conecte-se conosco


Economia

Comércio varejista cresce 1% em julho

Avatar

Publicado

O volume de vendas do comércio varejista cresceu 1% na passagem de junho para julho deste ano, segundo dados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) divulgados hoje (11) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Esse é o terceiro resultado positivo do indicador, que acumula alta de 1,6% no período.

O volume de vendas também cresceu 0,5% na média móvel trimestral, 4,3% na comparação com julho do ano passado, 1,2% no acumulado do ano e 1,6% no acumulado de 12 meses.

Na passagem de junho para julho, sete das oito atividades pesquisadas tiveram alta nas vendas, com destaque para supermercados, alimentos, bebidas e fumo (1,3%), outros artigos de uso pessoal e doméstico (2,2%) e móveis e eletrodomésticos (1,6%).

Também apresentaram crescimento tecidos, vestuário e calçados (1,3%), artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (0,7%), combustíveis e lubrificantes (0,5%) e livros, jornais, revistas e papelaria (1,8%).

Apenas a atividade de equipamentos e material para escritório, informática e comunicação teve queda em julho (-1,6%).

No varejo ampliado, que também analisa os setores de veículos e materiais de construção, o volume de vendas cresceu 0,7%. O setor de materiais de construção cresceu 1,1%, mas a atividade de veículos, motos e peças recuou 0,9%.

O varejo ampliado também teve crescimentos de 0,5% na média móvel trimestral, 7,6% na comparação com julho de 2018, 3,8% no acumulado do ano e 4,1% no acumulado de 12 meses.

A receita nominal do varejo cresceu 1% na comparação com junho, 6,7% na comparação com julho do ano passado, 4,9% no acumulado do ano e 5,4% no acumulado de 12 meses. Já a receita do varejo ampliado cresceu 0,3% na comparação com junho, 9,5% na comparação com julho de 2018, 6,8% no acumulado do ano e 7,2% no acumulado de 12 meses. 

Edição: Graça Adjuto
Comentários Facebook

Economia

R$ 5,9 bi: Caixa atinge limite de contratação de crédito a pequenas empresas

Avatar

Publicado


source
Caixa
Fenae

Caixa chegou ao limite do Pronampe, que dá crédito a micro e pequenos empreendedores

Nesta terça-feira (14), a  Caixa Econômica Federal divulgou que atingiu seu limite de contratação no Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe). Somando os contratos assinados e as propostas em fase final de análise, o banco atingiu o limite autorizado pelo Fundo Garantidor de Operações (FGO), que atualmente é de R$ 5,9 bilhões.


Segundo a Caixa, há 8.234 pré-contratos assinados, que totalizam R$ 1,2 bilhão à espera de liberação, além de demandas de clientes que estão com a documentação em análise. A média do processo de análise de crédito é de cinco dias. O  Pronampe teve início em 16 de junho. 

Além do Pronampe, a Caixa oferece outras linhas de crédito para micro e pequenas empresas (MPE) – como o Crédito Assistido Sebrae, amparado pelo Fundo de Aval para as Micro e Pequenas Empresas (Fampe), em parceria com o Sebrae para microempreendedores individuais (MEI) e MPEs.

O banco contratou até hoje R$ 1,8 bilhão pelo Crédito Assistido Sebrae que, somado ao valor disponível do Pronampe, atinge R$ 7,7 bilhões.

“Vamos continuar focando na ajuda ao pequeno empresário de todas as regiões do país para que possam superar esse período de pandemia”,  disse o presidente do banco estatal, Pedro Guimarães.  

Como solicitar o Crédito Assistido Sebrae

O Crédito Assistido Sebrae conta tem carência de até 12 meses em operações de até 36 meses para pagamento. Para ter acesso ao Fampe, é necessário realizar o tutorial do Sebrae com orientações e informações sobre como utilizar o crédito.

Após realizar o cadastro e assistir ao tutorial no  site do Sebrae, a empresa deve preencher um formulário no  site Caixa Com sua Empresa e manifestar o interesse pelo crédito. Um gerente entrará em contato com a empresa por telefone para ofertar o pacote de soluções financeiras do banco, com as taxas de juros reduzidas, gerenciador financeiro virtual e acompanhamento empresarial pelo Sebrae.

Aplicativo para as pequenas empresas e Esteira Digital

A Caixa vai lançar em agosto um novo aplicativo voltado para as micro e pequenas empresas, onde os clientes poderão acessar e contratar todas as soluções financeiras do banco para os negócios. Com o lançamento da Caixa Esteira Digital, o cliente precisará ir à agência apenas para assinatura do contrato. Toda a análise para liberação do crédito ocorrerá digitalmente.

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Caixa atinge limite de R$ 5,9 bilhões em crédito pelo Pronampe

Avatar

Publicado


.

A Caixa disponibilizou, até hoje (14), R$ 4,4 bilhões por meio do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe). Somando os contratos assinados e as propostas em fase final de análise, o banco atingiu o limite autorizado pelo Fundo Garantidor de Operações (FGO), que atualmente é de R$ 5,9 bilhões, informou o banco.

São 8.234 pré-contratos assinados, que totalizam R$ 1,2 bilhão à espera de liberação, além de demandas de clientes que estão com a documentação em análise. A média do processo de análise de crédito é de cinco dias. Com início em 16 de junho, a Caixa disse que foi a primeira instituição financeira a operar com o Pronampe.

Além do Pronampe, a Caixa informa que oferece várias linhas de crédito para micro e pequenas empresas (MPE), como o Crédito Assistido Sebrae, amparado pelo Fundo de Aval para as Micro e Pequenas Empresas (Fampe), em parceria com o Sebrae para microempreendedores individuais (MEI) e MPEs.

O banco contratou até hoje R$ 1,8 bilhão pelo Crédito Assistido Sebrae e, somando com o valor disponível do Pronampe, atinge R$ 7,7 bilhões.

Como solicitar o Crédito Assistido Sebrae

O Crédito Assistido Sebrae conta com carência de até 12 meses em operações de até 36 meses para pagamento. Para ter acesso ao Fampe, é necessário realizar o tutorial do Sebrae com orientações e informações sobre como utilizar o crédito. Após realizar o cadastro e assistir ao tutorial no site do Sebrae, a empresa deve preencher um formulário no site Caixa Com sua Empresa (www.caixa.gov.br/caixacomsuaempresa) e manifestar o interesse pelo crédito. Um gerente entrará em contato com a empresa por telefone para ofertar o pacote de soluções financeiras do banco, com gerenciador financeiro virtual e acompanhamento empresarial pelo Sebrae.

APP para as empresas

Em nota, a Caixa informou ainda que lançará em agosto um novo aplicativo voltado para as micro e pequenas empresas, onde os clientes poderão acessar e contratar todas as soluções financeiras do banco para os negócios. Com o lançamento pela Caixa da esteira digital, o cliente precisará ir à agência da CAIXA apenas para assinatura do contrato. Toda a análise para liberação do crédito ocorrerá digitalmente.

Edição: Aline Leal

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana