conecte-se conosco


Nacional

Engenheiros acharam mais de 130 falhas estruturais antes de prédio cair no Ceará

Publicado

source
dois frames de colunas de pilotis enrolados em sacos plásticos arrow-options
WHATSAPP/REPRODUÇÃO
Vídeo registrado por moradores mostram colunas danificadas

Uma vistoria técnica realizada pela CAC Engenharia , uma das empresas consultadas para fazer os reparos nos pilotis do Edifício Andreia, que desabou em Fortaleza na última terça (15), detectou pelo menos 135 falhas estruturais na construção em visita realizada no mês de setembro.

O presidente do grupo, Alberto Cunha, afirmou em entrevista à Verdes Mares que detectou e fotografou pontos comprometidos em vigas, pilares e lajes. “Já existiam fissuras devido a oxidação do ferro”, contou o responsável em entrevista.

Leia também: Sobe para seis o número de mortos após desabamento de prédio em Fortaleza

Apesar disso, Alberto informou que a empresa não foi selecionada para fazer o serviço no local. Segundo ele, quando retomaram contato com o condomínio, a síndica (que ainda está desaparecida sob os escombros da edificação) disse que outra empresa foi escolhida após oferecer preço 30% inferior.

O engenheiro e dono da Alpha Engenharia, empresa escolhida para fazer o serviço no Andréa, estava no térreo do prédio na hora em que o desabamento ocorreu. José Andreson conseguiu fugir dos escombros e foi espontaneamente à delegacia para prestar esclarecimentos. Segundo ele, apenas a escovação dos ferros nas colunas à mostra foram feitos e a reforma estava prestes a iniciar.

Veja Também  Homem é preso após ameaçar ex-mulher com boneco de vodu

Leia também: Novo vídeo mostra prédio caindo sobre pessoas em Fortaleza

Andreson afirmou que outro funcionário da Alpha, identificado como Carlos, viu quando uma coluna do prédio começou a ceder, gritou e saiu correndo. Das cinco pessoas que estavam no térreo do edifício naquele momento, apenas a síndica, Maria das Graças Rodrigues, não conseguiu fugir.

Até o momento, seis mortes foram confirmadas pelos bombeiros, sete pessoas foram retiradas dos escombros com vida e quatro pessoas continuam desaparecidas.

Fonte: IG Nacional
Comentários Facebook

Nacional

Polícia Militar causou morte da menina Ágatha, diz inquérito

Publicado

source
menina sorrindo arrow-options
Arquivo pessoal
Menina Ágatha Vitória foi atingida com tiro de fuzil nas costas

O inquérito da Polícia Civil que investiga a morte da menina Ágatha Félix, de 8 anos, afirmou que a bala perdida que a matou no Morro do Alemão, Rio de Janeiro, em setembro, partiu da arma de um cabo da Polícia Militar.

Segundo o jornal Extra, o inquérito da Polícia Civil que deve ser enviado à Justiça nesta terça-feira (19) confirmou que um tiro de advertência foi disparado para parar dois homens que tinham fugido de uma Blitz em uma moto na região.

As testemunhas teriam afirmado, ainda, que o policial que disparou o tiro estava sob forte tensão pela morte de um colega dias antes do crime. Ele ainda pode ter confundido um objeto de alumínio segurado pelo garupa com uma arma.

Leia também: ‘Como mãe, quero resposta’, diz mãe sobre os 45 dias da morte da menina Ágatha

O laudo da PM também detectou a trajetória da bala após sair da arma do cabo, que não teve nome revelado. O projétil saiu da arma, bateu em um poste e um estilhaço dele foi responsável por perfurar o tórax da menina.

Veja Também  Após 7h de interdição por queda de passarela, Marginal Tietê é liberada

Ao todo, 20 pessoas foram ouvidas no inquérito , que contou até mesmo com a presença do PM responsável pelo disparo na simulação do crime. Não há informações sobre quais sanções serão sofridas pelo PM.

Fonte: IG Nacional
Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Caminhão carregado de combustível tomba e pega fogo em rodovia; veja vídeo

Publicado

source
caminhão pegando fogo arrow-options
Câmeras de Segurança/Reprodução
Caminhão explodiu após tombar na via

Câmeras de segurança instaladas na Rodovia dos Tamoios, em Caraguatatuba, no litoral paulista, registraram o momento exato no qual uma carreta carregada com 40 mil litros de combustível tomba e explode na altura do km 80 da via.

O caso ocorreu no fim da manhã da segunda-feira (18), mas o trecho da via bloqueado após o acidente só foi totalmente liberado por volta das 4h da madrugada desta terça-feira (19).

Leia também: Uma pessoa morre e outras nove se ferem após ponte desabar na França

Nas imagens, é possível perceber que o veículo tomba em uma curva . O carro que vem atrás do caminhão chega a invadir a pista contrária para evitar colisão. Em poucos segundos, o caminhão começa a liberar uma fumaça e os motoristas parados na via correm. O fogo se espalha rapidamente, consumindo o líquido inflamável que desce a curva e atinge o outro lado da pista.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o motorista do caminhão morreu carbonizado e duas outras pessoas foram socorridas com ferimentos leves.

Veja Também  Professor da rede pública afastado ao ensinar palavras de cunho sexual em tarefa

Veja vídeo:


Fonte: IG Nacional
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana