeira para todos verem, nós definitivamente vamos guardá-la para Jacob ver quando estiver mais velho”, finaliza a britânica. 

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook

Mulher

Não erre! Veja como escolher a bolsa certa para você

Publicado

source

Há escolhas extremamente pessoais na vida de toda mulher. E a bolsa é uma delas . O que não quer dizer que uma ajudinha não seja bem-vinda. Escolher a bolsa certa pode ser optar por diversas bolsas para ocasiões distintas ou escolher uma versátil para todas as ocasiões possíveis. Vai da mulher, da sua relação com acessórios, da rotina, etc.

É possível, no entanto, estabelecer alguns critérios para orientar essa escolha. Em primeiro lugar é preciso definir o que se espera da bolsa. Ela é apenas um utilitário ou um complemento do seu look? Há mulheres que preferem ter uma bolsa de grande qualidade para bater e outras que preferem variar diária ou semanalmente.

Leia também: Fim de ano perfeito: como listas podem te ajudar na organização nesta época

Para as primeiras, o ideal é uma  bolsa de couro em tons neutros. Para as outras, dá para apostar em  materiais sintéticos e cores e tamanhos variados.

Veja Também  Vem, verão! Veja as melhores dietas para emagrecer a tempo de aproveitar o calor

Pequenos dilemas

É importante considerar as roupas e o ambiente na hora de decidir por uma bolsa. Se a opção for por roupas coloridas e casuais, a bolsa deve ter um tom neutro como caramelo, marrom, bronze ou preto. Se o look for mais monocromático, vale a pena apostar em cores fortes para o acessório como o vermelho, bordô ou azul escuro.

O tamanho, claro, depende muito do que a pessoa costuma carregar, mas não exclusivamente disso. É importante ter em mente que as bolsas ajudam na percepção sobre quem as usa e, portanto, uma bolsa grande para uma mulher baixa e gordinha pode não ser o ideal. Por isso, o mais recomendável é fazer o teste do espelho e, se for o caso, resistir à tentação de comprar apenas porque gostou do produto.

Listras , por exemplo, se ajustam bem a mulheres esguias, que podem apostar sem medo em bolsas com alças transversais . Franjas e fivelas são boas pedidas para aquelas que gostam de expressar personalidade em seus acessórios e de variar rotineiramente suas bolsas.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Bebê tem clavícula trincada durante o parto: “Ele gritava de dor”

Publicado

source

Em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, o filho de Kimberly Fernandes, 19 anos, sofreu uma lesão na clavícula durante o parto. “Quando o peguei nos braços, percebi que ele gritava muito de dor, até achei que tivesse quebrado o braço. Então, pedi para a pediatra fazer um raio-x para saber se estava tudo bem”, relata à Crescer .

Leia também: “Amarraram meus tornozelos à mesa de parto”, diz vítima de violência obstétrica

bebê chorando após o parto arrow-options
shutterstock
Em Campo Grande, bebê tem clavícula fissurada durante o parto

Segundo a mãe, a médica afirmou que era normal o bebê chorar, pois fica dolorido quando nasce. “Insisti para fazer o exame e foi comprovado que ele teve a clavícula quebrada durante o parto”, relata.

“A enfermeira ainda me disse que isso era normal acontecer e que o osso ia ‘colar rápido’, era só eu fazer a mobilização dele em casa e levar para a fisioterapia em outro hospital. Se é normal isso acontecer eu não sei, mas, para nós que somos mães, é desesperador”, desabafa.

Kimberly diz que sua mãe sabe fazer a imobilização, pois, caso contrário, o bebê ficaria 15 dias com dor, já que ela não teve a assistência necessária. “Só conseguimos marcar atendimento em outro hospital para essa semana”.

Veja Também  Vem, verão! Veja as melhores dietas para emagrecer a tempo de aproveitar o calor

A família será atendida no Hospital Universitário de Campo Grande nesta quarta-feira. “Não quero que isso aconteça com mais nenhuma criança. Dá muita dó. Meu filho chora muito de dor”, diz ao afirmar que denunciará o caso.

Leia também: Mãe revela truque incrível para fazer bebê parar de chorar em segundos

Este não foi o primeiro caso de bebê com a clavícula fraturada durante o parto. Também em Campo Grande , dia 2 de novembro, segundo o site Midiamax , os médicos da Maternidade Cândido Mariano utilizaram um fórceps para ajudar a saída da criança, o que teria causado a lesão.

“Não deram nenhuma justificativa. As enfermeiras ainda comentaram: ‘O bom é que o osso cola rápido’. Dá uma dó dela, ela chora o tempo todo com dores”, fala a tia da criança.

Posicionamento dos hospitais

A assessora do Hospital Santa Casa de Campo Grande afirma que Kimberly passou por um parto normal sem intercorrências nem qualquer sintoma de gerasse desconfiança da anormalidade por parte dos profissionais. “O bebê nasceu com uma fissura (trincado) na clavícula direita, não houve fratura, que foi avaliada pela equipe da ortopedia”.

Eles ainda acrescentam: “Bebês choram normalmente após o parto sobre fraturas e/ou fissuras de clavícula, embora, seja uma situação desagradável e que gera transtornos, o evento apontado é fato fortuito, bem estabelecido na literatura e com estatística relevante na prática obstétrica, não configurando, desta forma, má assistência ou ato violento. Portanto, não há qualquer evidência de erro no atendimento prestado à referida paciente e seu recém-nascido”.

Veja Também  Qual o signo mais buscado na web? Veja ranking e motivos para tanta curiosidade

Leia também: Mãe dá à luz 2 pares de gêmeos seguidos e celebra: “Família é uma em um milhão”

A Maternidade Cândido Mariano também se posicionou. Apesar da evolução normal, em dado momento, ”quando estava com dilatação total e o bebê bem encaixado no canal de parto, houve dificuldade para expulsão espontânea do mesmo, apesar de todo o esforço feito pela paciente”. A assessoria ainda diz “para evitar que o bebê entrasse em sofrimento fetal, o médico plantonista se utilizou de um fórceps de alívio, abreviando o nascimento”.

“De imediato, o bebê foi avaliado pelo pediatra de plantão que constatou uma fratura na clavícula e imediatamente já iniciou o tratamento (imobilização). Esse tipo de complicação pode ocorrer subitamente, já no período expulsivo do parto, quando os ombros não tem espaço suficiente para atravessar o canal.

E como o bebê já estava muito encaixado, não havia mais como realizar uma cesariana. Hoje, o bebê está em boas condições e será encaminhado para acompanhamento especializado até recuperação completa da fratura”.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana