conecte-se conosco


''Perdeu a cabeça"

Aluno de 11 anos que tinha ‘um jeitinho diferente’ quase é morto de tanto apanhar de colegas na escola de MT

Publicado

Um estudante, de 11 anos, está internado depois de ser espancado pelos colegas dele no Centro Educacional Lindolfo José Trierweiller em Sinop, a 503 km de Cuiabá. Segundo testemunhas, o garoto foi surrado porque tinha ‘um jeitinho diferente’, ele era afeminado na escola.  Segundo a assessoria da Prefeitura de Sinop, os alunos que agrediram o menino foram identificados e suspensos. A agressão ocorreu na segunda-feira (9) e o aluno está internado no Hospital Regional de Sinop. De acordo com a prefeitura, o fato foi registrado às 11h20. A criança estava no pátio da escola e seguia para a área externa da unidade, indo ao encontro do ônibus do transporte escolar.

A agressão teria ocorrido em função de uma suposta brincadeira envolvendo um grupo de alunos. Minutos após ser agredido, o estudante passou mal e desmaiou. A direção da escola foi comunicada e, imediatamente, acionou o Corpo de Bombeiros, que levou o garoto até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Dois alunos diretamente envolvidos no caso, que têm 12 e 13 anos, foram identificados pela unidade escolar. Os pais foram chamados à escola, informados sobre o ocorrido e, os alunos, suspensos.

Veja Também  Padrasto estupra meninas de 9 e 10 anos no Altos da Serra em Cuiabá

Outros estudantes também envolvidos estão sendo identificados e, a eles, serão aplicadas medidas disciplinares. Um boletim de ocorrência por lesão corporal foi registrado na Polícia Civil pela direção da unidade escolar. O Ministério Público também foi informado sobre a situação. A criança continua internada. A Secretaria de Educação e a escola têm acompanhado, diariamente, o caso e prestado suporte necessário.

Comentários Facebook

''Perdeu a cabeça"

Marido mata mulher a tiros pelas costas e dispara contra vizinhos que tentaram socorre-la

Publicado

Uma mulher de 48 anos foi morta a tiros pelo marido após uma discussão na casa do deles, no Bairro Jardim Zeferino, em São José dos Quatro Marcos, a 343 km de Cuiabá, nesta sexta-feira (20).Segundo a Polícia Militar, dois vizinhos do casal tentaram socorrer a vítima, mas o suspeito Miguel Tavares, de 53 anos, também tentou matá-los a tiros.

Ao chegar no local, após denúncias, os policiais encontraram Ester Maria de Carvalho já morta com várias marcas de tiros nas costas. Já os vizinhos Gisele Facioni Alves, 26 anos, e Antônio Faustino Alves, de 64 anos, foram socorridos e encaminhados ao Pronto Socorro Municipal.

A Polícia informou que Gisele recebeu os primeiros socorros e foi transferida para o Hospital Regional de Cáceres, a 220 km de Cuiabá, em estado grave. A perícia esteve no local e encontrou uma munição calibre 22 sobre a mesa da cozinha, duas munições intactas calibre 12 caídas no chão da cozinha, três balas na área e uma bala na calçada da casa. Miguel foi preso em flagrante e deve responder pelo crime de feminicídio. O suspeito não possui passagens pela polícia.

Veja Também  Marido mata mulher a tiros pelas costas e dispara contra vizinhos que tentaram socorre-la
Comentários Facebook
Continue lendo

''Perdeu a cabeça"

Mulher é presa acusada de matar homem e atear fogo em corpo em MT

Publicado

Uma mulher foi presa na manhã desta sexta-feira (20) em Juína, a 737 km de Cuiabá, suspeita de ter matado Oséias Vicente, de 60 anos, em junho deste ano. Josiane Lima dos Santos foi encontrada pela Polícia Civil em uma casa no Bairro Vila Operária. A ordem de prisão foi decretada pela 3ª Vara Criminal de Juína com base em investigações da Polícia Civil.

O inquérito da morte de Oséias Vicente foi concluído na semana passada. A vítima foi localizada no dia 5 de junho, nas proximidades do terminal rodoviário da cidade, com queimaduras de terceiro grau. Ele morreu no dia 14 de junho, após passar nove dias internado na UTI de um hospital da cidade.

Josiane foi apontada pela polícia como suspeita de ter matado a vítima após um desentendimento ocorrido entre eles. Após o fato, ela teria pego uma garrafa com combustível e jogado na vítima, ateando fogo logo em seguida. Testemunhas presenciaram a briga entre os dois.

Veja Também  Jovem cai em vala com moto depois de beber em reunião com amigos e morre

Ela confessou a autoria do crime. A mulher alegou que anteriormente a vítima tinha tentado matá-la, também usando fogo, após uma discussão.

A suspeita tem várias passagens por crimes de roubos, tráfico de drogas e homicídios. Ela foi indiciada por homicídio qualificado.

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana