conecte-se conosco


Diárias de Mercado

TRIGO/CEPEA: Clima na Argentina preocupa triticultor brasileiro

Publicado

Cepea, 08/10/2019 – A possível menor produtividade na Argentina, devido ao clima (falta de chuvas em algumas regiões e geadas em outras), tem preocupado agentes brasileiros, segundo informações do Cepea. Pesquisadores afirmam que esse cenário pode prejudicar as negociações brasileiras, especialmente no repasse do custo do cereal importado ao grão brasileiro e às farinhas. Quanto aos preços domésticos, seguem enfraquecidos, influenciados pela maior disponibilidade, diante da colheita no Paraná. No geral, a liquidez está um pouco mais elevada, com maior volume transacionado entre os estados do Sul do País. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: Diárias de Mercado
Comentários Facebook
Veja Também  MAMÃO/CEPEA: Havaí recua 10% com oferta elevada e baixa demanda

Diárias de Mercado

TRIGO/CEPEA: Preços no RS recuam para patamares de dez/18; clima preocupa

Publicado

Cepea, 22/10/2019 – O avanço dos trabalhos de campo no Rio Grande do Sul tem pressionado os valores do trigo, que retomaram os patamares médios verificados em dezembro de 2018, segundo dados do Cepea. Apesar de agentes indicarem que a qualidade está boa, as recentes chuvas no estado podem prejudicar o cereal que ainda será colhido. No Paraná, os preços têm sido sustentados pela menor produtividade, devido ao clima desfavorável durante o desenvolvimento das lavouras. Quanto aos derivados, na última semana, as cotações de algumas farinhas cederam. Compradores, observando um maior volume de trigo disponível no mercado, pressionaram os valores. Quanto aos farelos, a demanda e os preços seguem estáveis. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: Diárias de Mercado
Comentários Facebook
Veja Também  SUÍNOS/CEPEA: Demanda segue firme e preço está em alta há seis semanas
Continue lendo

Diárias de Mercado

MAMÃO/CEPEA: Havaí recua 10% com oferta elevada e baixa demanda

Publicado

Cepea, 22/10/2019 – Na semana passada, a oferta de mamão havaí seguiu elevada nas regiões produtoras acompanhadas pelo Hortifrúti/Cepea. Esse cenário junto à combinação de maturação mais acelerada e menor demanda resultaram em preços mais baixos – vale lembrar que as cotações estão em queda desde setembro. De 14 a 18 de outubro, o havaí foi comercializado na média de R$ 0,41/kg no norte do Espírito Santo, baixa de 10% em relação à semana anterior. No sul da Bahia, as cotações, que estavam inferiores na primeira quinzena de outubro, conseguiram se igualar às da praça capixaba nos últimos dias. Fonte: Cepea/Hortifruti – www.hfbrasil.org.br

Fonte: Diárias de Mercado
Comentários Facebook
Veja Também  FRANGO/CEPEA: Maior procura eleva preços de cortes para churrasco
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana