conecte-se conosco


Tecnologia

Fãs de tubarões brancos criam app para localizar os predadores em tempo real

Avatar

Publicado

Hardcore

Um aplicativo para celular se tornou febre entre os fãs de tubarões brancos ao redor do mundo. O Sharktivity App, desenvolvido pela Divisão de Pesca Marítima de Massachusetts, o Cape Cod National Seashore e por outros pesquisadores norte-americanos foi criado primeiramente com o intuito de alertar as pessoas sobre a presença de tubarões-brancos nas costas do Atlântico, mas os usos do aplicativo acabaram se desdobrando para um público específico: os fãs de tubarões brancos .

Leia também: De graça! 30 aplicativos e jogos para Android estão abertos por tempo limitado

tubarão branco arrow-options
Reprodução Hardcore

Tubarão branco pode ser encontrado por um fã com o novo aplicativo

A usuário do Sharktivity App, Sue Koeszela, deu uma entrevista ao portal Mass Live no qual explica que viajou 800 quilômetros até Cape Cod só porque um report de tubarão-branco havia sido emitido. “Nunca vi um grande tubarão branco, então acho que é daí que vem o fascínio. Perder uma oportunidade dessas seria algo devastador”, conta Koeszela.

E há números que indicam que os fãs de tubarão estão crescendo ao redor do mundo. O Sharktivity App levantou dados do crescimento de downloads de seu aplicativo desde seu lançamento em 2016 e os downloads em 2019 alcançaram o número de 210.000 usuários, número que igualou o resultados dos três primeiros anos de atividade do app.

“Houve uma real obsessão pelos tubarões que realmente atraiu mais pessoas do que as afugentou”, disse Wendy Northcross, CEO da Câmara de Comércio de Cape Cod. “As pessoas meio que têm essa enorme curiosidade. As perguntas mais frequentes aqui são: “Onde podemos ver os tubarões?”, ressalta.

Leia também: Seguindo os passos do Instagram, Facebook pode parar de exibir likes na rede

As colaborações de pesquisadores no Sharktivity aumentam a cada ano. Recentemente, sensores de calor e GPS foram imputados no corpo de tubarões para que os animais possam ser localizados mais facilmente, ajudando a manter a segurança das praias, além de incentivar agências de expedição marinha no turismo.

Comentários Facebook

Tecnologia

Quase 20 mil bicicletas elétricas são descartadas pela Uber

Avatar

Publicado


source

Olhar Digital

Uber
Reprodução/Twitter/Cris Moffitt

As bicicletas foram destinadas para reciclagem


Dois anos atrás, a Uber comprou a startup de compartilhamento de bicicletas Jump mas, há três semanas, decidiu transferir o negócio para a Lime. Como parte do acordo, além da demissão da maioria dos funcionários, algumas bicicletas elétricas foram de uma empresa para a outra. Apesar disso, quase 20 mil unidades foram descartadas.

Uma série de vídeos compartilhada no Twitter mostra caminhões levando os veículos para um pátio de reciclagem. Lá, os funcionários retiram as baterias e os pneus e reciclam a parte metálica das bicicletas .


Em comunicado, a Uber afirmou que a intenção era de doar as bicicletas que não fossem ser reaproveitadas pela Lime, mas problemas impossibilitaram que todas tivessem esse fim. “Tivemos muitos problemas significativos – incluindo manutenção, responsabilidade, preocupações com segurança e falta de equipamento de carregamento para consumidores – e decidimos que a melhor abordagem era reciclá-las com responsabilidade”, explicou a empresa.

Leia também: Uber lança ferramenta para enviar encomendas; veja como usar

Como foram projetadas para o uso compartilhado, as bicicletas possuem algumas características que complicariam uma doação. Os equipamentos especiais para o carregamento precisariam de uma modificação para o uso doméstico, enquanto o tamanho e o peso tornam o veículo difícil de usar sem o recurso elétrico .

Apesar de tudo, este acaba sendo um fim irônico para um equipamento que foi projetado em nome da sustentabilidade . Pelo menos algumas partes estão sendo recicladas e poderão ser usadas em novas bicicletas ou outros itens.

Comentários Facebook
Continue lendo

Tecnologia

Amazon lança nova versão do Echo Dot no Brasil; confira

Avatar

Publicado


source

Olhar Digital

Echo Dot Amazon
Divulgação/Amazon

Novo Echo Dot tem relógio em LED


Para complementar os recursos de um dos principais speakers do mercado, a Amazon anunciou nesta quinta-feira (28) o Echo Dot com relógio. Agora, um display de LED acoplado mostra o horário.

“Os clientes perguntam à Alexa ‘que horas são’ mais de um bilhão de vezes por ano – então nos perguntamos como poderíamos melhorar esta experiência”, contou Jacques Benain, gerente geral para Dispositivos da Amazon no Brasil. “Nós então partimos do design simples de nosso dispositivo Echo mais vendido, o Echo Dot, e adicionamos um LED incrivelmente vívido, visível até sob luz do Sol, para o relógio estar sempre visível. É possível também checar a temperatura, um alarme que já tenha sido configurado, ou quanto tempo falta em um timer”, acrescentou.

Leia também: Governo faz parceria com Amazon e Alexa tira dúvidas sobre auxílio emergencial

Quando o novo Echo Dot for configurado com um alarme, basta um toque no topo do dispositivo para colocá-lo no modo soneca rapidamente.

Além da novidade, o speaker continua com os mesmos recursos de antes: a Alexa , sua famosa assistente virtual , ainda toca as músicas que você pedir, joga alguns jogos e responde às mais diversas perguntas, de curiosidades ao placar do jogo do dia. Se precisar de uma mãozinha para uma receita ou simplesmente quiser pedir algo pelo iFood, a Alexa te ajuda. Listas de compras, agendamento de eventos e lembretes também fazem parte de suas tarefas.

Para quem tem uma casa conectada, o Echo Dot  faz o trabalho de controlar os dispositivos compatíveis. Basta pedir à Alexa para que, por exemplo, apague a luz do quarto pela noite ou ligue a cafeteira pela manhã. O Echo Dot com relógio está disponível por R$ 449 no site da Amazon .

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana