conecte-se conosco


Mato Grosso

Alunos aprendem a preservar a natureza com aulas práticas de química

Avatar

Publicado

Alunos do 1º ano do ensino médio da Escola Estadual Oscar Soares, localizada no município de Juara (709 quilômetros a médio-norte de Cuiabá), participaram do Projeto Experimentos Laboratoriais da disciplina de química. O objetivo do projeto é conscientizar os estudantes sobre a preservação da natureza, com a realização de experimentos que colocam em prática, no laboratório de ciências, o que eles aprendem na sala de aula.

Segundo o responsável pelo projeto, o professor de química Luiz Eduardo de Brito Corrêa, os estudantes desenvolveram várias atividades trabalhando com a decantação, destilação, filtração, peneiração, mistura cristalina, sifonação e separação magnética do que é encontrado nas recicladoras de lixo.

“A identificação das características de uma mistura e o entendimento de suas propriedades possibilitam desenvolver procedimentos que atendam a várias necessidades de preservação ambiental e saneamento básico”, destaca. “Temos como exemplo a utilização de água de reuso em períodos de estiagem, como o que vivemos agora”, completou.

Além disso, os alunos aprenderam a argumentar e apresentar justificativas diante de informações ou problemas relacionados à química. “Esse trabalho foi importante, pois teve a teoria complementada com a prática e aprendizagem ficou mais interessante”, afirmou o professor que disse ter se surpreendido com a quantidade de alunos dentro do laboratório.

Veja Também  TCE emite parecer favorável à aprovação das contas de governo de Sinop de 2018

As alunas Joyce Ellen dos Santos e Alexia Rech escolheram trabalhar com a destilação simples, usando sal e água. Para obter êxito, elas buscaram livros para pesquisar e conseguiram fazer o trabalho obtendo elogio.

“Fizemos um trabalho em grupo, mas o desempenho de cada um também contou. Alguns grupos tiveram dificuldades, mas no final, todos conseguiram fazer seus experimentos”, disseram as alunas. O professor Luiz Eduardo adianta que todos os trabalhos serão apresentados à comunidade escolar no final do quarto bimestre. 

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

Governador participa de posse de juiz eleitoral no TRE

Avatar

Publicado

O governador Mauro Mendes participou da posse do advogado Jackson Coutinho, no cargo de juiz membro do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE), na manhã desta sexta-feira (06.12). Esta será a segunda vez que o advogado assume uma cadeira no TRE. Em 2017, ele foi eleito para a função de juiz substituto.

“Desejo muita sorte nessa nova passagem pelo Tribunal. Ele tem o respeito da sociedade e a experiência de quem já contribuiu com a Justiça Eleitoral”, destacou o governador.

Jackson Coutinho ficará na função de juiz membro pelo período de dois anos. Ele foi escolhido por meio de lista tríplice, pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, após eleição no Tribunal de Justiça de Mato Grosso. A vaga que ele assume a partir desta sexta-feira é originária do quinto constitucional, para advogados com mais de 10 anos de exercício profissional.

“Essa é uma honrosa missão de representar a advocacia. Esse privilégio, eu recebo como reconhecimento e isso é o que mais me sensibiliza aos muitos anos de dedicação ao direito e a justiça”, destacou, acrescentando ainda que tem a obrigação por bem representar a advocacia mato-grossense nas eleições de 2020.

Veja Também  Gestão política, orçamentária e financeira de Santa Terezinha tem bons resultados

Ainda para o jurista, o próximo ano será de combate às “Fake News”, principalmente, no momento em que vive o país de “renovação da esperança”.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Cáceres institui programa para fomento da cidadania fiscal

Avatar

Publicado

O município de Cáceres (220 km de Cuiabá) conta a partir deste mês com um Programa Municipal de Educação Fiscal. A medida tem o apoio da Secretaria de Fazenda (Sefaz), que coordena o Programa de Educação Fiscal no estado de Mato Grosso, e visa levar conhecimento aos cacerenses sobre origem, aplicação e controle dos recursos públicos.

A criação do Programa de Educação Fiscal de Cáceres foi aprovada e sancionada na quinta-feira (05), por meio da Lei Municipal nº 2.811.

“Desde o primeiro ano de gestão temos incentivado a participação popular na formulação das políticas públicas do município. Com o Programa da Educação Fiscal a participação popular dos cacerenses será ainda mais fomentada, contribuindo para a formação das crianças na participação do controle social”, afirma o prefeito Francis Maris Cruz.

Para o presidente da Câmara de Vereadores, Rubens Macedo, a relevância do Programa está em levar ao conhecimento da sociedade a importância da função socioeconômica dos tributos, incentivando o acompanhamento da aplicação dos recursos públicos.

A instituição de uma política pública voltada para a prática da cidadania fiscal é uma ação importante que possibilita o aperfeiçoamento dos mecanismos de planejamento, por meio da participação ativa da população. Após a aprovação da lei, o Decreto para regulamentar a legislação será publicado pelo município, assim como a Portaria designando os servidores responsáveis na implantação do Programa.

Veja Também  Doutores do Riso e Doadores da Alegria levam brincadeiras e conforto em hospitais de Cuiabá

De acordo com o gerente regional Atendimento ao Contribuinte, da Sefaz, Sandoval Vieira de Araújo, a pasta fazendária fará a capacitação dos profissionais da rede municipal que vão atuar no Programa de Educação Fiscal. O curso será ministrado pelos representantes do Programa da Educação Fiscal da Secretaria de Fazenda da Região Oeste, Leandro Xavier Ursolino e Anacleto Antunes Magalhães.

Programa Cidadania Fiscal

Instituído em 2015, o Programa Cidadania Fiscal de Mato Grosso tem como principais objetivos: inserir a educação fiscal no planejamento escolar; mobilizar e sensibilizar os gestores públicos para a melhoria da transparência do serviço público; sensibilizar os servidores quanto aos princípios básicos da administração pública e sua relação na melhoria da qualidade de vida da sociedade; disseminar dados e informações sobre a transparência na administração pública; incentivar o cidadão a exercer a cidadania fiscal, mediante o controle social do gasto público; além de incentivar o comprometimento do cidadão no processo de planejamento das ações de governo.

Junto com o Programa foi instituído também o Grupo de Educação Fiscal do Estado (GEFE/MT), coordenado pela Secretaria de Fazenda (Sefaz). O Grupo é responsável por desenvolver as ações da Cidadania Fiscal no estado.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana