conecte-se conosco


ACIDENTE

Entregador tem pé arrancado por para-choque de carro em MT | VEJA FOTOS FORTES

Avatar

Publicado

 

O motociclista Rodrigo Ribeiro Leite, 25, teve o pé arrancado num grave acidente após passar por um quebra-molas e bater num carro, em Primavera do Leste (242 km de Cuiabá). De acordo com a Polícia Militar local, o acidente ocorreu na manhã de quinta-feira (17), no cruzamento das avenidas Inácio Castelli e Tancredo Neves, no bairro Castelândia. O jovem estava num moto Honda CG/125 e bateu num carro, modelo Nissan após “rampar” num quebra-molas. Com o impacto, o para-choque do carro arrancou o pé do entregador.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e realizou o socorro do jovem, sendo ele encaminhado a uma unidade hospitalar.  O estado de saúde não foi informado. O motorista do carro foi até a delegacia para esclarecer o ocorrido.

Comentários Facebook

ACIDENTE

Em Cuiabá motociclista se machuca ao colidir em traseira de ônibus

Avatar

Publicado

Um motociclista bateu na traseira de um ônibus do transporte coletivo, nesta segunda-feira (3), na Avenida Antártica, em Cuiabá. Ele foi socorrido por um comerciante que testemunhou o acidente.

Uma testemunha disse que o motociclista teve fratura exposta na perna direita e ferimentos nos braços. A ocorrência foi atendida por uma equipe da Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran).

Conforme informações coletadas no local, a vítima seguia pela Avenida Antárctica, sentido bairro-centro, quando ao se aproximar do ponto de ônibus da avenida não observou que o ônibus estava parado no local, batendo na traseira esquerda do veículo coletivo.O motociclista sofreu lesões e fraturas e foi socorrido consciente por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado ao Hospital Municipal de Cuiabá.

Ambos os condutores são habilitados e com documentação em dia.

Comentários Facebook
Continue lendo

ACIDENTE

Servidores da Saúde são capacitados para atuação preventiva a incêndios

Avatar

Publicado

Servidores da secretaria de Saúde de Várzea Grande estão participando nessa semana do ‘Curso Básico de Formação de Brigada Contra Incêndio’. A capacitação é fruto de uma parceria entre a prefeitura municipal e o Corpo de Bombeiros Militar, que nessa ação é representado pelo 2º Batalhão, localizado na cidade. A Brigada tem como objetivo  formar colaboradores aptos ao combate preventivo e a princípios de incêndio, atuando de maneira auxiliar junto ao Corpo de Bombeiros.

Como explica o 1º sargento do 2º Batalhão de Bombeiros Militar de Várzea Grande, Gilberto Luiz de Jesus, um dos instrutores do curso, A Brigada de incêndio trata-se de um grupo organizado de pessoas voluntárias treinadas e capacitadas para atuar na prevenção, abandono de área, combate a princípio de incêndio e primeiros socorros, dentro de uma área previamente estabelecida.

“Estabelecimentos com mais de 750 metros quadrados e ou com mais de 150 pessoas, devem ter um projeto de combate a incêndio e pânico, aprovado pelo Corpo de Bombeiros. Por meio desta parceria, estamos proporcionando essa formação, que ao fim de 25 horas de instrução, ofertará certificados a cada um, dos quase 40 participantes”.

O técnico de Segurança do Trabalho e servidor do Hospital e Pronto Socorro Municipal, Samuel Sanderson, explica que os certificados têm validade por dois anos e que após esse período, os servidores devem passar por constantes reciclagens. “Temos nesse curso básico de formação servidores do Pronto-Socorro, da sede da secretaria de Saúde e das UPAS do Cristo Rei e do Ipase”.

O soldado do Corpo de Bombeiros Militar, Itagene Pedroso de Barros Júnior, um dos instrutores da formação, destaca que o curso é muito importante, mesmo sendo ofertado à pessoas civis. “Se bem preparados, se tornam parceiros da corporação, ajudam a conter e até evitar situações de pânico. No desespero, as pessoas envolvidas costumam perder o raciocínio e com as estratégias e o conhecimento que estão adquirindo, será mais fácil lidar com uma situação extrema no local do trabalho”.

Em uma situação de emergência, por exemplo, cabem aos brigadistas os seguintes protocolos: Identificação da situação, alarme e abandono da área, corte de energia, acionamento do Corpo de Bombeiros e/ou ajuda externa, primeiros socorros, combate ao princípio de incêndio, recepção e orientação ao Corpo de Bombeiros, preenchimento de formulário do registro de trabalhos dos bombeiros e encaminhamento do formulário ao Corpo de Bombeiros para atualização de dados estatísticos.

Já a atuação preventiva prevê a avaliação dos riscos existentes, a inspeção geral dos equipamentos de combate a incêndio, a inspeção geral das rotas de fuga, a elaboração de relatórios de irregularidades, o encaminhamento do relatório aos setores competentes, a orientação à população fixa e flutuante e os exercícios simulados.

Por: Marianna Peres – Secom/VG

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana