conecte-se conosco


Mato Grosso

Técnicos recebem qualificação para atuar na cadeia produtiva do leite

Publicado

Nesta quinta-feira (10.10), termina o 20º módulo da Capacitação Continuada de Técnicos da Cadeia Produtiva do Leite, realizado pela Embrapa Agrossilvipastoril por meio do Programa MT Produtivo – Leite da Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (Seaf). A capacitação conta com a participação de 47 técnicos da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) e outros. O evento é realizado no auditório da Embrapa, no município de Sinop (500 km ao Norte de Cuiabá).

Com duração de três dias (8 a 10.10), a iniciativa visa capacitar os técnicos de forma contínua para implementação de novas tecnologias a serem aplicadas no campo. Com isso busca-se o fortalecimento da assistência técnica e extensão rural em todo o Estado. A capacitação conta com uma parceria entre Seaf, Empaer, Organização das Cooperativas do Brasil (OCB), Senar-MT e Superintendência Federal de Agricultura no Estado de Mato Grosso.

Entre os temas abordados estão a manipulação de dietas para rebanho leiteiro, técnicas de reprodução assistidas para rebanho leiteiro, doenças relacionadas à reprodução e avaliação e prospecção de demandas. A programação será encerrada na tarde de quinta com uma avaliação do módulo e discussão para levantamento de demandas e temas para serem abordados nos próximos encontros da capacitação.

Veja Também  Pleno emitirá parecer sobre 10 contas de governo municipais em sessão de 22/10

O presidente da Empaer, Renaldo Loffi, fala que desde 2011 os técnicos da Empaer participam da Capacitação Continuada promovida pela Embrapa. Ele destaca que foram estruturados processos de capacitação continuada em cadeias de grande importância para o estado. Além do leite, também fazem parte as cadeias da fruticultura, olericultura, piscicultura, mandiocultura, sistemas agroflorestais, integração lavoura-pecuária-floresta e apicultura. “Estes participantes serão multiplicadores, tendo como missão passar o conhecimento adquirido para colegas extensionistas e posteriormente para os produtores”, esclarece.

Segundo Loffi, a Empaer aposta no sistema de capacitação continuada de seus técnicos. Por isso, a empresa está buscando melhorar a gestão do processo, inclusive, com a nomeação de um representante em cada grupo gestor das principais cadeias produtivas do estado. E acrescenta que esse processo é fundamental para que as tecnologias cheguem até o produtor.

O leite é considerado um dos produtos mais importantes para a agricultura familiar

O engenheiro agrônomo da Empaer, José Carlos Rodrigues dos Santos, é responsável pela cadeia produtiva da bovinocultura e comenta que a atividade leiteira está presente em praticamente todos os municípios do Estado. O leite é considerado um dos produtos mais importantes para a agricultura familiar e a principal opção de produção para a maioria dos assentados da Reforma Agrária.

Veja Também  Secretaria de Saúde alerta população para importância da vacinação

Conforme dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), no ano de 2017 a produção leiteira de Mato Grosso foi de 745,851 milhões de litros para 511,247 mil vacas ordenhadas. A produtividade média foi de 1.458,9 litros por vaca/ano. Rodrigues explica que o Estado ficou dentro da média da região Centro-Oeste, porém 34,55% abaixo da média nacional, que foi de 1.963 litros/vaca/ano.

Para fortalecer a cadeia produtiva do leite e difundir novas tecnologias, José Carlos informa que a Seaf estará implantando Unidades de Referência Tecnológica (URT), visando o aumento da produtividade, produção, qualidade do leite e modernização das indústrias. O Programa do Leite prevê que em quatro anos (2019 a 2022) serão atendidos 95 municípios com a implantação das URTs, alcançando 12.565 Unidades de produção Familiar (UPF) com serviços de assistência técnica, extensão rural e fomento.

“Além dos atendimentos individuais às UPF’s, serão preconizadas diversas atividades com metodologias coletivas, como por exemplo, dias de campos, visitas técnicas e outros, como meio para capacitar os produtores dentro de uma visão tecnologicamente sustentável, economicamente viável, socialmente justa e ambientalmente correta”, conclui José Carlos.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

Jovem que fez vídeo convidando policiais para seu aniversário tem pedido aceito no nortão; veja vídeo

Publicado

Hércules Kollenberg foi surpreendido pela Força Tática da Policia Militar, após gravar um vídeo e postar em suas redes sociais, convidando os policiais militares para sua festa de aniversário de 15 anos, nesta segunda feira (21).

Hércules, reside no município de Nova Ubiratã, situado cerca de 503 km da capital do estado, Cuiabá.

De acordo com Soldado Alexandre, a equipe de Força Tática tomou conhecimento do fato, através das redes sociais, e com isso os militares ficaram sensibilizados e não pensaram duas vezes, para realizar o sonho deste jovem. De pronto uma equipe de Força Tática deslocou de Sorriso até o município de Nova Ubiratã, no intuito de participar da festa de aniversário do adolescente Hércules que é um admirador especial da Força Tática.

O jovem ao ver os policiais chegando em sua casa, ficou extasiado, e prestou continências aos militares. Com um sorriso no rosto Hércules não conseguiu esconder alegria e emoção ao ver seus ídolos, que o mesmo segue como exemplo.

“Carinho, respeito e admiração são uns dos maiores bens e retorno que podemos ter em forma de reconhecimento pela sociedade, que confia na policia militar.” Enfatizou o Soldado da PM Alexandre.

Por: Daniel Da Silva\Tv Ubiratã

Comentários Facebook
Veja Também  Governo de Mato Grosso cria Delegacia Especializada de Combate à Corrupção
Continue lendo

Mato Grosso

Escolas estaduais e particulares participam de curso sobre Censo Escolar 2019

Publicado

Representantes de escolas estaduais e particulares de Várzea Grande participaram de um curso sobre o censo escolar 2019 para tirar dúvidas sobre o período de ajustes das matrículas, que termina no dia 31 de outubro. A formação ocorreu, nesta segunda-feira (21.10), no auditório da Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

Segundo Rodrigo Miguéis Jacob, do Núcleo de Dados, Informação e Estatísticas da Seduc, o foco do curso é a retificação dos dados preliminares da matricula inicial do censo escolar 2019. “Esse ajuste é necessário, pois os dados preliminares, ocorreram no período de 29 de maio a 31 de julho, na base do programa Educacenso do Ministério da Educação (MEC)”.

Rodrigo Jacob assinala que o censo impacta tanto as unidades escolares públicas como da rede particular, uma vez que as escolas das rede estadual e municipais recebem verbas de programas federais e estaduais baseadas no número de alunos matriculados no ano anterior. Os repasses para o próximo ano estarão vinculados ao número de alunos da escola deste ano.  

Veja Também  TCE realiza encontro para debater impacto da Reforma da Previdência em MT

“São dados censitários e é importante também para as escolas privadas, uma vez que o número de alunos entra no sistema nacional de matrículas e, não só para que a escola obtenha a autorização, como a obrigatoriedade dos estudantes que fazem o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) estarem vinculados a uma escola”, frisa.

A secretária Noeli Almeida dos Anjos, da da Escola Estadual Maria Leite Marcoski, no Jardim Marajoara, gostou do curso, pois foi o momento de tirar as dúvidas. ”É um curso obrigatório para todos os responsáveis pelo censo. Sempre temos algo a aprender. Eu já estou com tudo pronto, mas sempre é bom participar de um curso assim”, declara.

A secretária, Letícia Pereira, da escola Crescer e Aprender, do bairro Alberto Canelas explica que é a primeira vez que participa do curso, mas não terá problemas em cumprir o prazo estabelecido pelo MEC.

A assessora pedagógica Geovaní Provenzano explica que muitas escolas estão com secretários novos e ainda precisam tirar algumas dúvidas sobre o censo escolar. “Por mais que tenham conhecimento, sempre existe uma dúvida. Esse é o momento dos esclarecimentos” ressalta.

Veja Também  Presidente se reúne com construtora que fará acessibilidade da sede da autarquia

Cuiabá e Municipais

Na semana passada, a Seduc realizou a mesma formação para representantes de escolas estaduais e municipais da Capital e municipais de Várzea Grande.  Em relação ao interior, os técnicos foram nos Centros de Formação e Atualização de Profissionais da Educação Básica (Cefapros) para reunião com representantes de escolas dos respectivos polos.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana