conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil prende integrantes de associação criminosa que se passavam por policiais civis para prática de crimes

Avatar

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Quatro integrantes de uma associação criminosa que se passavam por policiais civis para a prática de crimes foram presos em flagrante pela Polícia Judiciária Civil, na tarde de terça-feira (09.09), em trabalho realizado pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO).

Entre os presos estão, Halker Cristian Rodrigues Sampaio, Yuri Ramirez Porto e Silva, Erlon Fávio de Campos Júnior e Kairo Rodrigues Pereira, autuados em flagrante pelos crimes de associação criminosa armada, posse de munição e posse de arma artesanal, além de posse de drogas para consumo pessoal.

As investigações iniciaram após a GCCO receber denúncia de que no dia 05 de setembro um grupo armado que se identificava como policiais civis da própria Gerência, rendeu um advogado, mantendo-o privado de sua liberdade e realizando extorsão. Passada a ocasião da ação criminosa, o grupo manteve as ameaças e cobranças via mensagens e ligações durante o final de semana e na segunda-feira, quando a vítima procurou a GCCO.

Com a informação de que as ligações para a vítima eram realizadas de um hotel da Capital, os policiais da GCCO foram até o estabelecimento, onde conseguiram identificar o suspeito Halker, que se hospedou no hotel desde o dia 06 e deixou a local sem efetivar o pagamento dos consumos realizados. Enquanto os policiais estavam no hotel, Yuri, chegou a estabelecimento a procura de Halker.

Questionado, Yuri acabou revelando o seu envolvimento com o grupo, e o local em que Halker estaria, outro hotel, no bairro Araés. Em continuidade as diligências, os policiais seguiram até o local, onde encontraram Halker junto com os demais suspeitos Erlon e Kairo. Com eles, foi apreendido um simulacro de pistola, munições de calibre.38, além de uma porção de maconha,

Diante das evidências, os quatro suspeitos foram conduzidos a GCCO, onde Halker e Yuri foram reconhecidos como os autores da extorsão praticada contra o advogado. Interrogado, Yuri disse ser vigilante e informou aos policiais que possui armas de fogo na residência, sendo duas armas registradas, uma pistola calibre .380 e um revólver calibre .38.

Na residência do suspeito, os policiais localizaram uma arma de fogo artesanal, calibre 20 e munições do mesmo calibre, além de colete balístico e algemas.

Segundo a delegada, Juliana Chiquito Palhares, os levantamentos realizados pela equipe do GCCO indicam que a associação criminosa já atuou em outros crimes e que cabia ao suspeito Yuri, o fornecimento das armas para as ações do grupo. “Eles se passavam por policiais civis, e Halker já registrou dois boletins de ocorrência em que se passou por policial, registrando o extravio da sua carteira funcional e do porte de arma de fogo”, disse.

Os conduzidos foram autuados por associação criminosa armada e crimes da Lei n.º 10.826/2003 (posse da munição  posse da arma artesanal), além da posse de droga para consumo pessoal e serão apresentados na Audiência de Custódia na tarde desta quarta-feira (11).

 

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Policial

Carreta de verdura que transportava maconha foi apreendida pela PRF em Rondonópolis/MT

Avatar

Publicado

A droga estava escondida na cabine sob a cama do motorista

No sábado (22) uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Rondonópolis, em fiscalização na Operação Carnaval, abordou na BR 364 o veículo SCANIA/T112 HS 4X2, placas de Marmeleiro/PR, que transportava uma carga de cebola.

O condutor da carreta de 36 anos, demonstrou nervosismo após os policiais iniciarem uma revista mais detalhada em seu veículo.

Os PRF’s localizaram dentro da cabine sob a cama onze tabletes com substância semelhante à maconha, pesando aproximadamente 193,7kg da droga.

O motorista alegou que carregou o entorpecente no Mato Grosso do Sul e que receberia uma certa quantia em dinheiro, para entregar a droga em Cuiabá/MT.

A ocorrência foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Federal em Rondonópolis/MT.

Secom PRF MT

Veja o vídeo:

Fonte: PRF MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil leva orientações sobre drogas a funcionários de empresa de segurança

Avatar

Publicado

Assessoria PJC-MT

Profissionais de uma empresa de segurança privada participaram das atividades de cunho preventivo, inseridas no programa social “De Cara Limpa Contra as Drogas” desenvolvido pela Coordenadoria de Polícia Comunitária, da Polícia Judiciária Civil.

O encontrou foi realizado na quinta-feira (20.02), na sede da empresa Brinks, em Cuiabá.

Ao todo, 53 trabalhadores da empresa de segurança participaram da palestra com o tema “Drogas Lícitas e Ilícitas”, visando sensibilizar e conscientizar o público alvo sobre a prevenção ao uso de substâncias entorpecentes.

Na ocasião foram feitas apresentações educativas e orientativas. Além de alertar, a idéia é também de aproximar cada vez mas a sociedade da polícia.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana